Publicidade
Encontro da Hotelaria Mineira

Segurança no trabalho – um fator de custo subestimado

O Dia e horário dessa postagem está no final, assim como nome do autor. O tempo estimado de leitura é de 3 minutos

Ausências devido a acidentes ou doenças custam milhões à indústria de food service todos os anos. Além disso, as equipes estão reduzidas e é cada vez mais complicado encontrar trabalhadores qualificados. Um local de trabalho que não atende aos padrões de segurança pode, portanto, ser bastante caro. Sem mencionar o fato de que um ambiente ergonômico e amigável muitas vezes aumenta a motivação dos funcionários. É hora de prestar mais atenção a este aspecto.

Publicidade
Engie

De acordo com especialistas, entorses, cortes e queimaduras ainda fazem parte do cotidiano da cozinha. O Health and Safety Executive (HSE) do Reino Unido afirma que 30% das lesões no setor de hospitalidade são lesões músculo-esqueléticas causadas por levantamento e manuseio incorretos. A Rational, especialista no preparo de alimentos quentes, também identificou outras fontes de perigo: cozinhas que são muito pequenas, onde os funcionários não tem espaço suficiente para circulação e o fluxo de trabalho não se desenvolve, manuseio impróprio de produtos de limpeza químicos e ventilação inadequada. Motivo suficiente para as empresas focarem na ergonomia e investirem em sistemas de cocção inteligentes como o iCombi e iVario.

Segurança no trabalho – um fator de custo subestimado

O iVario da Rational (Foto: divulgação)

Carlos Rangel, Gerente nacional iVario da Rational Brasil, explica: “Como os dois sistemas de cocção substituem vários equipamentos de cozinha convencionais, eles criam muito espaço na cozinha”. Além disso, a Rational ainda oferece aos seus clientes consultoria especializada que também leva em consideração processos de trabalho mais ergonômicos e quase eliminam esta fonte de perigo.

Publicidade
Trofeu fornecedor

A Rational também pensou nos produtos químicos de limpeza, que desempenham um papel importante no iCombi. Com a nova geração de equipamentos, veio também a nova pastilha de limpeza, livre de fósforo e fosfato. Um ponto importante para o meio ambiente e a segurança do trabalho, pois o agente de limpeza sólido é simplesmente colocado em uma cesta de fácil acesso dentro do equipamento. O risco de ferimentos é minimizado significativamente e o manuseio incorreto é quase impossível. Com o iVario, não são necessários produtos químicos de limpeza, pois o sistema de aquecimento inteligente garante que nada queime ou grude no fundo da cuba, fazendo com que o esforço de limpeza seja mínimo. Algumas gotas de detergente são suficientes para higienizar as cubas do iVario.

Segurança no trabalho – um fator de custo subestimado

A limpeza das cubas do iVario da Rational é prática e econômica, bastando apenas água e poucas gotas de detergente (Foto: divulgação)

O iVario em particular também tem detalhes que apoiam o trabalho ergonômico. Rangel diz: “Quando as coisas ficam complicadas na cozinha, os riscos podem ser facilmente esquecidos. E é precisamente para essas situações que criamos equipamentos seguros.” Com o iVario, por exemplo, apenas a base da cuba é aquecida, portanto, se alguém se apoiar na borda da cuba ou tocá-la por acidente, nada irá acontecer. Ao mesmo tempo, o sistema de cocção é tão eficiente que nenhum calor desnecessário é gerado. E os cantos arredondados evitam que os colaboradores se machuquem ou se cortem durante a operação.

Publicidade
Pikolin

Os desenvolvedores do iVario também tinham o risco de lesões musculoesqueléticas em mente. Por exemplo, o sistema de cocção tem entrada e saída de água integradas que eliminam a necessidade de carregamentos pesados e, portanto, evita problemas nas costas em primeiro lugar. E com a função AutoLift, que abaixa e retira os cestos do líquido de cozimento automaticamente, também é desnecessário retirar alimentos pesados do líquido de cozimento, como no caso do preparo de massas ou vegetais. .

Todos os equipamentos iVario contam com ajuste de altura de até 200 mm – para que diferentes estaturas sejam finalmente levadas em consideração nas cozinhas profissionais.

De acordo com Carlos Rangel, “Mesmo que o investimento em um projeto de cozinha pareça alto no início, você deve sempre ter em mente como isso vai render a longo prazo”. Afinal, trabalhadores qualificados que se sentem à vontade e permanecem por muito tempo na empresa não têm preço.Segurança no trabalho – um fator de custo subestimado.

Publicidade
Altenburg

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image

CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA