HOME Matérias Viajantes corporativos que mais produtivos devido à tecnologia

Viajantes corporativos que mais produtivos devido à tecnologia

54
0
SHARE
Viajantes corporativos acham que são muito produtivos enquanto estão na estrada, devido a mais opções de tecnologia

De acordo com o CWT Connected Traveler Study, lançado ontem, 24 de agosto, pela Carlson Wagonlit Travel, viajantes corporativos estão carregando mais aparelhos, e se sentem mais produtivos quando estão na estrada e podem seguir trabalhando. A Pesquisa realizada com mais de 1900 viajantes corporativos revelou que os viajantes carregam em média 4 dispositivos diferentes (celular, tablet, laptop…), sendo que o smartphone é o primeiro na lista do “não posso viver sem”, totalizando 80% dos viajantes que destacam o celular como ponto principal para continuar trabalhando durante viagens.

Os viajantes de negócios brasileiros encontram grande benefício em viajar a trabalho. Quase todos (97%) dizem que viajar a negócios ajuda a adquirir novos conhecimentos e perspectivas e 83% dizem que acham viagens corporativas estimulantes. Os brasileiros não querem perder a conexão com suas casas, 87% sinalizam que querem estar conectados o máximo possível. Os brasileiros às vezes se sentem despreparados, tecnologicamente, para suas viagens. 81% dizem que não levam bagagens e 57% (12% acima da média global) sentem que carregam poucos dispositivos móveis como computador, tablets ou telefone celular em viagens.

Fatos Globais

Com a tecnologia, a maioria dos viajantes (88%) acredita que é mais fácil se manter conectado hoje. Isso levou a uma grande maioria dos viajantes (78%) a buscar oportunidades para viajar a trabalho e muitos acham as viagens de negócios estimulantes (72%). Os viajantes de hoje são experientes e usam esse conhecimento para planejar suas viagens. Mais da metade (55%) dos viajantes confiam na experiência de viagem anterior ao planejar viagens, além de sites de hotéis (54%) e sites de companhias aéreas (50%). Os aplicativos da companhia aérea e de hotéis compõem a maior parte do uso do aplicativo para os viajantes (45%), enquanto os aplicativos do mapa representam 41%.

Segundo o Diretor de marketing da Carlson Wagonlit Travel, Simon Nowroz, “O viajante corporativo pode ser muito mais produtivo do que há cinco anos, graças à tecnologia. Pense nos avanços no tempo de inatividade entre um vôo, um táxi e um hotel que um viajante de negócios costumava ter. Agora, eles podem entrar e trabalhar no avião ou onde quer que estejam. Com o contínuo aprimoramento do tablet, além de inúmeros aplicativos, os viajantes não ficam desconectados e continuam focados nos negócios”, diz.

De acordo com o estudo, os relacionamentos profissionais e a produtividade são fortalecidos em viagens de negócios. Cerca de 9 em 10 viajantes de negócios (86%) disseram que as viagens ajudaram a adquirir novos conhecimentos e perspectivas, enquanto 80% disseram que as viagens de negócios aumentaram sua produtividade. Além disso, mais de 9 em 10 (93%) disseram que os aspectos positivos da viagem superaram os negativos quando se trata de construir e manter relações profissionais, enquanto quase 8 em cada 10 (77%) dizem o mesmo sobre suas vidas pessoais.

Dois terços (67%) dos viajantes disseram acreditar que viajar é mais seguro atualmente. No entanto, quase metade (46%) continua preocupada com a segurança. Isso levou mais viajantes (68%) a “às vezes ou sempre” comprar um seguro de viagem. Os viajantes a negócios também têm dificuldades em manter rotinas e ações de bem-estar. Mais da metade dos viajantes (54%) dizem que seus hábitos de exercício e lazer são interrompidos quando viajam.

De acordo com o estudo, os viajantes costumam utilizar diferentes canais para manterem contato. Com familiares ou amigos, os viajantes preferem chamadas telefônicas (44%), Skype (24%) e aplicativos de mensagens (17%). No entanto, eles se conectam com colegas de trabalho de forma diferente: e-mail (44%), ligação telefônica (24%) e mensagens de texto (14%).

Diferenças Regionais

Existem muitas semelhanças entre os viajantes das regiões Américas, EMEA e APAC. No entanto, os viajantes da APAC sentem-se mais capazes de gerencias suas responsabilidades (84%) em relação aos viajantes das Américas (76%) e da EMEA (73%). Quando se trata de relações pessoais, cerca de um quarto dos viajantes das Américas sentiu que a viagem impactava no relacionamento com seu cônjuge ou semelhante (27%), mais do que seus colegas EMEA e APAC (22%).

Esta é provavelmente a razão pela qual os viajantes nas Américas tentam, significativamente, se manterem mais conectados com a família (50%) do que os viajantes APAC (31%) e EMEA (27%). Os viajantes da APAC tiveram maior probabilidade de perder eventos importantes, com 51% faltando pelo menos dois eventos ou ocasiões sociais nos últimos 12 meses, em comparação a viajantes EMEA (44%) ou Américas (42%). “Existem muitas variáveis que podem fazer de uma viagem de negócios um sucesso ou um desastre aos olhos do viajante. Quanto mais organizada for a viagem, mais nós os ajudamos a ter uma melhor experiência”, disse Nowroz.

Para acessar a pesquisa, clique aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image