Publicidade
Pikolin

O mundo após a pandemia da COVID-19 é discutido no 2º Innovation Lab

O Dia e horário dessa postagem está no final, assim como nome do autor. O tempo estimado de leitura é de 3 minutos

Dando continuidade ao 2º Innovation Lab, evento organizado pela HSMAI Brasil no Hilton São Paulo Morumbi, o evento contou com a participação de Luis Rasquilha, Chief Executivo Officerat Inova e Giuliana Fonseca, Country Sales, Director Selina. O assunto abordado foi sobre o mundo após a pandemia de esfera global da COVID-19. O crescimento do home office foi trazido para o tema. 

Publicidade
Simmons

Pandemia:

Luis Rasquilha introduziu o assunto dizendo que: “O fenômeno que teve o impacto grande no mundo. O último impacto global foi a Segunda Guerra mundial, ela foi mais parcial. E essa pandemia foi a nível mundial. O que é interessante olhar, e está pautado na gestão. Em termo de gestão, a COVID não foi provocador e sim acelerou. Ele colocou um caminho mais natural para o uso da tecnologia. É a forma de reinventar o nosso negócio. A nossa indústria foi impactada sim por isso, todos nós no contexto geral, alguns infelizmente faleceram, fomos impactados de alguma forma. Lá em 2019 não imaginávamos. Pensamos que seria uma coisa rápida, vamos fazer 15 dias em casa, mas estão há um ano e meio. Precisamos buscar outras alternativas de negócio, de vida. É o famoso novo normal”, diz.

O mundo após a pandemia da COVID-19 é discutida no 2º Innovation Lab

O aumento dos casos da Covid-19 influenciou diretamente o desempenho da hotelaria

Luis também comentou sobre como os novos negócios surgiram durante essa pandemia, algumas profissões que ganham mais força, e outras que perdem. Foi lembrado também sobre a importância dos pequenos negócios neste momento, a inovação para acelerar um mercado muitas vezes em queda.

Publicidade
Equipotel 2021

Transformações digitais

Também foi explicado por Rasquilha como as mudanças precisam ser absorvidas pelas empresas visando o novo pensamento e a nova forma dos clientes consumirem os seus produtos. “A jornada do cliente tem que ser perfeita, a forma que entendíamos o consumidor mudou, não é mais igual 2019. Este ano, é outro. Falamos de contato, de compra, pós compra, onde estão os gargalos para evoluir. Falam do Instagram, por exemplo, a jornada mudou. O cliente está mais digital e precisamos como empresa perceber isso e ver como vai afetar. A primeira dica é atualização da jornada do cliente.

Publicidade
Onity

Legado

Luis Rasquilha, Chief Executivo Officerat, também levantou a questão dos reflexos da pandemia da COVID-19 após a passagem dela, ou seja, como podemos usar isso como ferramenta para mudar a nossa empresa. “Qual o legado dessa pandemia? O que pensamos após isso? A pergunta vai ser essa. O que aprendemos de novo? Que nos permita trazer uma nova ideia, uma inovação que seja uma resposta para esse problema que a empresa está vivendo”.

Home office

Giuliana Fonseca, Country Sales, Director Selina, também participou falando sobre a nova forma de trabalho. O novo escritório, o famoso home office. “É bastante difícil lembrar como era o deslocamento, transporte, tem a parte de oba oba do escritório, sinto falta do cafezinho no corredor. Mas pensando no trabalho remoto, o primeiro é o senso do coletivo, você perde uma troca com seus colegas. Depois tem o uso da tecnologia, a boa conexão. Quem nunca teve um problema de internet? E também o aumento do controle dessa tecnologia. Por outro lado, tem a parte da questão do tempo, pensando na facilidade em trabalhar, ela ajuda a se conectar em qualquer lugar. Tem estudos que comprovam que as pessoas se sentem mais produtivas, elas se sentem mais confiantes, colocam rotinas junto com o filho, treinos… Aumenta a produtividade”, esclarece.

O mundo após a pandemia da COVID-19 é discutido no 2º Innovation Lab

Giuliana Fonseca, Country Sales, Director Selina

Giuliana também citou os Hotéis Selina como exemplo para os participantes. “A Selina é uma empresa que a palavra chave é conexão. Eu sinto falta de estar no escritório, mas quando eu trabalho em outro lugar, eu estou conectado com a minha equipe do Selina. Mesmo sendo da área do comercial, é possível essa possibilidade”, diz.

Publicidade
SPCVB

Mercado

“O mercado precisa estar pronto para corrigir. Quando você pensa numa ação, esteja pronto para virar a chave caso de errado. Mercado precisa estar pronto para um espaço de combinações que você pode trabalhar, ou seja, você pode atuar em qualquer lugar. Claro, isso depende do seu cargo e do que a empresa espera”

Publicidade
Anuncie conosco

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image
CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA