Grand Hotel Pocinhos recebe investimentos de R$ 4 milhões do Fungetur e muda de nome

O Dia e horário dessa postagem está no final, assim como nome do autor. O tempo estimado de leitura é de 2 minutos

O hotel mais antigo em operação no Brasil, o Grand Hotel Pocinhos, situado em Caldas (MG), acaba de receber investimentos de R$ 4 milhões, oriundos do Fungetur – Fundo Geral do Turismo crédito da Caixa Econômica Federal, para reformulação geral da sua estrutura civil, mobiliário e equipamentos que garantirão o reposicionamento do produto no mercado.

 

O hotel se encontra fechado para esta reforma até o próximo mês de dezembro, quando estará passando por completa reformulação para adaptação a um novo conceito e manutenção de seus elementos históricos. Além disso, o hotel passará a se chamar Wine & Spa Grand Hotel Minas que valorizará os elementos da cultura vitivinícula da região.
No segmento gastronômico o empreendimento deve contar com dois restaurantes, um deles de culinária mineira tradicional e outro com cozinha internacional contemporânea harmonizada com vinhos de uma adega própria do hotel. Também serão disponibilizadas oficinas gastronômicas com renomados chefes de cozinha e degustações de vinhos.

 

Já no segmento de Spa, o hotel oferecerá tratamentos faciais e corporais com cosméticos e produtos à base de sementes de uvas que são antioxidantes naturais, atendendo aos hóspedes mais exigentes.  “Este hotel é o mais antigo em operação no Brasil, hospedando ao longo dos anos diversas personalidades inclusive o ex-presidente Getúlio Vargas. O fato de o empreendimento passar por uma reformulação com recursos do Fungetur demonstra a preocupação do país com seu patrimônio turístico”, declara o proprietário do hotel, Elias Borges.

 

A captação do recurso financeiro via Fungetur foi realizado pela Mapie Especialistas Estratégicos, que iniciou uma pesquisa detalhada sobre as demandas potenciais e características únicas da região, onde o hotel está inserido. “Após a pesquisa, sugeriu-se um novo conceito e este foi traduzido em planilhas de viabilidade comercial e financeira. O resultado deste extenso trabalho foi apresentado pessoalmente a Caixa Econômica Federal e passou pelos trâmites de aprovação interna até sua aprovação final. Todo o processo durou cerca de um ano”, declaram as Diretoras da Mapie, Tricia Neves e Carolina Haro.

 

Borges finaliza “A Mapie é responsável por todo processo de conceituação do hotel. Desde o plano de negócios para captação do recurso financeiro até a capacitação da equipe para abertura, passando pela definição de processos de gestão e operação”.

Publicidade
Anuncie conosco

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image

CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA