HOME Matérias Aconteceu Marco Tulio Quina palestrou na 17ª edição do Encontro da Hotelaria Mineira

Marco Tulio Quina palestrou na 17ª edição do Encontro da Hotelaria Mineira

81
0
SHARE
Marco Tulio Quina: "A hotelaria passou por uma grande transformação nos últimos anos"

Direto de Belo Horizonte (MG) – Essa palestra do Consultor e diretor da Real Hotéis, Marco Tulio Quina fez parte desse Encontro que teve início hoje de manhã no Aeroporto de Confins. Quina abordou o tema “Administrando serviços de excelência na hotelaria” em sua palestra. Ele começou falando da estrutura hoteleira nos últimos 50 anos e da chegada das grandes redes internacionais no Brasil a partir de 1988. Fez uma abordagem crítica da hotelaria atual, com o excesso da lei de oferta, equipamentos hoteleiros desatualizados, a comercialização das diárias cada vez mais concentradas nas mãos das OTA´s e a redução nos custos operacionais para rentabilizar os investidores. “Algumas redes priorizam dar rentabilidade aos investidores em vez de aumentar os serviços prestados aos clientes e isso pode ser percebido claramente. Hoje em dia está acontecendo um excesso na comercialização com as OTA´s que em alguns casos podem chegar até 90% em alguns hotéis e cobrar taxas de até 33%. Ou seja, o hoteleiro em vez de arrumar um distribuidor de reservas, arrumou um sócio que só retira o lucro. Na Europa os hotéis operam com no máximo 15% de sua disponibilidade de quartos e as taxas são bem inferiores as praticadas no Brasil”, assegurou Quina.

Estrutura hoteleira dos últimos 50 anos apresentado um slide da palestra de Marco Tulio Quina

O compartilhamento ganhando cada vez mais força no turismo e hotelaria também foi mencionado por Quina citando a atuação do Airbnb. E para quem acha que ela atrapalha o segmento hoteleiro, Quina alertou: “Outras grandes empresas que ainda não chegaram no Brasil, mas que possuem forte atuação no exterior, estão de olho nas oportunidades, como a Knok, Couch Surfing, Feastly e Wimdu”.

Outros aspectos foram mencionados em sua palestra como as tendências e necessidades dos millenions, a necessidade da qualificação da mão de obra, gestão de custos, algumas inovações para mimar os hóspedes, as tecnologias para maximizar os serviços prestados e os bussines inteligenci.

Os serviços de hospedagem crescem cada vez mais no mundo e muitos ainda não chegaramno Brasil

A reportagem da Revista Hotéis viaja a Belo Horizonte e se hospeda no Confins Suítes Hotel a convite da FBHA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image