HOME Matérias Aconteceu Hotel & Food Nordeste: Números parciais apontam crescimento do evento

Hotel & Food Nordeste: Números parciais apontam crescimento do evento

43
0
SHARE
Tatiana Menezes, Rodrigo da Fonte e Carol Baía (Foto: Hugo Okada)

Direto de Olinda (PE) – A 2ª edição da HFN – Hotel & Food Nordeste chega ao seu último dia no Centro de Cenvenções de Pernambuco e os diretores do evento Tatiana Menezes, Carol Baía e Rodrigo da Fonte comentaram os resultados preliminares do evento.

Tatiana explicou: “A intenção esse ano foi focar em conteúdo. As pessoas esperam muita experiência, muito conteúdo e não somente diversidade de expositores. Nessa parte, tivemos doze eventos paralelos contando com a Ilha da Tecnologia. Chegamos no segundo dia do evento superando o número de visitantes do ano passado. O terceiro dia está sendo a consolidação dessa superação”.

A Diretora também enfatizou a presença das caravanas, muitas vindas da própria região Nordeste. “Foram mais de 15 caravanas de todos os estados do Brasil, mas a maioria é oriunda do Nordeste. A maior foi a organizada pela FBHA – Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação, que trouxe ao evento cinquenta pessoas”, afirmou.

Este ano a HFN otimizou todos os espaços disponíveis no Centro de Convenções de Pernambuco para a realização do evento. Segundo Tatiana, a setorização foi uma das demandas mais solicitada pelo público e pelos expositores que participaram da experiência na primeira edição, em 2018.

A 2ª HFN em números

A expectativa dos diretores para a segunda edição era de uma visitação que superasse a marca de 11 mil pessoas. “Até ontem já batemos os três dias do ano passado. Este ano foram 250 expositores para 160 do ano passado. Isso representa um crescimento de 56% em relação ao ano passado. O impacto econômico é de R$ 325 milhões para R$ 250 milhões no ano passado. Em relação ao número de palestras, este ano foram 79 palestras. Este ano tivemos quatro projetos a mais do que o ano passado e essa é uma das missões da HFN, qualificar o público do evento”, detalhou Tatiana.

Caravanas

Tatiana Menezes enumerou as caravanas presentes este ano na HFN. “Vieram caravanas de João Pessoa, Rondônia, Natal, Aracaju, Petrolina, Serra Talhada, Garanhus, Caruaru, além daqueles que se inscreveram aqui mesmo. O investimento total neste ano foi de R$ 1,5 milhão. Imaginamos que a economia regional teve um impacto de R$ 10 milhões com hotelaria, turismo, alimentação, traslados, entre outros”, ressaltou a Diretora.

Expositores

A HFN este ano foi segmentada em Hotelaria, Alimentação e Panificação. “O projeto Confeitar está sendo trabalhado para 2020. Nossa expectativa de público para o ano que vem ainda é uma incógnita, precisamos fechar o número total para fazer uma previsão mais assertiva”, informou Tatiana.

O projeto Confeitar (Foto: Hugo Okada)

Carol Baía, Diretora comercial, explicou que a planta de 2020 já está setorizada. “Panificação e hotelaria vai crescer muito. Temos empresas que visitaram a feira este ano e já querem expor. A Hotel Cor vai continuar com muito conteúdo em hospitalidade, mas a Padaria do Amanhã também deve continuar apresentando conteúdos para o segmento, afinal hospitalidade é um conceito amplo”, analisou.

Feira virtual

Uma outra novidade para 2020 é a chegada da versão digital da feira, em parceria com a Trade Connect. “A feira estará na palma da mão. Todos os expositores estarão na feira virtual e isso é uma inovação mais que necessária para o progresso do evento”, finalizou Carol.

Confira mais fotos do evento.

SHARE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image