Publicidade
SPCVB

Hotelaria – recomeçar de onde paramos

O Dia e horário dessa postagem está no final, assim como nome do autor. O tempo estimado de leitura é de 2 minutos

*Artigo de Henrique Cesar Antevere de Gouveia

Já sobrevivi à algumas crises financeiras em meus 30 anos de hotelaria, e com algumas perdas sobrevivemos, saímos mais fortes, aprimoramos nossa gestão, reinventamos nossa atuação comercial, buscamos novos canais de venda entre outras inúmeras ações. Entretanto estamos enfrentando a pior crise econômica da história da hotelaria, e não apenas a hotelaria brasileira, mas a hotelaria mundial, uma parada inesperada e sem aviso, colocando em risco toda a cadeia de turismo.

Publicidade
Engie

Muito cedo para se criar cenários, mas não tarde para se criar conceitos. O primeiro conceito que a hotelaria precisa adotar de forma comum é a de recomeçar de onde paramos. O que isso significa ? Que devemos ser coerentes na gestão das nossas tarifas, já sabemos que uma guerra tarifária não é benéfica para ninguém, passamos vários anos buscando não apenas elevar as tarifas mas sim colocá-las em um patamar que fosse possível com ela tornar o empreendimento saudável financeiramente, possibilitando ampliar a qualidade e a quantidade de serviços oferecidos, de investir na qualificação dos nossos colaboradores, nos retrofits tão necessários e logicamente poder alcançar números saudáveis de rentabilidade aos investidores.

Publicidade
Simmons

O recomeçar de onde paramos precisa ser um acordo responsável de toda a hotelaria e sem exceções. Não podemos aceitar perder o valor das diárias médias, pois a ocupação irá ao longo do ano crescer, e tendenciosamente voltar aos números de onde paramos. Tenham em mente que é uma crise passageira e todos os setores estarão buscando retomar seus negócios, os eventos acontecerão, as viagens de negócio adiadas serão remarcadas e as viagens em família serão ainda mais valorizadas, afinal depois de uma quarentena nada melhor que um hotel para nos revigorarmos.

Publicidade
Equipotel 2021

Temos na hotelaria a capacidade de nos renovar, de criar novas oportunidades, de quebrar paradigmas e gestores extremamente competentes, que enquanto escrevo aqui, estão debruçados em planilhas eletrônicas desenhando seus planos de ação, escolhendo as melhores alternativas para o próximo momento, decisões difíceis serão tomadas, e diferente de outros segmentos a hotelaria não tem estoque do seu produto, a validade do nosso produto é de um dia, e ainda diferente de tudo a nossa produção não para, temos todo dia produtos vencendo e gerando prejuízo.

Vamos trabalhar pela ocupação sim, renovar as parcerias comerciais, oferecer nossos produtos valorizando nossos serviços, nossas qualidades, nossos diferenciais e acimada de tudo vamos mas manter as tarifas de onde paramos.

*Henrique Cesar Antevere de Gouveia é formado em Administração de Empresas e especialização na FGV, com 30 anos de experiência em gestão hoteleira em grandes redes como Meliá Hoteles, Rede Estanplaza, GTSP entre outros. Atual Diretor Executivo da Ecco Brasil Cosméticos.

Publicidade
APP da Revista Hoteis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image
CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA