Publicidade
FOHB

A escolha correta de pisos nos apartamentos de um hotel

O Dia e horário dessa postagem está no final, assim como nome do autor. O tempo estimado de leitura é de 12 minutos

A tecnologia na fabricação de carpetes evoluiu muito nos últimos anos, mas ele deixou de reinar absoluto na preferência dos hoteleiros, passou a dividir espaço com pisos frios e muitas opções e novidades estão chegando

O setor hoteleiro no Brasil recebeu nos últimos anos, e ainda continua recebendo, um volume muito grande de recursos na modernização do setor, como por exemplo, o ProCopa. Prédios modernos, confortáveis e seguros estão moldando o cenário urbano de grandes e médias cidades do País, assim como pousadas e resorts se inseriram no meio de praias e lugares paradisíacos.
Muitos hotéis e resorts no Brasil através destes financiamentos estão investindo em modernização para se posicionarem de forma competitiva no mercado e receberem os turistas  que virão ao País atraídos pelos grandes eventos esportivos, a Copa de 2014 e as Olimpíadas de 2016. Com isso, os apartamentos recebem uma atenção especial, pois é neste ambiente que os hóspedes passam grande parte de seu tempo quando estão hospedados num hotel. Modernizar um apartamento passa também pela troca do piso e muitas vezes os hoteleiros não conhecem as tecnologias disponíveis no mercado de pisos. Por isto, se equivocam na melhor escolha para seu empreendimento.

Entre os tipos de pisos que encontramos atualmente no mercado estão os carpetes que é ainda são utilizados pela hotelaria devido ao seu conforto e custo. A sua durabilidade varia de acordo com o material de que é feito, caso ele deva ser colocado, um produto sintético é preferível a um produto de lã e servirá melhor ao controle de ácaros, fungos e bactérias. Também é oferecido no mercado em rolos ou em placas, que facilita a colocação e substituição. Uma de suas vantagens é a ótima absorção de som, luz e ruídos. Hoje no mercado podem ser encontrados facilmente carpetes anti-alérgicos, anti-micróbios, anti-estáticos, auto-extinguíveis, e apresentam tipos diferentes para serem aplicados em áreas de alto e médio tráfego.

Os  pisos vinílicos  tem a seu favor a maleabilidade, durabilidade, custo, colorido resistente e a facilidade de manutenção e limpeza, além de serem ecologicamente corretos e sustentáveis. Já os pisos de madeira, tem a inconveniência de necessitarem um constante tratamento com cera, aspirador e vassoura, além de não absorverem bem os ruídos e serem, algumas vezes, os próprios produtores destes ruídos. Outro grande problema dos pisos de madeira é a sua sensibilidade à umidade e a deterioração fácil, por fungos, bactérias ou insetos. A água deve ser evitada na limpeza, sendo necessário o uso de um impermeabilizante. Tem como vantagens a permanência de suas qualidades, bom isolamento térmico e baixa sensibilidade às variações de temperatura.

Entre outros pisos frios que estão disponíveis no mercado e que muitos hotéis utilizam são os de cerâmica, pedra e metal. A pedra e a cerâmica possuem boa resistência, apresentam versões antiderrapantes e são esteticamente agradáveis. São, porém de alto custo, baixa absorção acústica e reposição difícil e tornam o ambiente frio e úmido, não sendo indicados para locais onde o inverno é rigoroso. Os pisos metálicos são novidade e têm como principal vantagem a grande resistência, mas possuem baixa absorção acústica e são muito impessoais e frios.

Uma novidade em piso que acaba de ser lançada no mercado perfeito para os ambientes corporativos, inclusive com grande fluxo de pessoas, como corredores hotéis, restaurantes, bares, academias, spa’s e etc é o laminado produzido pela empresa Fórmica. Ele é 100% resistente à água e pode ser aplicado onde a maioria dos pisos laminados convencionais não são aconselhados. Diferente dos outros revestimentos, de baixa resistência para piso, não dilata e não mancha quando exposto à umidade. Proporciona um encaixe perfeito, e por isso mesmo muito prático, pois é instalado através de um exclusivo sistema que dispensa o uso de qualquer tipo de adesivo ou manta de absorção acústica. Está disponível em dez exclusivos padrões madeirados, vem em formato de régua e é totalmente ecológico, sendo também livre de cupins e bactérias e resistete aos fungos e ao mofo, podendo ser lavado ou limpo com um pano úmido e sabão.

Exigências dos hotéis
O hotel Radisson Faria Lima, localizado na capital paulista e administrado pela Atlantica Hotels, recentemente passou por ampla reforma em seus apartamentos que incluiu a implantação de um novo piso vinílico. De acordo com a Gerente geral do empreendimento, Leandra Gallo Antão, o piso fornecido pela empresa MBM Brasil agregou muito valor ao apartamento por trazer um visual mais moderno e arrojado. “Além disso, temos hóspedes que não gostam de carpete por serem alérgicos. Logo, este produto nos permite agradar mais os hóspedes, pois existem muitos que não gostam de carpete”, frisa a gerente.

Segundo ela um dos motivos em optar pelo piso vinílico nesta modernização foi pela facilidade para colocação, troca e manutenção, além de ser um produto bonito e antitérmico. “Também acredito que tanto o carpete de madeira e o piso vinílico são uma grande tendência de mercado devido ao conforto que proporciona ao hóspede e fácil adaptação ao projeto de decoração. Muitos hóspedes buscam produtos similares ao que tem em casa e o vinílico vem caindo no gosto de muita gente”, destaca, Leandra. 

Outro hotel que também realizou uma ampla reforma em seus apartamentos foi o Pestana São Paulo, trocando o antigo piso pelo carpete de madeira. Para o Gerente geral da unidade, Joaquim Paz, este novo piso trouxe mais conforto ao hóspede e auxilia na prevenção de alergias. “Já para o hotel, esse tipo de piso facilita a limpeza e melhora a apresentação do quarto como um todo. A unidade fica mais valorizada. Quando optamos por esse tipo de piso, levamos dois fatores em consideração: modernidade e conforto”, afirma Paz.

O gerente ainda acrescenta que o carpete de madeira é muito aceito no mercado brasileiro. “Ele é bom para todas as temperaturas e ainda tem a vantagem de não causar alergias, de não acumular ácaros e de facilitar a limpeza. Também é muito bem aceito pelo nosso público corporativo. No entanto, para agradar a todos os perfis, o hotel preservou alguns quartos com carpete, para os clientes que preferem esse tipo de piso”, observa o executivo.

Na opinião de Paz o carpete de madeira, assim como outros pisos frios, como vinílico e cerâmica, podem ser uma tendência de mercado, mas depende muito do público e da cidade onde está instalado o hotel. “Um hotel de uma região mais quente, por exemplo, pode adotar o piso frio, diferente de outro de uma região mais fria, que não adotaria este tipo de revestimento porque isso diminuiria ainda mais a temperatura do apartamento no inverno. Acredito que o carpete de madeira seja mais aceito em todas as localidades do País”, avalia o gerente. 

O hotel Transamérica São Paulo, também está passando por um processo de modernização de todas as suas 396 unidades habitacionais, para se posicionar de forma ainda mais competitiva no mercado. Sendo que em alguns apartamentos se manteve a preferência da utilização do carpete. Segundo o Gerente geral operacional do hotel, Charles Giudici, a reforma dos apartamentos e de outros ambientes está sendo um dos grandes desafios devido o empreendimento estar em operação, e a escolha do carpete em alguns apartamentos transmite não apenas a sensação de requinte, como também de limpeza das unidades. “Há hóspedes que, no momento de decidirem o hotel em que irão se hospedar, também levam em conta a existência de apartamentos com esse tipo de piso. No entanto, é fundamental que as condições do carpete estejam sempre impecáveis. Disso, nós aqui no Transamérica São Paulo jamais abriremos mão”, esclareceu Giudici.

O gerente destaca que o carpete oferece muitas vantagens ao empreendimento e ao investidor. “Na verdade, ao contrário do que muitos pensam, os custos de acessórios para instalação de carpetes, assim como a mão de obra, geralmente são menores quando comparados aos materiais usados na instalação de outros pisos. A manutenção diária de um bom carpete, como o que usamos no Hotel Transamérica, exige basicamente o aspirador de pó, enquanto outros pisos precisam de muita água e de mais produtos de limpeza”, afirma o executivo.

Giudici também acredita que o carpete não irá desaparecer da hotelaria. “Não cremos nisso, não apenas pelos motivos que já citamos, como também devido à segurança que o carpete proporciona em um hotel. Basta lembrar que com o piso de carpete as quedas e escorregões são menos freqüentes. Além disso, entendemos que o carpete gera comodidade aos apartamentos, ou seja, colabora para tornar o ambiente mais calmo, mais silencioso. Isso porque, na prática, também temos que considerar que o carpete ajuda muito a diminuir o barulho. O carpete também ajuda manter a temperatura do ambiente, o que é positivo em termos de sustentabilidade, pois com o piso de carpete geralmente não há necessidade de gastar tanta energia com a refrigeração”, salientou o gerente.

Além disso, Giudici esclarece o que efetivamente norteou a reforma e a modernização dos apartamentos foi o de proporcionar aos clientes experiências únicas no hotel.  “Tivemos o cuidado de pensar em cada detalhe dos apartamentos. Seguimos os mais altos padrões existentes no mercado para poder atender os diversos estilos de hóspedes que recebemos. Ou seja, colocamos em prática reformas pensando nas facilidades que um executivo procura para o trabalho e descanso, assim como no conforto de uma família que passará um final de semana conosco e, ainda, nos grupos de eventos que sempre precisam de acomodações amplas e funcionais. Em termos de decoração, podemos dizer que as mudanças nas suítes buscaram modernizar os ambientes, adotando um estilo contemporâneo, com design clean. Ou seja, a nova decoração traz elementos mais modernos, sem perder o requinte usual do Hotel Transamérica São Paulo. Os apartamentos acarpetados têm um grau de sofisticação e conforto que dificilmente o hóspede encontrará em outros hotéis da cidade, pois aqui temos todo o cuidado no sentido de escolher o carpete certo, adequado para o volume de pessoas que circulam em nossas dependências e levando ainda em consideração detalhes como cores, confecção e textura”, conclui o gerente.

Já o hotel Holiday Inn Parque Anhembi, em São Paulo, recentemente também repaginou parte dos apartamentos que são hipoalergênicos, e esta reforma também contemplou a troca do antigo piso pelo carpete de madeira. “Acreditamos que este tipo de piso em alguns locais agregue valor ao empreendimento, além de ter diversos benefícios, como por exemplo, a facilidade na higienização do apartamento. Isto fora o fato de que este piso é ideal para apartamentos hipoalergênicos”, diz Milena Dante, Assistente da diretoria de vendas e marketing do hotel.
 

Tendências de mercado
O planejamento correto é sem dúvida a melhor forma do investidor hoteleiro assegurar e evitar possíveis problemas relacionados ao custo benefício e o cronograma da obra de revitalização de seus empreendimentos, pois muitas vezes estas reformas são realizadas com o hotel em operação e isso, requer muito jogo de cintura para driblar qualquer imprevisto que surja durante a obra. Além da contratação de um renomado escritório de arquitetura que tenha credibilidade e expertise suficiente para elaborar um projeto que reuni decoração arrojada e tendência de mercado com praticidade de manutenção. O hoteleiro tem que estar também atento a cumprimento de prazos e se a escolha do piso atende sua necessidade e se é viável ao empreendimento.

Segundo a Arquiteta Simone Borgas, da Sverner Borgas Arquitetura, responsável pelo projeto de modernização dos apartamentos do hotel Radisson Faria Lima, um dos pisos que tem recebido bastante destaque em sua utilização nas implantações e modernização hoteleira é o vinílico, que desponta como uma alternativa por agregar diversas qualidades, como manutenção prática, excelente custo beneficio, fácil instalação, conforto ao hóspede e qualidade antibacteriana e antialergênica. “O piso vinílico possui um leque considerável  de variedade de texturas, permitindo  uma fácil adequação à  linguagem arquitetônica adotada pelos profissionais. Também são uma alternativa bem aceita para serem colocados em áreas comuns do hotel, como lobby e corredores de circulação”, frisa a arquiteta.

Simone destaca também a utilização dos pisos têxteis (carpetes) sintéticos em rolo nas obras de modernização de hotéis, pois possuem uma  grande  propriedade de isolamento acústico, para salas de convenções e para os apartamentos. “Os carpetes também tem grande variedade de texturas e cores e hoje as novas tecnologias de fabricação, permitem que eles sejam antibacterianos e  laváveis, cumprindo  desta forma o quesito funcionalidade”, completa a projetista.

No caso do hotel Radisson Faria Lima, que está sendo renovado  pela primeira vez depois de dez anos,  Simone explica que neste projeto foi utilizado o piso de vinil em 50% do empreendimento. “Nós arquitetas especificadoras,  tivemos o  cuidado de escolher  por um produto cuja composição é de 100% PVC virgem, que é totalmente sustentável, pois a sua estampa é feita de filme fotográfico fabricado em um grande laboratório do Japão e os veios que imitam a madeira só se repetem a cada 20 m² de piso, tendo como resultado final uma aparência muito mais delicada e elegante. No contrato com o fabricante, existe a responsabilidade pela reciclagem deste material, quando ele tiver de ser retirado  do empreendimento em uma próxima renovação. O piso vinílico foi muito prático de ser instalado, com cola à base de água. Também foi extremamente impactante do ponto de vista estético e muito bem aceito pelos hóspedes, por ser um produto antiácaro e que atenda as especificações e normas de acessibilidade”, ressaltou a arquiteta.
Simone acrescenta que os hoteleiros têm atualmente a seu alcance muitos tipos de pisos e revestimentos disponíveis no mercado, devido a globalização e as  inovações tecnológicas, que chegam mais rapidamente e  surgem para aumentar e tornar o mercado mais competitivo e consequentemente oferecendo ao investidor um produto de qualidade ímpar. “Cabe a nós profissionais, uma especificação responsável e adequada ao uso, conseguindo  resultados estéticos, culturais e tecnológico,  que permeiem os conceitos das propostas arquitetônicas solicitadas pelos investidores hoteleiros”, salienta a profissional.

Já a arquiteta Daniela Facchini, da FH&S Hotelaria, responsável pelo projeto das suítes de luxo do hotel Transamérica São Paulo, explica que nos projetos feitos pelo escritório sempre são incluídos os carpete de nylon  ou  vinílico. “No caso do carpete, usamos sempre que queremos um resultado mais sofisticado, coisa que o vinílico não traz. O vinílico é utilizado em categorias mais simples e o seu grande beneficio é na operação devido à praticidade e rapidez na limpeza”, afirma Daniela.

A arquiteta explica que no caso das suítes de luxo do hotel Transamérica São Paulo foi adotado o carpete devido ao visual e conforto proporcionado ao hóspede que ao sair da cama pisa num chão fofo e quente. “No que se diz aos custos estão quase que equivalentes, entre carpete e vinílico,  claro que dependendo do material ou marca do carpete é bem mais caro”, assegurou a projetista.
Daniela ainda acredita que o carpete ainda é tendência de mercado e é um item insubstituível na hotelaria. “Os estrangeiros preferem sempre carpete, e este grande público sempre estão frequentando nossos hotéis. Aconteceu é que ficamos um bom tempo sem muita opção de produtos para hotelaria, e agora com os carpetes em placa facilitou a sua implantação e manutenção. Temos agora muitas opções de desenhos e cores de carpetes, e o preço ficou mais acessível aos investidores. Também acredito que sempre haverá espaço para todos os revestimentos, pois se for hotel de praia o piso frio ou até o vinílico estarão adequados aos ambientes. Na cidade nós da FH&S sempre que podemos colocamos o carpete em nossos projetos”, conclui a arquiteta.
 

Tecnologia ao alcance do hoteleiro
A escolha de um bom piso influencia diretamente no custo benefício de uma modernização, principalmente no mercado hoteleiro que necessita de um produto que garanta durabilidade, qualidade e facilidade na manutenção. Muitas empresas do segmento de pisos ou carpetes oferecem soluções práticas, versáteis e inovadoras como a InterfaceFlor, tradicional empresa especializada em carpetes placa, que através de sua nova marca a Interface Hospitality oferece aos hoteleiros os carpetes modulares em diversas cores e desenhos, que ajudarão a criar bordas, margens, caminhos ou mais padrões personalizados dentro de outros padrões disponíveis nos carpetes. Outro diferencial do produto é o prático sistema de instalação TacTiles, onde o cliente pode inclusive criar tapetes, além das instalações dos carpetes de parede a parede. Os carpetes modulares possuem a certificação internacional que assegura ao hoteleiro que está garantindo um produto de decoração sustentável, e se preocupa e respeita o meio ambiente.

Outra empresa atuante no mercado de carpetes e pisos vinílicos no País é a Beaulieu do Brasil, oferece através da marca Beaulieu Vinílico, os produtos Corinagrip, Primera, Symphony e Jazz, de ótimo custo benefício e que possuem entre outras vantagens os certificados antiácaro e bactéria, Floor Score de qualidade do ar interno e de sustentabilidade. Também tem um visual natural de madeira e confortante ao hóspede, resistência antiderrapante e à ação de rodízios de cadeiras, além de absorção do som ao impacto e facilidade em sua colocação e limpeza dos ambientes. Os pisos vinílicos da Beaulieu do Brasil também são indicados para serem colocados tantos nos apartamentos como nas áreas comuns dos hotéis.

 

Se você estivesse nos seguindo pelo twitter teria recebido esta informação em tempo real. Venha nos seguir, acesse www.twitter.com/revistahoteis ou então pelo Facebook acessando www.facebook.com/revistahoteis  Conheça também nossa página no Flickr acessando o link http://migre.me/4DT8x  e nossa página no Tribt acessando www.tribt.net

Publicidade
Pratica

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image

CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA