HOME Matérias Aconteceu Hotelaria independente é tema da 11ª edição do Encontro da Hotelaria e...

Hotelaria independente é tema da 11ª edição do Encontro da Hotelaria e Gastronomia Mineira

82
0
SHARE
Marco Tulio Quina: "A hotelaria mudou muito nos últimos anos, mas o bem receber ainda permanece"

Direto de Juiz de Fora (MG) – Quem proferiu esta palestra que terminou agora à pouco foi Marco Túlio Quina, Diretor da Real Hotéis, empresa especializada em consultoria, gestão e projetos hoteleiros. Com isto, encerrou o primeiro dia da 11ª edição do Encontro da Hotelaria e Gastronomia Mineira que acontecesse até amanhã no Centro de Convenções do Independência Trade Hotel e Eventos, em Juiz de Fora. Quina começou sua palestra mostrando um panorama da hotelaria do passado destacando o baixo custo de operação, ganhos satisfatórios, não era necessário fidelizar os clientes e a oferta era somente em agências e guias, pois não existia canais de comunicação na web. “E este passado não é tão distante assim, o retrato é de 15 a 20 anos atrás. Hoje a hotelaria é completamente diferente. O custo é elevado, os ganhos reduzidos, o custo é alto para fidelizar os clientes, as ofertas são variados e existem vários canais de comunicação, como a internet que faz uma avaliação interativa das informações do hotel no mundo inteiro”, lembra Quina.

E uma pesquisa do TripAdvisor que aponta como o hóspede escolhe os hotéis foi lembrada por Quina. “Preço é a primeira opção para a escolha do hotel seguido pelas avaliações e pontuações de sites especializados, wi-fi e café da manhã gratuito e serviços de quarto também impacta nesta escolha”, avaliou Quina.

Os hoteleiros de Caxambu, Amaro Gadbem e Raul Spinelli também participaram desta palestra
Os hoteleiros de Caxambu, Amaro Gadbem e Raul Spinelli também participaram desta palestra

Dentro desta mesmo palestra foi participou José Carlos Branco, Gerente geral do Independência Trade Hotel que destacou que a hotelaria independente é mais flexível em relação a redes hoteleiras que possuem decisões mais engessadas. “Isto possibilita ganhos competitivos , serviços mais personalizados e tarifas mais flexíveis”, avaliou Branco.

Os hoteleiros de Caxambu, Amaro Gadbem e Raul Spinelli também participaram desta palestra. “A hotelaria antigamente oferecia serviços básicos aos hóspedes e isto era suficiente para agradá-los, mas hoje eles são mais exigentes. A distribuição hoje é o grande desafio do hotel independente e quem não domina as ferramentas modernas, não terá a performance necessária”, avaliou Gadbem. “Entender o comportamento do mercado é essencial, viver do destino é um complicador e ter uma logística para trazer os clientes fazem a diferença para a hotelaria independente, principalmente a de cidades do interior”, completou Spinelli.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image