HOME Matérias Aconteceu Canais de distribuição hoteleira é debatido no Power Breakfast em Recife (PE)

Canais de distribuição hoteleira é debatido no Power Breakfast em Recife (PE)

89
0
SHARE
Paulo Mendes: "Pense fora da caixinha, pois num momento de crise, o que vai lhe salvar é a criatividade”

Quem fez esta palestra agora há pouco foi Paulo Mendes, Diretor de vendas da Travelclick no Brasil no evento que é promovido pela HSMAI – Hospitality Sales & Marketing Association International que teve inicio hoje no Mercure Recife Mar Hotel Conventions. Mendes começou sua palestra afirmando que os hotéis brasileiros estão numa dependência muito grande da OTA´s (agências de viagens on line) e esquecem seus canais tradicionais de vendas, como a direta. “Hoje em dia o que vende é o preço e muitas OTA´s exigem uma tarifa muito baixa, com 15% de desconto em cima da tarifa net. Quando o hoteleiro se dá conta, a diária que está praticando muito abaixo e não cobre sequer os custos. Com isto, o hoteleiro não consegue fazer reposição e nem investir em modernização, o que é uma política de suicídio”, assegura Mendes.

Uma coisa que ele deixou claro é que a união é a forma de fazer frente ao que ele considera apetite voraz das OTA´s. “Enquanto o hoteleiro negocia de forma individual ele não é ouvido pelas OTA´s e elas vão passar em cima deste hoteleiro. Tomar decisão em conjunto numa negociação junto a uma OTA é difícil, pois cada hotel tem seu custo, mas é a decisão mais acertada”, avalia Mendes.

Canais de distribuição
Canais de distribuição apresentados por Paulo Menes

Ele deu uma dica para hoteleiros utilizarem a meta search engines como ferramenta eficiente, pois hoje se paga a comissão através de reserva efetivas e não é mais paper click. “Esta é uma porta muito utilizada pelos milênios e a meta search engines é  buscador dos buscadores e futuramente vai levar a muitas reservas”, avaliou Mendes.

E finalizando sua palestra, ele deixou uma outra dica. “A venda direta é a principal porta e canal, mas muitos hotéis não trabalham direito esta ferramenta e ela é a porta mais lucrativa que um hotel pode ter. Pense fora da caixinha, pois num momento de crise, o que vai lhe salvar é a criatividade”, concluiu.

A reportagem da Revista Hotéis viaja a Recife a convite da HSMAI. Voa de Avianca e se hospedou no Golden Tulip Recife.

SHARE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image