HOME Matérias Especial A escolha correta de um enxoval na hotelaria

A escolha correta de um enxoval na hotelaria

14450
1
SHARE

Matéria publicada na edição 54, abril de 2007

 

Ele é um verdadeiro cartão de visitas de um hotel, está intimamente ligado ao conforto e satisfação do hóspede e reflete o padrão de serviços oferecidos pelo meio de hospedagem

 

O enxoval é um item básico da hotelaria que merece toda a atenção na hora de adquirir, pois refletirá diretamente no conforto e satisfação do hóspede e nos custos do hotel. Ele é um verdadeiro cartão de visita do hotel e fascinados com conforto e sofisticação, alguns produtos como toalhas e roupões, são sonhos de consumo de muitos hóspedes e se não conseguem adquirirem, alguns acabam levando como lembrançinhas não autorizadas. Mesmo ciente da importância do enxoval, ainda é comum encontrar no Brasil alguns donos de hotéis que se dizem hoteleiros que se preocuparam em criar um lobby imponente com pé direito duplo, finamente decorado com materiais nobres para impressionar o hóspede e na hora de adquirir o enxoval, acabam levando em consideração simplesmente o menor preço. O que parecia ser vantajoso no início, acaba encarecendo no decorrer do tempo, pois a durabilidade das peças é menor, além de gerar reclamações dos hóspedes pela falta de conforto. Certamente uma noite mal dormida num hotel não fará com que o hóspede se lembre do suntuoso lobby decorado com mármore carrara e tapete persa ou mesmo da gastronomia internacional.
Quando hospedado, o cliente permanece a maior parte do tempo dormindo ou descansando no apartamento, portanto, em contato direto com o enxoval. Daí a importância de se ter lençóis sem rugas, sem manchas, com odor de frescura, limpeza, toque macio e aveludado, garantido com produtos de qualidade. “A sua textura não pode, de forma alguma, trazer qualquer tipo de desconforto, pois é o item tangível que tem maior contato com os hóspedes, estando intimamente ligado à imagem do empreendimento. Tornam-se essenciais alguns requisitos mínimos quanto à aparência, qualidade, composição e tamanho”, lembra Fabiana Gurniak, Supervisora de Implantação da Blue Tree Hotels. “Num hotel a cama deve ser convidativa, e o enxoval é responsável pelo adorno. Precisa ser macio e muito confortável, podendo criar uma identidade própria, condizente com o ambiente em que cada hotel se insere. Isto torna o ambiente de dormir bem mais acolhedor e assegura ao hóspede uma noite de sono bem tranqüila”, completa Maria José Dantas, Presidente da ABG — Associação Brasileira das Governantas. Segundo ela, a qualidade do tecido é fundamental, pois quanto mais fios tiver por polegada quadrada, melhor. Na escolha do enxoval, o que se deve priorizar além da durabilidade é o conforto e praticidade: tecidos em 100% algodão que utilizam 180 fios ou mais – por polegada quadrada – são mais resistentes e mantém a suavidade, mesmo após muitas lavagens. Em razão do custo, muitos meios de hospedagem costumam adquirir enxovais de cama em poliéster e algodão, tendo 50% de cada uma dessas fibras. Os produtos atoalhados geralmente são os mais procurados no que diz respeito a jogos de banho, porque possibilitam uma secagem mais rápida, além de oferecerem melhor caimento.

Qualidade e durabilidade são fundamentais
Com a acirrada competitividade que tomou conta da hotelaria nos últimos anos, as exigências e preocupações dos meios de hospedagem, independente do tamanho ou da categoria, com relação à qualidade do enxoval tem mudado, mesmo alguns “donos de hotéis” acharem que o preço ainda é o fator determinante na hora de adquirir. A Ponte Hotéis & Resorts, que possui os empreendimentos Mar Hotel, Atlante Plaza e Summerville Beach Resort, é reconhecida pela excelência na prestação de serviços, por isto é muito exigente em relação à escolha de um enxoval. “Procuramos materiais confortáveis, de toque suave e de boa aparência. Também ficamos atentos à durabilidade e manutenção dos mesmos, pois quando compramos um enxoval temos que pensar em 650 apartamentos e, por isso, não podemos errar. Para isso se faz necessário que previamente estes materiais sejam testados e avaliados em nossa lavanderia para termos uma idéia geral do produto”, garante Sérgio Paraíso, Gerente de Marketing e Vendas da Pontes Hotéis & Resorts. O critério de testar o produto antes de comprar, também faz parte das exigências do The Royal Plam Plaza de Campinas, Interior de São Paulo, para conferir a qualidade, o toque, aparência e a durabilidade.
Fabiana Gurniak diz que as principais exigências da Rede Blue Tree ao adquirir um enxoval são quanto à composição, gramatura ou número de fios, tamanho, comportamento na lavagem industrial (encolhimento, coloração), garantia de reposição, etiqueta devidamente especificada (informações sobre lavagem e cuidados com o enxoval). “Nossas preocupações se estendem também à aparência, peeling (as famosas bolinhas), fios soltos que se desprendem facilmente, atendimento e facilidade na negociação. Há diferenciais de um empreendimento para outro com relação à composição (número de fios, no caso do enxoval e cama) e tamanho (com relação ao enxoval de banho), mas não abrimos mão da qualidade para oferecer aos nossos hóspedes o máximo de conforto”, ressalta Fabiana.
Para o Gerente operacional do Serrano Resort, em Gramado, Rio Grande do Sul, José Ozanir Castilhos, a experiência do fabricante conta pontos na hora deles adquirirem produtos para o enxoval de cama e banho, assim como a qualidade e quantidade de fios utilizados, a durabilidade prometida versus experiência de longevidade. “A governanta e o supervisor de lavanderia são peças importantes no controle do nosso enxoval pelo conhecimento técnico em definir o material apropriado que num primeiro momento pode parecer caro. Ao longo do tempo, o retorno pode ser visto através de uma maior longevidade do enxoval e, conseqüentemente maior espaço de tempo para a reposição, sem afetar a qualidade do material e também sem afetar a satisfação de nossos hóspedes”, explica Castilhos.
A preocupação com a qualidade do enxoval hoteleiro não é só de grandes redes hoteleiras ou mesmo de renomados hotéis. Quem necessita manter o seu meio de hospedagem bem posicionado para acolher os hóspedes com conforto, não abre mão da qualidade. A Pousada Barra do Bié, que fica na estrada Cunha Parati, possui apenas seis chalés e é exigente na hora de adquirir produtos para enxoval. “Qualidade, praticidade e durabilidade são as principais exigências. Também levamos em conta o fornecedor que nos dê a reposição na mesma qualidade e em curto espaço de tempo. Nosso enxoval é em puro algodão de 220 fios, branco, tendo em vista a qualidade do tecido, a praticidade na limpeza e a durabilidade das fibras”, salienta a proprietária Ana Rosa Calfat.

Cuidados com manuseio prolonga durabilidade
Hotéis de luxo, ou categoria superior necessitam de trocas mais freqüentes, enquanto os mais simples o fazem espaçadamente, influenciando na quantidade e durabilidade das peças. Geralmente o tempo médio de duração de um enxoval é de um ano e meio há dois anos, se respeitadas as quatro trocas distribuídas em uso, rouparia do andar, lavagem e estoque. Um fator que é muito importante é seguir as especificações da etiqueta do enxoval, por exemplo, quanto à temperatura, produtos químicos utilizados e o tempo de descanso das fibras por cerca de 72 para não haver um  excessivo desgaste. A Presidente da ABG, Maria José Dantas diz que a perda de um enxoval muitas vezes é ocasionado pela equipe que faz o manuseio, por isto treinamento é fundamental. “As camareiras em geral são cuidadosas e fazem o uso adequado do enxoval. Há as exceções, claro, mas o grande problema é o transporte dos andares para a lavanderia. Muitas vezes, quando a roupa é arrastada em sacos de lona não impermeável, isso pode causar danos irreversíveis se as peças tiverem contato com o chão. Então alguns cuidados devem ser observados: Não deixar a roupa ter contato com o chão, proteger com forro plástico sempre o lugar de contagem, não pisar, não arrastar, são algumas dicas importantes para prolongar a vida útil das peças”, lembra Maria José.
A contaminação também é um dos problemas que acontecem. Algumas funcionárias mal treinadas secam o chão do banheiro com as toalhas da unidade ou as jogam no chão para depois recolhê-las. Esses procedimentos são condenáveis, pois sujam as peças desnecessariamente, aumentando o custo operacional. Os funcionários que têm contato direto com o enxoval (camareiras e lavanderia) devem ser orientados sobre os cuidados com o enxoval, e até mesmo sobre os custos de sua manutenção e reposição, para que assim, desenvolvam hábitos mais corretos. E como aumentar o custo operacional num hotel não deixa nenhum investidor contente, um cuidado que alguns não tomam na hora de adquirir um lençol é com relação ao tamanho exato. Alguns hotéis costumam aproveitar determinadas promoções e adquirem lençóis curtos, que além de dificultar o trabalho das camareiras para vestir a cama, influencia no conforto do hóspede, pois se soltam facilmente da cama, descobrindo o colchão. Existem casos em que os lençóis são mais compridos que o cobre-leito, exigindo da camareira um tempo maior para a arrumação da cama para esconder o lençol.

Contaminação cruzada
Muitos hotéis para agradar os hóspedes deixam as toalhas arrumadas sobre as camas em formas decorativas, mas isto não é recomendado pelo fato da camareira despender mais tempo na arrumação do quarto e o excessivo manuseio das peças podem causar contaminação, pois no processo de limpeza, as camareiras estão em contato direto com sujidades e microorganismos. O armazenamento do enxoval também é muito importante e deve-se evitar que ele fique em locais úmidos, com mofo, ou mesmo próximo de materiais de limpeza, impregnando-o de odores que podem não ser agradáveis ao hóspede. A camareira, para repor seu carrinho, deve sempre utilizar as peças que primeiro chegaram, ou seja, as primeiras que entram são as primeiras que saem para assim, se efetuar o rodízio. O inventário (contagem física das peças) deve ser feito periodicamente para se ter controle e reposição das perdas, garantindo assim, o suprimento adequado desse material. Em períodos de alta ocupação pode haver problemas sérios no fornecimento do enxoval, provocados pelo número reduzido de trocas e também pela falta de controle existente. O ideal então é que exista uma troca no quarto, prateleira, lavanderia e estoque.
Atualmente a grande maioria dos hotéis opta pela tercerização das lavanderias. Mas é preciso acompanhar de perto todo o processo de lavagem: triagem, separação por sujidade, tratamento especial para manchas, processos  e principalmente os produtos químicos e maquinários utilizados na lavagem das peças. Se a lavanderia é própria do hotel, é necessário que tenha pessoal qualificado que conheça bem todo o processo e potencialize o uso de equipamentos, produtos, água, entre outros, de modo a garantir a higienização e durabilidade do enxoval, sem desperdícios, para não aumentar os custos operacionais. Com a crescente consciência da responsabilidade ambiental, diversos hotéis deixam a critério dos hóspedes a decisão de lavar ou não as toalhas e lençóis diariamente. “Por meio de impressos deixados no quarto e banheiro  indicamos ao hóspede que os lençóis serão trocados em dias alternados e as toalhas  quando não estiverem penduradas.  Caso ele queira que a troca seja feita diariamente basta fazer a solicitação. Para nossa surpresa cada vez mais os hóspedes estão aderindo a esse tipo de programa ambiental, mesmo os brasileiros que sempre foram os mais relutantes”. Menciona Viviane Campano, Gerente de governança do The Royal Palm Plaza.

Branco é a cor preferida
A escolha de produtos certos para compor o enxoval de um hotel é uma decisão das mais difíceis e muitas vezes o produto adquirido tem qualidade, é durável, mas está com a cor errada. Mas afinal de contas, qual é a cor certa? Na maioria dos hotéis o branco predomina, pois as vantagens são muitas: o branco não sofre desbotamento, mantendo sua característica original. É claro que pode haver amarelamento ou acinzamento das peças, mas é por causa da qualidade da água ou erro no processo de lavagem e não por causa da cor. Já o oposto acontecerá com enxoval colorido ou estampado, pois o processo de lavagem e o uso levam ao desbotamento, comprometendo a estética do enxoval.  Não há problemas na reposição de peças brancas, pois sempre serão facilmente encontradas, o que já não ocorre com estampas e cores, que saem de moda ou sofrem alterações na sua confecção. Além do que, pelo desbotamento que as peças mais antigas sofrem, haverá diferenças muito grandes em relação ao enxoval novo. Dependendo do tipo de sujidade que pode ocorrer (tinta, graxa, sangue etc.) sua eliminação pode provocar manchas no tecido se este for colorido ou estampado. Nas peças brancas, a mancha é eliminada sem maiores conseqüências. O branco evidencia qualquer tipo de sujidade, o que promove bem estar ao hóspede pela certeza da higienização da peça, uma vez que se pode visualizar facilmente. Outros tons claros e suaves, como palha ou marfim também são muito utilizados pelas grandes rede hoteleiras e já os jogos combinados e/ou coloridos de cama e banho geralmente são muito procurados por hotéis menores que na busca de diferenciais, inovam na decoração personalizada de cada quarto.

Produtos nacionais são de altíssima qualidade
A indústria têxtil brasileira se desenvolveu muito nos últimos anos e a qualidade de nossos produtos conquistaram importantes e exigentes mercados, como a Europa ou os Estados Unidos. O padrão de qualidade desenvolvido pela nossa indústria não deixa nada a desejar aos importados e alguns hotéis só adquirem estes produtos do exterior, por questão de status e glamour. O segmento hoteleiro funciona como um verdadeiro laboratório para os fabricantes aprimorarem seus produtos e conquistarem a simpatia de renomados hotéis ou redes.  A Sabie é uma das mais tradicionais empresas que atuam no mercado hoteleiro, além de ter uma participação significativa no nicho hospitalar, na motelaria e restaurantes. “Apesar de atuarmos em quatro nichos de mercado, a hotelaria tem uma importância crucial nos negócios de nossa empresa com uma representatividade bastante importante. Confeccionamos o enxoval corporativo da forma que o cliente necessita, com tecidos que vão desde os construídos a partir de 100 fios até os mais finos produtos do mercado com tecidos construídos com 600 fios. Todos eles podem receber mais de 10 tipos de acabamento diferenciados”, garante Edison Lara Dilena, Gerente Nacional de Vendas da Sabie.
A Altenburg oferece uma linha completa de produtos para cama e banho que primam pela qualidade, bom gosto e atendem a todas as necessidades do hoteleiro, respeitando o estilo de decoração de cada estabelecimento. A empresa acaba de lançar a Linha de Lençóis em percal 200 fios, 100% algodão, onde as medidas King não terão emendas. Entre outros produtos consagrados que a empresa apresenta ao mercado estão: Edredom Plumi, em 100% algodão, Percal 180 fios,  que combina com todos os estilos proporcionando a sensação de plumas com a vantagem de ser um produto não alérgico e de fácil manutenção. Outro produto que faz toda a diferença á a Linha de Capas de Edredom, em 100% algodão e modelo envelope, sem botões. Higiênico e prático e pode ser lavado mais facilmente; e finalmente, protege seu edredom, prolongando sua durabilidade. A Linha Hoteltex traz toalhas de banho, rosto e piso felpudas, em 95% algodão e 5% poliéster, garantem mais resistência, possuem alto poder de hidrofilidade (absorção) e super maciez. “Além de todos estes produtos temos uma vasta linha de travesseiros, o que facilita a montagem de um cardápio que poderá ser ofertado aos seus hóspedes surpreendendo-os ainda mais”, define o Diretor da empresa Quilian Rausch.
A Catarinense Buettner é uma das mais tradicionais indústrias têxteis do Brasil especializada em toalhas. Seus produtos estão nos principais pontos de venda do Brasil, assim como em mais de 50 países para qual exporta. Através de uma parceria com a Maxlink Hotelaria, desenvolveu e introduziu com grande sucesso sua linha para hotéis, motéis e hospitais. “Estes produtos foram desenvolvidos especialmente para estes nichos de mercado, unindo conforto e durabilidade a custos bastante competitivos, além de poderem ser personalizados de várias formas”, afirma Ernesto Salles Annunziata, Diretor Comercial da Maxlink. De acordo com ele, existem mais de 2000 clientes ativos em todo o Brasil e o prazo de entrega é rápido em razão da produção mensal ser superior a dez toneladas. A empresa também disponibiliza roupões, colchas de piquet, uma linha completa de lençóis, travesseiros e cobertores para atender as mais exigentes necessidades do mercado.
A Teka (Tecelagem Kuehnrich S.A.) tem mais de 80 anos de atividade, é uma das maiores fabricantes de artigos de cama, mesa e banho da América Latina, com produção média de 18 mil toneladas anuais. São produtos variados, que atendem perfeitamente a todos os consumidores do Brasil e nos principais mercados do exterior. A empresa tem atualmente mais de cinco mil funcionários, que trabalham nas unidades fabris de Blumenau e Indaial (SC), Artur Nogueira e Itapira (SP), além de escritórios comerciais em várias cidades do Brasil e do exterior. A linha Teka Profiline foi desenvolvida exclusivamente para atender o segmento corporativo e inclui hotéis, motéis, restaurantes, hospitais, clínicas, pousadas, spas e promocionais. Os produtos dessa linha oferecem aos clientes alta absorção, conforto, maciez e durabilidade. São produtos feitos com a mais alta qualidade para resistir a constantes lavagens industriais, através da tecnologia Indanthren. Os artigos de cama, mesa e banho estão disponíveis em diversas cores, tamanhos, gramaturas, garantindo a satisfação do cliente e o sucesso dos negócios.
A maioria dos produtos desenvolvidos pela Manufatura Brasil são no ramo hoteleiro, e existe uma grande preocupação em relação ao uso por pessoas diferentes do mesmo enxoval, questões de lavagem, durabilidade entre outros. “Isto nos garante clientes fiéis de várias redes nacionais e internacionais de hotelaria e para que continuemos, estamos sempre atentos às necessidades do mercado. Acabamos de desenvolver um travesseiro Nanno com íons de prata. Neste travesseiro, a prata que está inserida dentro das fibras do tecido ajuda a eliminar todo tipo de bactéria, pois a prata tem essa capacidade, também ajuda a eliminar o stress, pois retira a estática do corpo que recebemos todos os dias pelo uso de celulares, computadores, contato com antenas e etc. Isso faz com que tenhamos uma noite de sono mais tranqüila e relaxante”, garante o Diretor da empresa Renato Strauss.
A Blue Gardenia é outra tradicional empresa que atua no segmento oferecendo, além de jogos de cama, almofadas e duvets, levíssimas colchas tipo bouties e capa para travesseiros que trazem mais prazer e beleza ao cotidiano hoteleiro. A linha Hotel With Charm é composta por lençóis desenvolvidos em puro algodão 230 fios para proporcionar uma deliciosa sensação de frescor. Sofisticação absoluta para pessoas que exigem o máximo conforto e apreciam os detalhes de tecidos diferenciados, de toque extra-suave e marcante, com acabamentos exclusivos, trazendo requinte momentos especiais. Com texturas deliciosamente macias, os brancos da Blue Gardenia podem ser encontrados nas mais diversas coleções com diferentes titulagens de fios, mas sempre com as melhores procedências e acabamentos.
A MMartan, líder no mercado de cama, mesa e banho, consolidada como a marca preferida por 70% do público AB do País, desenvolveu uma linha especial de produtos para o segmento hoteleiro: a MMartan Institucional. Produtos com perfeito acabamento, do Clássico ao Festonê, alto padrão de qualidade e grande durabilidade. A linha MMartan Institucional reúne qualidade e estilo em uma completa linha para cama e banho, em tecidos nobres de 150 ao exclusivo 1000 fios, para deixar suas suítes ainda mais elegantes. A Mmartan Institucional traz produtos práticos e extremamente confortáveis, contando ainda com a personalização de medidas identidade visual, com a logomarca de seu hotel. Com a linha MMartan Institucional as suítes vão oferecer um ambiente com muito conforto, estilo  e elegância, para que os hóspedes sintam-se em casa.

SHARE

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image