Publicidade
Leceres

Vá e Vença!

O Dia e horário dessa postagem está no final, assim como nome do autor. O tempo estimado de leitura é de 2 minutos

Artigo de Rhaxwell Santos*

Apesar de saber o valor de se “tirar um período sabático”, não consigo encarar o atual momento como sendo um. Sou, sim, a favor do “ócio criativo”, muito bem descrito pelo imortal Ariano Suassuna, seja ele embalado ao movimento de uma rede, jogando palavras cruzadas, fumando um precioso charuto, fazendo tudo isso ao mesmo tempo ou fazendo absolutamente nada. Desde que não dure mais que algumas horas no dia, trata-se de uma terapia e não de perda de tempo.

Esse processo refresca a mente, oxigena o cérebro, alivia a alma e, como diriam meus amigos de escafandro ou apneia, é uma câmara de descompressão. Mas não se pode acreditar (pelo menos para a maioria dos mortais) que esse tempo de desaceleração, confinamento e quase inércia das economias e dos mercados, são “férias”.

Publicidade
Soluções 1

Acreditar que a onda quebrou e o normal agora é viver submerso, sem respirar, é um pensamento que só poderá durar alguns minutos, pois logo estará sufocado e em pouco tempo sucumbirá. O movimento da queda, aquela que pode ter nos levado ao chão ou até abaixo dele, necessita de uma reação à altura. Não quero aqui propor uma nova teoria da evolução, mas acredito que não serão apenas os com poder de adaptação que sobreviverão, pois teremos que aliar isso à força de vencer a si mesmo e superar a dor e a incerteza. Quem se entregar ou acreditar que é “hora de descanso”, logo perceberá que não está de férias, mas sim “morto”.

A pandemia do COVID-19 lamentavelmente tem ceifado milhares de vidas, mas o impacto nas vidas que se mantiveram é brutal. Empresas e empregos em risco (para falar daqueles que ainda os tem), economias dilaceradas e o futuro com uma única certeza: encarar o novo demandará tranquilidade, estratégia e, acima de tudo, coragem. Vidas e negócios terão que ser redesenhados.

Assim, hoje aproveitar o tempo, preparar-se para enfrentar todo dia como um novo e não acreditar que nessa crise todo dia é sábado. Prefiro acordar como se as segundas-feiras se repetissem ininterruptamente.

Publicidade
Clima ao Vivo

Portanto, sugiro:

  • Manter uma rotina produtiva de horários, evitando a procrastinação;
  • Fazer a agenda diária e cumpri-la é fundamental, criar metas/objetivos e persegui-los;
  • Manter sua rede de contatos ativa, indo além do compartilhamento das piadas de WhatsApp, textões políticos do Facebook ou fotos de “TBTs” do instagram;
  • Manter um bom nível de aprendizado diário, preparar-se e desenvolver novas habilidades: lembre-se de continuar “afiando o machado”;
  • Continuar produzindo e ajudando para que os outros, seus times e sua família também o façam com equilíbrio e harmonia;
  • E, sim: manter um momento pessoal de relaxamento, fortalecimento espiritual e mental, aproveitando para ler algo leve, brincar com os filhos ou sozinho. Tudo isso pode ajudar muito na restauração do “eu mesmo”.

Gostaria muito de dizer que a situação atual não se trata de uma guerra, que a vida não é uma grande e impiedosa batalha e que não estamos o tempo todo a lutar. Porém, enxergo que é exatamente assim. É como se estivéssemos em meio a uma briga e, sensatamente, andássemos para trás na tentativa de evitá-la, até que, então, nos deparássemos com uma parede. Não tendo mais como recuar, só nos restará ir para cima do oponente, como se nossa vida dependesse disso. E acredite: depende.

Portanto, Vá e Vença. Força.

*Rhaxwell Santos é CEO da Estrela do Sucesso, Developer em fundos de investimentos no Brasil e Portugal, Gestor, Hoteleiro, Professor universitário e formador de equipes vencedoras. rhaxwell@estreladosucesso.com

Publicidade
21 anos Revista Hotéis

Edgar J. Oliveira

Edgar J. Oliveira - Diretor editorial - Tenho 30 anos de formação em jornalismo e já trabalhei em grandes empresas nacionais em diferentes setores da comunicação como: rádio, assessoria de imprensa, agência de publicidade e já fui Editor chefe de várias mídias como: jornal de bairro, revista voltada a construção, a telecomunicações, concessões rodoviárias, logística e atualmente na hotelaria.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image

CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA