HOME Matérias Opinião E-mails – uma forte ferramenta ignorada por muitos meios de hospedagem

E-mails – uma forte ferramenta ignorada por muitos meios de hospedagem

25
0
SHARE
Floriano Camargo - Foto - Divulgação

Artigo de Floriano Camargo*

A cada dia que passa se observa mais e mais, a busca por meios que possam proporcionar um índice de ocupação melhor. Empreendedores ávidos por encontrar mecanismos facilitadores, para uma casa cheia de forma permanente, e não apenas nas efemérides de sua cidade.

O grande avanço tecnológico, ainda dominado por poucos, faz surgir mecanismos que parecem vir para salvar a pátria de todo mundo; ledo engano, pois não passam de estruturas gessadas, com avaliações mostrando que aquele estabelecimento não é tão ruim, assim como outros não são tão bons como aparentam. Podendo denegrir indevidamente a imagem de alguém, como também supervalorizar outros.

Quando falamos de hospedagem, estamos lidando com um produto, cujo nível de qualidade diz respeito diretamente ao que o usuário requer e tem como objeto de desejo; portanto, muito difícil de ser mensurado de forma generalizada.

Isso passa pelo feeling dos atendentes, desde o telefone, pela troca de mensagens, até o momento mágico da recepção de cada um, a qualquer hora do dia ou da noite, que para o cliente é o momento da verdade: atender, satisfazer, encantar.

Você que investiu pesadamente no negócio, precisa atinar para um detalhe significativo, mas ignorado por muitos em seus sites: E-MAILS.

Apesar de sabermos que ainda teremos por muito tempo o telefone, como o grande, nas comunicações com a clientela, não podemos achar que um formulário vai resolver a necessidade de todos. Observem que uma das coisas que todos pedem para preencher é exatamente o nosso e-mail, mas o próprio meio de hospedagem não informa o seu.

É preciso entender que onde forem colocados, endereço e telefone, também devem estar presentes os respectivos e-mails. O seu site tem que funcionar como um facilitador e não um complicador na vida daqueles que o acessarem.

Os sites de reservas, aos quais você se curva, são os primeiros por motivos óbvios, a inibirem essa forma fácil de falar diretamente com o seu meio de hospedagem. Precisamos de outras formas de controle e da honestidade do meio de hospedagem. Sendo assim, cabe a você, mudar esse quadro.

Lembre-se também da necessidade de não perder de vista aqueles que passarem pelo seu estabelecimento; sensibilize-o através do atendimento, da qualidade dos serviços, do aspecto profissional no restaurante, da organização e limpeza das unidades habitacionais, da aparência e asseio dos colaboradores, e assim ele não só retornará, mas trará outros consigo e o indicará a muitos.

É bom saber que seus resultados, embora possam passar, não dependem do poder público, nem de outros, mas de ações ùnicamente suas. Estamos num mercado que vive de detalhes, e isso exige iniciativas constantes; a distração prejudica e a estagnação destrói. A concorrência está ativa.

* Floriano Camargo é Professor e Consultor (Hotelaria – Administração – Turismo) e Coordenador – FAETEC (Cetep – Centro de Educação Tecnológica e Profissionalizante/Central do Brasil). E-mail: camargofloriano@gmail.com

SHARE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image