Publicidade
LG Eletronics

Crowdfunding ganha destaque em painel da 15ª edição do ADIT Invest

O Dia e horário dessa postagem está no final, assim como nome do autor. O tempo estimado de leitura é de 2 minutos

Retomando as atividades após o intervalo de almoço, terminou agora a pouco na sala 1 do centro de eventos do Hotel Pullman São Paulo Vila Olímpia, o painel que tratou da temática “Crowdfunding: alternativa para o financiamento de empreendimentos imobiliários. Ele faz parte da 15ª edição do ADIT Invest, evento hibrido que é promovido pela ADIT Brasil. Este painel contou com Rony Stefano, Chairman da Raiser Fund, Lucas Obino, Sócio-fundador da URBE.ME e Rafael Rios, Sócio-fundador e gestor da Bloxs.

Publicidade
LG Eletronics – Meio

Crowdfunding ganha destaque em painel da 15ª edição do ADIT Invest

Rafael Rios, Sócio-fundador e gestor da Bloxs

Moderador do evento, Rony Stefano iniciou o painel fazendo os agradecimentos e fazendo uma breve análise sobre o tema. “Quero agradecer a todos pelo evento e por trazer esse novo conteúdo para quem está começando. Temos a honra de ter pessoas empreendendo no setor de Crowdfunding (Investimento Coletivo). A perspectiva é fantástica no mundo todo. Vocês estão acompanhando as tendências, não tem porque bater na porta do gerante, apresentar até seu sangue, é um inferno. Hoje foi regulamentada uma plataforma que uma vez que seja aprovada pela CVM pode ser feito a captação de recursos e nela tem uma governança, porque temos que olhar não só a empreendedor como o investidor, porque ele precisa de uma segurança. Existe uma série de regulamentações da CVM. O Crowdfunding foi fundado para startup e produtos, mas as pessoas podem fazer pousadas, um hotel, uma festa… É bastante amplo o que pode fazer, mas tem suas limitações de volume para captação”, diz.

Publicidade
Harus

 

Crowdfunding ganha destaque em painel da 15ª edição do ADIT Invest

Rony Stefano, Chairman da Raiser foi o moderador desse painel

Grande revolução

Rafael Rios, Sócio-fundador e gestor da Bloxs, também opinou sobre o assunto. “É uma grande revolução eu vamos entender no futuro, mas dá acesso aos pequenos empreendedores. Então, temos empresas com faturamento pequeno conseguindo captar recursos. A Bloxs foi criada com esse motivo, para clientes que querem investir em projetos na economia real. No projeto ofertado nessa plataforma, você sabe exatamente em que está investindo, e isso é o grande diferencial”, comenta.

Publicidade
APP da Revista Hoteis

Lucas Obino, comentou sobre o modelo de negócio da URBE.ME: “Desde o início nós temos membros cadastrados, investimos na educação do investidor, muitos parceiros usam a URBE para entender níveis de relacionamento com investidor, é uma porta de entrada para todo mundo. O nosso projeto é a longo prazo, criando base de relacionamento com investidor. É a entrada no mercado de capitais”, comenta. “Temos percebido que mais de 5 milhões fica caro, mas dentro dessa nova modalidade, eu não tenho limite. Esse é a missão do crescimento do setor”, finaliza.

Crowdfunding ganha destaque em painel da 15ª edição do ADIT Invest

Lucas Obino, Sócio-fundador – URBE.ME

Custos e bancos

Rafael Rios comentou sobre os custos em relação com os bancos. “As operações de dividida fica em torno disso. Eu direita que ele é acima de uma operação de capital de giro no banco, mas esse empreendedor não tem relação com banco, e quando tem estão focados no financiamento. O que queremos é o cliente com visão a longo prazo, não o que precisa de capital de giro, não queremos ser grandes competidores em taxa, mas ela é variável. Tem de ser uma taxa atrativa em relação ao que o investidor quer, é saber comunicar isso através de uma plataforma eletrônica”.

Publicidade
Dam Roupas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image
CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA