HOME Matérias Aconteceu Revolução Digital na Hospitalidade é tema de palestra no Senac SP Aclimação

Revolução Digital na Hospitalidade é tema de palestra no Senac SP Aclimação

372
0
SHARE
Os palestrantes mostraram muito conhecimento na abordagem dos temas

O Senac São Paulo, unidade da Aclimação, promoveu agora há pouco um evento chamado Revolução Digital na Hospitalidade. O objetivo desse evento foi abordar através de palestras as transformações do setor com a expansão das plataformas virtuais. Essas novas ferramentas possibilitam diversos benefícios como ampliar a produtividade e eficiência por meio do controle de custos, promover agilidade na tomada de decisão com conectividade em tempo real, identificar o cliente atual e potencial, além de proporcionar uma entrega confiável em toda a jornada do consumidor. Isso gera uma integração das operações de compras, vendas, finanças e estoque.

O auditório do Senac Aclimação recebeu um bom público

Participaram desse evento os seguintes profissionais: Angel Sorane Andrade, Arquiteta de sistema na empresa Stelo. Ela é especialista em Tecnologia da Informação, com pós-graduação em Gestão de Projetos e certificação Project Management Professional. Possui mais de dez anos de experiência em TI, em indústrias de meios de pagamento, banco de varejo e autosserviço. Carlos Roberto Sobrinho, Gestor de soluções e negócios na Totvs. Especialista em Tecnologia da Informação, graduado em Ciência da Computação e Técnico em Processamento de Dados. Atua há mais de 15 anos no segmento da informática. Erwan Le Goff, Vice-presidente de Tecnologia da Informação da AccorHotels América Latina. Ele também é responsável pela definição e implantação da nova estratégia digital do grupo. Erwan tem experiência de 18 anos no segmento hoteleiro. Luciano Siqueira Vieira, Gerente de compras e negócios da América Latina da Rede Accor. Mestrando em Engenharia de Software, Luciano cursou extensão do MBA em Gestão Empresarial na Universidade da Califórnia.

Carlos Roberto Sobrinho: “A tecnologia é uma ferramenta essencial para um hotel ser competitivo no mercado”

Quem iniciou a palestra foi Carlos Roberto Sobrinho que destacou o sistema ERP e de gerenciamento e como a tecnologia está mudando o mundo da hotelaria. E ele apresentou algumas fotos em que aparecia TV de tubo, mimeógrafo e segundo ele, essa evolução é constante e no mundo na hotelaria não é diferente. “Melhoria não é somente no âmbito da tecnologia, pois hoje em tudo que fazemos tem tecnologia por trás, como reservas de passagem aérea, utilizar aplicativos de mobilidade. A tecnologia é uma ferramenta essencial para um hotel ser competitivo no mercado. Ela está presente em todos os setores, como check-in, check-out, recepção, governança, entre outros. Cada dia que passa o hóspede possui menos paciência e ele não quer ser importunado, quer coisas práticas e ao alcance de suas mãos. Se comparado ao mundo da aviação, mobilidade ou mesmo cloud, a hotelaria ainda está engatinhando na aplicação de tecnologias, mas isso está mudando rapidamente”, destacou Sobrinho.

A Professora Ildete Almeida Perezin foi quem apresentou o evento

Vantagens do ERP

E segundo ele, o ERP – Enterprise Resource Planning é uma ferramenta eficaz, pois ele organiza os dados de forma simples e responsável, provendo o negócio com informações em tempo real. Para isso, leva em conta a cadeira da operação e co comprometimento da equipe. “Instalar esse sistema traz vantagens significativas para o meio de hospedagem, como redução de estoque, de pessoal, aumento de produtividade, redução de custos de TI, entre outras ferramentas que ainda inclui o front-office que controla caixa, estatística, governança, entre outros. O ERP também controla o BackOffice proporcionando ganhos consideráveis em administração geral e financeira”, destacou Sobrinho.

E encerrando sua palestra, Sobrinho também citou o BI – Business Inteligente que permite a empresas visualizar as tendências e padrões de comportamento, baseado em dados históricos facilmente acessados através de Dashboards e relatórios para identificando os riscos. “A tecnologia facilita a vida dos hóspedes, mas tudo que for oferecido ele pode voltar contra e ou a favor do hotel, por isso é necessário fazer com que o hóspede tenha uma agradável experiência sempre”,conclui Sobrinho.

Luciano Vieira “Hoje em dia a última palavra é cabeamento ótico, mas muitos hotéis não possuem essa estruturada preparada e ainda utiliza cabo coaxial ou de telefonia”

A internet das coisas

Em seguida foi a palestra de Luciano Vieira que abordou em sua palestra sobre conectividade e consumo de dados, atualização dos equipamentos para suportar, sistemas webs e o ranking dos motores de buscas. “Antigamente se utilizava o cabo coaxial ou um cabo comum de telefonia para transmissão de dados. Mas hoje em dia a última palavra é cabeamento ótico, mas muitos hotéis não possuem essa estruturada preparada e ainda utiliza cabo coaxial ou de telefonia. Hoje em dia tudo se converge a dados e essa é a  necessidade de qualquer meio de hospedagem. Netflix é uma ferramenta essencial num hotel, mas consome muitos dados, assim como vídeos do you tube. Então é necessário que o hotel tenha uma infra-estrutura preparada para utilizar essas tecnologias”, lembrou Vieira.

Ele explicou aos presentes o que é um Kbps e a necessidade constante de estar aumentando o limite dos equipamentos para suportar as novas tecnologias. A evolução da rede IP também foi abordada por Vieira em sua palestra como uma necessidade de constante evolução. E as formas de contratar esses serviços também foram explicadas. “Hoje em dia existem grandes data centers que gravam, processam os dados com muita segurança e rapidez e armazena nas nuvens.

E finalizando sua palestra, Vieira abordou a web com sua complexidade, histórico e desenvolvimento. E lembrou: “Hoje em dia a tecnologia evolui muito, sendo possível que numa simples navegação em um site, ele apresente algumas soluções de consumos através dos cookies que os internautas pesquisaram na internet. E outra solução que não podemos menosprezar é o ranking que o Google faz para indexar uma página. Todo meio de hospedagem deveria conhecer para posicionar seu negócio de forma ainda mais competitiva no mercado”, conclui Viana.

Angel Sorane Andrade: ““O risco no e-commerce é de quem oferece o serviço e não do cliente que adquire”

Ganhos do e-commerce

Angel começou sua palestra mostrado o perfil do consumidor brasileiro e segundo ela, quem gasta mais na internet são as famílias com ganhos acima de R$ 3 mil. “A escolha dos meios de pagamento é mais uma opção quando se fala de e-commerce que possui ainda uma série de outras ferramentas, como o ecossistema dos meios de pagamentos. Nela os consumidores podem encontrar uma série de facilidades de integrações com facilitadores, gateways, credenciadora, as bandeiras de cartões de crédito e os bancos”, explicou Angel.

Segundo ela, o cartão de crédito atualmente é o meio de pagamento mais utilizado nos pagamentos digitais, seguido de boleto bancário, cartão de débito, débito online e transferências entre bancos. “O risco no e-commerce é de quem oferece o serviço e não do cliente que adquire. Então se houver alguma fraude, o cliente não pode ser lesado”, revelou Angel.

Como escolher o provedor de meio de pagamento e suas variedades, também foram temas abordados nessa palestra, assim como precificação e prazo de recebimento. E encerrando sua palestra, Angel deixou uma dica. “O Brasil, juntamente com a China e a Rússia possuem os maiores fraudadores digitais do mundo. Por isso é muito importante que o meio de pagamento do e-commerce seja PCI-DSS compliant”, concluiu Angel.

Erwan Le Goff: “Cada vez mais os clientes buscam experiências inovadoras “

Experiências diferenciadas

E encerrando esse ciclo de palestras, Erwan Le Goff iniciou sua palestra números da AccorHotels no mundo, em que conta com mais de 4.100 unidades e 580 mil quartos. “Temos uma variedade grande de marcas, mas crescendo na aquisição de outras, como Fairmont, Rafles e Swissotel, como forma de ser ainda mais competitivos no mercado. Antigamente a França representava 60% das atividades da AccorHotels, mas hoje representa apenas 25%. A América do Norte, Caribe e América do Sul hoje representam 13%, enquanto a Europa representa 29%, 7% na África e Oriente Média, mas o grande crescimento se dá na Ásia-pacífico com 26% de participação. Aliás, esse é o grande mercado de crescimento no mundo e as marcas digitais desse mercado como Alibaba e Badoo crescem cada vez mais”, destacou Le Goff.

As experiências diferenciadas pelos clientes também foram destacadas nessa palestra. “Cada vez mais os clientes buscam experiências que possuem em sua casa e temos marcas para superar as expectativas como a Mama Shelter e Jo & Joe. Mas independente da marca, é necessário que exista muita tecnologia agregada nos serviços prestados. Cada vez mais as reservas estão ficando digitais. Hoje cerca de 80% de nossas reservas são digitais e a tendência é que continue aumentando, pois a tecnologia está em constante evolução”, disse Le Goff.

Segundo ele, hoje em dia os clientes estão cada vez mais conectados e os desafios do TI na hotelaria são: a simplificação da tecnologia, a aceleração da revolução digital e o ciclo de vida dos sistemas.

O novo curso de MBA do Senac foi apresentado nesse evento

Após as palestras, houve uma série de perguntas aos painelistas e foi apresentado também o curso de MBA Hotel business administration que o Senac está lançando no mercado com carga horário de 486 horas. esse curso se destina a profissionais da área hoteleira com diploma de graduação e experiência mínima de dois anos em carga gerencial. Mais informações podem ser obtidas através do site www.sp.senac.br/posgraduacao  

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image