Publicidade
Expo Retomada

Hotelaria de Capitólio (MG) se organiza por meio de associação para driblar a crise

A ASCATUR – Associação dos Empresários de Turismo de Capitólio tem como propósito fomentar o turismo regional e promover, por meio da união, as empresas de toda a cadeia turística: hospedagem, alimentação, atrativos e passeios turísticos. Desde 2016 executa ações em parceria com outras entidades e a população, realizando vários eventos nesse período. Uma das ações da entidade em 2019, foi a parceria com a Prefeitura Municipal de Capitólio para a instalação do letreiro oficial, e já está em desenvolvimento um novo monumento que revitalizará a identidade da cidade.

Publicidade
RAP Engenharia

Certamente, um dos setores que mais sofre neste momento de instabilidade no mundo todo causado pelo COVID-19, é o turismo. Capitólio, em Minas Gerais, que tem a sua renda originada principalmente desta atividade, foi bruscamente afetada diante as medidas restritivas, que impedem a abertura do comércio considerado não de primeira necessidade.

Vista aérea de um dos atrativos naturais do destino (Foto: divulgação)

Por meio do ASCATUR, o setor hoteleiro, atualmente de portas fechadas, se reuniu e iniciou uma série de medidas para minimizar a crise que assola a cidade. Juntos, buscaram medidas urgentes, desde a negociação de taxas e impostos com entidades públicas, que vencem dentro dos próximos meses, a contato com fornecedores em comum para descontos ou renegociações. O setor está desenvolvendo ainda medidas a médio prazo, como um produto inovador que envolve hoteleiros, atrativos turísticos e restaurantes associados.

Publicidade
Harus

As medidas adotadas, visam, por hora, manter todos do ASCATUR atuantes no mercado e auxiliá-los na retomada do turismo na região, para que consigam se reestruturar rapidamente. Um fator considerado como diferencial é a rede de divulgação criada pelos associados para destacar Capitólio nas mídias, levando o destino aos olhos de todo o País.

Publicidade
APP da Revista Hoteis

Segundo comunicado da entidade, “Os hoteleiros se movimentaram por acreditar na necessidade de união do segmento turístico e que apenas assim conseguirão driblar esta crise, com dimensão jamais vista em todo o mundo. Desta forma, vislumbram que auxiliarão o setor e todos os demais setores do trade turístico, além de outros trabalhadores, dependentes direta ou indiretamente do movimento gerado pelos turistas”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image