HOME Matérias Opinião Artigo: Mercados Crises e Soluções

Artigo: Mercados Crises e Soluções

37
0
SHARE
Rui Ventura, Consultor especializado em hotelaria

Artigo de Rui S. C. Ventura*

Os mercados estão ruins, “a crise”. Vamos separar estes dois “lobos maus”.

A crise foi uma realidade e os mercados de uma forma geral passaram uma grande recessão, olhando para esta, foram esquecidos alguns importantes detalhes: Existiu um pico dessa crise e não nos livramos dela, isso só vai sinalizar dia 29 desse mês, mas com ou sem crise houve crescimentos, existiram transações que foram efetuadas e geraram resultados, existem redes hoteleiras que cresceram, também existem as que parecem estar crescendo. O que não mudou ou que piorou foi aquele que passou a olhar só para a crise, parou de ver de perceber as oportunidades e na maior parte das vezes tomou atitudes desesperadas, estas nunca dão certo, não pode.

Os mercados estão ruins e um dia desses um amigo voltou-se para mim e perguntou: “quantos anos tem de turismo?”. Respondi “44”.  “Já viu anos tão ruins como os últimos 5 ou 6?”. Os anos não estão ruins, ou a crise de que falamos acima não tem toda essa culpa, o que realmente aconteceu é que a maioria, principalmente hoteleiros independentes, não querem ou não conseguem assimilar que os mercados mudaram. Eles continuam fazendo o mesmo e se aconselhando com outros que estão tão mal ou pior que eles, e aqui nós passamos a ter o que chamo normalmente de: “o abraço dos afogados”.

Depois disso, vamos então encaixar devidamente a consultoria consciente e em duas etapas: 1ª você tem dinheiro, quer investir em Hotelaria e começa como todo o mundo, (todo o mundo é muita gente) mas aqui me refiro à maioria, só um senão, 95% dos projetos que fomos contratados para ler terminaram na demissão do Arquiteto. Não, não somos contra o Arquiteto, mas ele não conhece na maioria dos casos as peculiaridades de um Hotel. Há os que conhecem, mas acreditem, o investimento destes profissionais nesta especificidade é enorme, então entendemos que a demissão não é a solução. No nosso entendimento faltou consciência ao investidor de contratar uma consultoria especializada dirigida por hoteleiros antes de contratar o arquiteto, isso com certeza economiza tempo, dinheiro e agiliza resultados.

Antes mesmo de iniciar a construção ou a compra de um Hotel pronto, o que acha de investir em um estudo de viabilidade profissional, e se você vai construir um Hotel este estudo não é para ser feito por um economista qualquer, mas sim um administrador hoteleiro que conheça economia. O valor deste estudo vai economizar o suficiente para construir um hotel igual em 10 ou 15 anos isso no mínimo.

A 2ª ponderação é o Hotel em funcionamento, tenho uma postagem com o Título: “Se vai tentar de novo, talvez não tenha perdido o suficiente”. Se insistir em sair de uma situação desagradável fazendo o que sempre fez ou respondendo a campanhas de Marketing e se aconselhando com os que estão na mesma situação, desculpe, você não sairá. Nossa consultoria não toma atitudes sem o diagnóstico, você acha que sabe, por qual motivo está nessa situação? Já soube, é como dizemos acima, os mercados não estão ruins, estão muito diferentes, portanto precisam de outras atitudes.

Quando você se dispõe a resolver esse problema e não começou pelo diagnóstico profissional externo, as chances de não o resolver são de 90%. Repare que a maioria das vezes nada é o que parece, preste atenção na imagem abaixo:

É preciso entendermos primeiro, e hoje como os mercados mudaram sim e exigem diferentes atitudes, isso nos leva a uma mudança de cultura administrativa e operacional estamos na presença de uma necessidade de mudança de cultura e isso não acontece do dia para a noite. É preciso tempo e esforço concentrado para incutir essa mudança da forma correta naqueles que devem promove-la e ela não pode ser colocada com “faça-se” e sim fazendo com que compreendam quais as vantagens quando essas mudanças estiverem implementadas e em funcionamento. Isso demanda uma assessoria quase que permanente durante pelo menos um ano. Essa é a proposta para que você saia da “crise” que mais do que nunca está servindo de desculpa para “a mudança que eu não entendi”.

Quando iniciei na hotelaria, o meio mais rápido era o PBX manuscritos só cartas, passei pelo PABX, o TELEX, o FAX e cheguei vivo à era da internet, e acreditem, hoje as mudanças são muito ágeis, muito rápidas e podemos errar e corrigir o que levaria 5 anos em 6 meses. É esta a velocidade que nos permite correções desde que estamos planejados para o futuro e não olhando para o que tivemos e não temos mais.

*Rui Ventura é administrador hoteleiro, atuando em consultoria plena e muito forte em Revenue Management. Contato – rui@venturaeassociados.com.br