Publicidade
FOHB

BHG compra edificação do Sofitel Copacabana, mas pode não levar

O Dia e horário dessa postagem está no final, assim como nome do autor. O tempo estimado de leitura é de 2 minutos

A BHG – Brazil Hospitality Group comunicou ao mercado na última quinta-feira que assinou a escritura de compra e venda da edificação onde funciona atualmente o hotel Sofitel Copacabana Rio de Janeiro, através de um acordo que fez com os credores da Veplan Hotéis e Turismo, dona do imóvel e que se encontra em processo de recuperação judicial. Com esta assinatura a BHG afirma que concretizou a transferência definitiva da propriedade do imóvel para o seu nome. No entender da rede Accor, esta assinatura não muda em absolutamente nada a posição dela no direito de preferência de compra e que esta ação da BHG é apenas uma tentativa de criar um fato consumado, desconsiderando a lei e o direito de terceiros legitimamente previsto e constituído contratualmente, tendo em vista que possui um contrato de administração da edificação sob a bandeira Sofitel até o ano de 2021.

Confira na íntegra o comunicado da Accor a respeito desta questão:

“O direito de preferência, previsto pela legislação brasileira, é antecedente à efetivação de compra e venda entabulada por Veplan e BHG. Caso a Justiça decida a favor da Accor, observando a legislação quanto ao direito de preferência, o contrato assinado passa a não ter validade, sendo a operação de compra e venda desfeita. O movimento do BHG é apenas uma tentativa de criar um fato consumado, desconsiderando a lei e o direito de terceiros legitimamente previsto e constituído contratualmente.
Como locatária do hotel, a Accor exerceu o seu direito de preferência. Segundo a lei vigente, se o proprietário vender o imóvel a um terceiro, sem oferecer ao locatário, desrespeitando, assim, o direito de preferência, o grupo tem o prazo de até seis meses para ajuizar uma ação reclamando a propriedade do prédio.
A Accor ressalta que não considera a possibilidade de deixar de operar a marca Sofitel no atual endereço do imóvel, onde estabeleceu, há mais de uma década, um dos mais luxuosos hotéis da orla fluminense. O grupo tem extrema confiança em uma decisão favorável da Justiça, baseada no exercício do direito de preferência, para dar sequência à sua história bem-sucedida na cidade do Rio de Janeiro”.

Se você estivesse nos seguindo pelo twitter teria recebido esta informação em tempo real. Venha nos seguir, acesse www.twitter.com/revistahoteis ou então pelo Facebook acessando www.facebook.com/revistahoteis  Conheça também nossa página no Flickr acessando o link http://migre.me/4DT8x

Publicidade
Anuncie conosco

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image

CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA