HOME Matérias Como a tecnologia pode garantir segurança e privacidade no setor hoteleiro

Como a tecnologia pode garantir segurança e privacidade no setor hoteleiro

172
0
SHARE
Andrew Fortunato é Diretor da Entersec - Foto - Divulgação

Artigo de Andrew Fortunato* 

A influência da tecnologia está presente em diversos ramos, e no setor hoteleiro não é diferente. Dessa forma, o mercado, movido pela constante inovação, ganha com frequência soluções cujo intuito principal é fornecer a melhor experiência possível aos hóspedes, que, por sua vez, também têm expectativas altas.

Acesso gratuito ao wi-fi e facilidade para reservar quartos, fazer check-in, check-out e realizar pagamentos online são exemplos de serviços que surgiram como tendências e se tornaram praticamente obrigatórios, tendo se incorporado à rotina hoteleira. Tudo isso é constatado pelo 58, centro de referência na área, que também salienta que, além desses tópicos, a gestão de dados agora é o “bem mais valioso” do setor.

No campo da segurança e da privacidade não é diferente: a tecnologia também tem exercido papel fundamental na adoção de novos recursos. Uma tendência inegável é a implantação de sistemas integrados que agregam inteligência e automação à gestão dos estabelecimentos, resultando no aumento do desempenho com redução significativa de gastos em médio e longo prazo.

O gestor de estabelecimentos, como hotéis e pousadas, compreende que o seu cliente quer, acima de tudo, um local seguro e que garanta sua privacidade. Portanto, além de garantir esses itens básicos, inserir a tecnologia nesse serviço é uma excelente forma de encantar alguém que vai manter uma estadia em um lugar que não é sua casa, seja a trabalho ou lazer.

As fechaduras eletrônicas de radiofrequência além de ser mais seguras, reduz o custo operacional dos hotéis – Foto – Divulgação

Nos quartos, a tecnologia também é muito bem-vinda. Populares em países como Estados Unidos, Suécia, Japão e Israel, as fechaduras eletrônicas atuais contam com sistema de armazenamento de dados e opção de ativação via cartão magnético, senha, biometria, aplicativos instalados no celular (NFC) ou cartão Mifare RFID (radiofrequência) – tecnologia que dispensa contato mecânico entre o cartão e a fechadura, o que praticamente elimina os custos com manutenção e troca de peças.

Esses dispositivos fornecem auditorias de centenas de entradas e ainda permitem ao usuário controlar os horários de entrada e saída nas salas e quartos, saber se quem acessa é hóspede, cliente ou colaborador e bloquear a porta no período desejado. Por serem fabricados em aço inoxidável, são recomendados tanto para regiões urbanas quanto litorâneas.

Sinalizadores externos dispensa as plaquinhas penduradas nas fechaduras – Foto – Divulgação

Até o obsoleto “não perturbe” de papel pendurado na porta pode ser substituído por algo mais moderno. Hoje existem diversos modelos de sinalizadores externos. Com sofisticada interface touch screen, eles consistem em um painel digital com diversas funções, pensadas de acordo com as necessidades do cliente e do estabelecimento, como “não perturbe”, “por favor, espere” e “arrume o quarto”. Até mesmo a campainha pode ser ativada através da tela (e quando o usuário desejar, ela fica bloqueada).

Com design moderno e clean, os dispositivos vêm em modelos retangulares ou ovais e podem ser customizados com o logo do hotel e o número do quarto. Além de garantir a privacidade e comodidade e melhorar a comunicação entre hóspedes e colaboradores, contribuem para a manutenção do meio ambiente (uma vez que substituem as tags de papel) e possuem baixo consumo de eletricidade, podendo ser integrados aos economizadores de energia.

Esses são apenas alguns dos novos recursos que simplificam enormemente o dia a dia hoteleiro. Eles atestam que o futuro chegou ao setor e que a tecnologia pode e deve ser um forte aliada.

*Andrew Fortunato é diretor da Entersec, empresa especializada em soluções de segurança na hotelaria.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image