HOME Matérias Trade Seis projetos estão na disputa da Arena multiuso do Anhembi

Seis projetos estão na disputa da Arena multiuso do Anhembi

A SPTuris recebeu os estudos preliminares de grupos da iniciativa privada para construção de arena indoor multiuso que terá capacidade de, no mínimo, 20 mil pessoas

22
0
SHARE
Imagem aérea do Pavilhão de Exposições do Anhembi. Foto: Jose Cordeiro/SPTuris

A SPTuris – São Paulo Turismo, empresa municipal de turismo e eventos de São Paulo, anunciou que recebeu seis projetos da iniciativa privada para a construção de uma arena multiuso indoor na cidade de São Paulo (SP). A Arena será construída em um terreno de 21 mil m², localizado ao lado do Sambódromo do Anhembi.

A área foi objeto de um Chamamento Público de Manifestação de Interesse Privado (MIP) em janeiro deste ano. De acordo com o secretário para Assuntos de Turismo e presidente da SPTuris, Wilson Poit, os estudos apresentados são de alto nível. “Estamos muito satisfeitos com o empenho que o mercado demonstrou. A acolhida da iniciativa privada superou nossas expectativas e aparentemente os projetos são grandiosos e robustos”, disse.

Os projetos foram entregues em 17 de julho, pelos seguintes grupos:

1) Almeida & Fleury Consultoria Econômica Ltda. – TetraArq Arquitetura e Projetos Ltda;

2) Arena Assessoria de Projetos Ltda. – Moyses & Pires Sociedade de Advogados – Lagardere Unlimited do Brasil Operações Esportivas e Participações Ltda. – BF Capital Assessoria em Operações Financeiras Ltda;

3) Fernandes Arquitetos Associados – SBP do Brasil Projetos Ltda. – Empresa Brasileira de Engenharia de Infraestrutura Ltda;

4) IMX, Esporte e Entretenimento Ltda, que apresentou proposta em conjunto com o grupo da – Azevedo Sette Advogados Associados, Gustavo Penna Arquitetos Associados, Lumens Engenharia;

5) T4F Entretenimento S/A;

6) WTorre S/A.

Agora os projetos serão avaliados por uma Comissão Especial, que estará dedicada a um período de análise das propostas e rodadas de esclarecimentos com os proponentes.

Segundo Poit, desde a publicação do chamamento, em janeiro deste ano, o processo todo obedeceu aos prazos legais e manteve o cronograma planejado. “Estamos seguindo todos os protocolos. Agora a comissão vai se debruçar sobre os projetos apresentados, analisando todos os aspectos para construir o modelo final, que poderá ter sugestões de diferentes propostas e que atenderá integralmente aos interesses da São Paulo Turismo e da cidade. Só então lançaremos o edital definitivo para licitação”, explica o secretário.

SHARE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image