Publicidade
Simmons

Assa Abloy Hospitality apresenta soluções para hotéis de médio porte

O Dia e horário dessa postagem está no final, assim como nome do autor. O tempo estimado de leitura é de 2 minutos

Não são apenas grandes redes e empreendimentos os clientes da Assa Abloy Hospitality. Segundo Nicolas Aznar, presidente da empresa para a América Latina e o Caribe, os produtos da Assa Abloy Hospitality contam com grande versatilidade para atender meios de hospedagem de todos os portes.

Aznar explica que o investimento feito em fechaduras precisa ser muito bem estudado e que a economia na compra pode gerar problemas futuros, principalmente no quesito de segurança e reposição de peças. “O investimento deve ser feito da melhor forma, não apenas buscando preços atrativos mas sim opções que possam, no futuro, acompanhar a tendência de mercado”, diz.

Alguns empreendimentos na Serra Gaúcha adquiriram fechaduras da Assa Abloy Hospitality, como é o caso do Hotel Interlaken, em Gramado, que deve abrir suas portas nos próximos dias, e já tem instaladas fechaduras de rádio frequencia (RFID). A decisão da direção do Interlaken diz que a escolha foi principalmente por não se tratar de um produto chinês e pela tecnologia empregada. Além disso, a escolha pelo equipamento com tecnologia RFID basea-se na sensação de avanço tecnológico e segurança dentro do estabelecimento, fora o problema de desmagnetização.

Publicidade
APP da Revista Hoteis

Outro empreendimento que entrou no portfólio da Assa Abloy Hospitality é o Hotel Pousada Kaster, também localizado em Gramado. Para Josué Meireles, gerente comercial, o que motivou pela escolha da Assa Abloy foi o fato de já ter ouvido falar muito bem por parceiros hoteleiros. “Além disso, pesquisamos bastante, procuramos por tecnologia, design e segurança e depois de testar vários modelos em hotéis de ponta encontramos na Assa Abloy o que procurávamos. Os clientes agradecem”, comenta.

De acordo com Meireles, antes da decisão de aquisição das fechaduras RFID da Assa Abloy Hospitality, outros modelos foram avaliados. “Chegamos a conclusão que as demais não fornecem a tecnologia, segurança e facilidades que o sistema RFID possui. Quem nunca chegou cansado no hotel e o cartão magnético simplesmente não funcionou? É exatamente isso que queremos evitar, com o sistema de aproximação e a tecnologia de abrir por meio do celular esse problema não acontece”, pondera Meireles.

Nicolas Aznar e Ari Giorgi, Presidente para América Latina e Gerente de Vendas e Marketing da Assa Abloy - Foto: Raiza Santos

Nicolas Aznar e Ari Giorgi, Presidente para América Latina e Gerente de Vendas e Marketing da Assa Abloy – Foto: Raiza Santos

Em relação ao investimento, o gerente comercial do Hotel Kaster considera que após analisar várias marcas, modelos e valores a direção do empreendimento ficou satisfeita com a aquisição. “Vemos que a diferença de valores é muito pequena comparado ao benefício que as fechaduras de rádio-frequencia possuem. Apesar de outros gestores serem um pouco relutantes, a tecnologia RFID é uma tendência e logo será uma necessidade”, completa.

Para Ari Giorgi, gerente de Marketing e Vendas da Assa Abloy Hospitality para o Brasil, a vantagem principal do sistema RFID da Assa Abloy é a segurança. “A tecnologia garante segurança para o hóspede, pois não há meios de abrir a porta sem a utilização do cartão, que também não pode ser clonado, diferencial este exclusivo do cartão da Assa Abloy Hospitality. Essa característica garante ao hotel manter a segurança para o seu cliente e para si mesmo. Além disso, a Assa Abloy Hospitality garante aos produtos que oferece durabilidade, baixa manutenção e suporte técnico próprio permanente, atendendo 24 horas nos sete dias da semana”.

Publicidade
Tramontina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image
CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA