HOME Matérias Aconteceu Le Havre faz workshop para agentes de viagens no Brasil

Le Havre faz workshop para agentes de viagens no Brasil

22
0
SHARE
Eric Baudet, Diretor de Comunicação do escritório de turismo de Le Havre; Ellen Bileski, relações públicas de Le Havre no Brasil; Christiane Chabes, representante de Le Havre no Brasil para o trade, Nicolas Di Grappa, responsável pela promoção internacional do escritório de turismo de Le Havre - Crédito: Divulgação

Le Havre, destino francês da Normandia, promoveu no dia 26 de abril um workshop para agentes de viagens no Hotel Meliá Paulista (SP). O destino tem apostado nos agentes de viagens brasileiros para atrair mais visitantes para a região. A cada ano, mais brasileiros descobrem a gastronomia, a história e a arquitetura da cidade que tem um laço centenário com o Brasil, além de ser o berço do impressionismo.

A cidade, que foi reconstruída toda em concreto pelo arquiteto Auguste Perret após ser completamente destruída em 1944, é considerada por historiadores e urbanistas uma das maiores realizações arquitetônicas do século XX. Há 13 anos esse conjunto arquitetônico foi reconhecido pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade.

Le Volcan, obra de Oscar Niemeyer – Crédito: Divulgação

A cidade também tem uma série de conexões com o Brasil que começam desde o comércio de café do Brasil a França até um majestoso teatro projetado por Oscar Niemeyer no coração da cidade, conhecido como “Le Volcan”. Além disso, Le Havre foi o berço da vela na Europa e é o ponto de partida de uma das mais importantes regatas transatlânticas do mundo: a Transat Jacques Vabre, que teve como destino o Brasil em suas últimas edições.

A duas horas de Paris de trem ou carro e com excelente infraestrutura hoteleira, Le Havre é também um ótimo ponto de partida para explorar toda a Normandia, como as falésias de Étretat e as cidades de Honfleur e Deauville. Imortalizada pelos mestres do impressionismo, a região é um desses raros destinos que misturam arquitetura, arte, paisagens bucólicas, espiritualidade e gastronomia.

É possível encontrar, na mesma região, as praias e jardins que inspiraram Monet e Boudin na maioria de suas obras, a arquitetura de Auguste Perret, lugares históricos de guerras como as dos 100 anos e II Guerra Mundial, a basílica de Santa Tereza, o Mont Saint Michel, além de degustar as melhores cidras e queijos, como o Camembert e Livarot.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image