HOME Matérias Conheça os sete passos da gestão de alta performance

Conheça os sete passos da gestão de alta performance

389
2
SHARE
*Rhaxwell Santos é Superintendente da Fazenda Vila Real, Executivo de Alta Performance, Gerador de Resultados e Formador de Equipes Vencedoras. - Foto - Divulgação

Artigo de Rhaxwell Santos *

1- Reconheça e trabalhe seus defeitos, viva suas virtudes e valores: Saber-se a si mesmo, entender (e resolver) seus conflitos internos, superar fraquezas e dificuldades demandam energia redobrada. Busque conhecimento e ponha em prática experiências positivas (mesmo que não tenham sido as suas). Viva suas virtudes e valores, o nosso discurso tem que ser a nossa prática.

2- Compreenda seu papel: Entenda a que veio, defina ou descubra sua missão. Ganhar dinheiro, posição e status, são consequências de resultados. A atividade fim da nossa vida é maior e muito mais complexa. Siga e persiga sua missão de vida, ela é que faz valer a pena.

3- Monte equipes vencedoras (plurais e positivas): Formar equipes vencedoras exige empenho e tranquilidade, pessoas diferentes juntas, em busca de um mesmo objetivo, com confiança e participação nas decisões. Reconhecer talentos em personalidades diferentes e encaixa-las no ponto de interseção que os faz iguais é o grande desafio. Seja confiável e confie, afinal essa equipe lhe permitirá e garantirá férias.

4- Comunicação e assertividade: Salvaguardando tomadas de decisão estratégica que preconiza a confidencialidade, suas ações, seu conhecimento e as expectativas de sua reação perante às situações devem ser conhecidas, sabidas e até esperadas. As receitas do bolo devem ser compartilhadas, embora aquela cereja no topo, no final, poderá ser usada para surpreender, tirando-a do bolso na hora certa.

5- Alto poder de negociação (fornecedores, superiores, subordinados e sociedade): Acredite no ganha x ganha, contrapartidas (lícitas) são sempre importantes, entregue minimamente o combinado e exija o mesmo. Reconheça valores  brinde o sucesso com sua equipe, afinal isso é um jogo que não se ganha sozinho. E lembre-se: nunca sangre a outra parte da mesa de negociação. Acordos mutuamente saudáveis garantem a efetividade do negócio e a durabilidade da relação.

6- Austeridade: Controlar os sistemas, criar rotinas claras e lógicas, gerir como se fosse dono é uma boa definição. Uma fortuna é a soma de muitas moedas, não podemos desprezar o pequeno ou o pouco, pois eles juntos fazem o muito. Entender os grandes ofensores orçamentários, mas não desprezar a perfumaria, o segredo é entender os papeis distintos de cada linha do orçamento e do dia a dia.

7- Estratégia, foco e descentralização centralizada: Definir o destino, determinar o caminho a seguir e os insumos e ferramentas usadas para alcança-lo. Muitas vezes a habilidade de mudar esse contexto, em pleno voo, faz toda a diferença, afinal ter “ouvido de ouvir” é uma virtude e ouvir as vozes (clientes, equipe e até a tia do cafezinho) que surgem no processo, discernindo sobre o que ouve pode ajudar muito. Agora uma coisa é certa: é preciso descentralizar para crescer e ganhar, lembrando que o grande ativo da alta gestão é a informação. Portanto, descentralize mas não permita ser surpreendido: saber cada passo do processo e acompanhar é fundamental.

*Rhaxwell Santos é Superintendente da Fazenda Vila Real, Executivo de Alta Performance, Gerador de Resultados e Formador de Equipes Vencedoras.

2 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image