Publicidade
Retomada do turismo

Minas Gerais tem novo secretário de Cultura e Turismo

O Governo do Estado de Minas Gerais tem um novo Secretário de Estado de Cultura e Turismo. Leônidas Oliveira foi nomeado para o cargo na semana passada (dia 13) a convite do governador Romeu Zema e do vice-governador Paulo Brant. Leônidas se uniu a Bernardo Silviano Brandão, hoje Secretário Adjunto na gestão da Subsecretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais (Secult).

Leônidas Oliveira é professor da PUC Minas, possui experiência em gestão das áreas de Cultura e Turismo no Brasil e Exterior, tendo sido Presidente da Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte e da BELOTUR (Empresa Municipal de Turismo de Belo Horizonte). O novo Secretário da Secult também ocupou recentemente os cargos de Presidente Interino da EMBRATUR e de Diretor-Executivo da FUNARTE (Fundação Nacional de Artes), ambas autarquias do governo federal. Além disso, presidiu o Fórum Nacional de Secretários de Cultura.

Publicidade
Harus

Mineiro de São Gotardo, Leônidas Oliveira possui graduação em arquitetura e urbanismo pela PUC Minas e mestrado em restauração e reabilitação do patrimônio histórico arquitetônico e urbano pela Universidade de Alcalá de Henares, em Madri (Espanha), e Gregoriana de Roma, na Itália. É Doutor em arquitetura e urbanismo pela Universidade de Valladolid, também na Espanha.

Segundo Oliveira, sua gestão será marcada por uma atuação técnica e descentralizada, pensando em resultados e abrindo diálogo com a cadeia produtiva da Cultura e do Turismo, sindicatos de classe, conselhos, fóruns setoriais, artistas, de forma especial a cultura popular e tradicional, e demais envolvidos na cadeia dos dois setores. Diante do momento desafiador imposto pela pandemia, ele elegeu políticas e ações emergenciais para trabalhadores de ambos setores como prioridades de sua gestão, “meu foco, agora, é o artista e o produtor do turismo, até pela questão de sobrevivência. Não posso pensar em outras coisas nesse primeiro momento”.

Publicidade
RAP Engenharia

Oliveira diz que a missão é fortalecer a economia criativa por meio de políticas públicas de Cultura e de Turismo, “setores essenciais para nossa economia mineira e com forte poder de crescimento gerando emprego e renda”. De forma especial, ele destaca o turismo cultural, gastronômico e natural, “minha meta é fazer com que Minas Gerais seja referência em políticas públicas dessa oportuna união entre Cultura e Turismo no Brasil”, ressalta o novo secretário.

Publicidade
Equipotel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image

CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA