Publicidade
Retomada do turismo

Hotelaria de Salvador registra melhora em setembro

Números da hotelaria de Salvador em setembro ainda estão longe dos resultados do mesmo período do ano anterior

A retomada da hotelaria de Salvador começa a dar sinais de melhora. Verificou-se que o aumento da demanda superou o ritmo de reabertura dos hotéis, confirmando um ligeiro aumento na taxa de ocupação e na diária média.

No mês de setembro, a taxa de ocupação ficou em 29,85% e a Diária Média R$ 214,20, resultando em um Revpar (indicador ponderado entre a ocupação e a diária média) de R$ 63,93. O cenário ainda está longe do observado no mesmo período do ano anterior – setembro de 2019, com ocupação média de 60,15% e diária de R$ 274,51 – mas os dados são positivos em comparação a agosto de 2020, com taxa de ocupação de 23,71% e diária média de R$ 206,76, gerando um Revpar de R$ 49,03.

Publicidade
RAP Engenharia

De acordo com Luciano Lopes, Presidente da ABIH-BA – Associação Brasileira da Indústria de Hotéis da Bahia, as pessoas estão em isolamento social há meses e se hospedar em um lugar diferente é uma forma de sair da rotina de forma segura. “O feriadão de 12 de outubro, dia da Nossa Senhora Aparecida, deve ser o melhor desde o início da pandemia. Esperamos uma taxa de ocupação acima de 50% para os hotéis abertos de Salvador”.

O Presidente da ABIH-BA, Luciano Lopes (Foto: Divulgação)

No dia 12 também é comemorado o Dia das Crianças e muitas famílias buscam viajar com os filhos, aumentando o nível de ocupação. “A procura para este período é positiva. A maioria das pessoas viaja por lazer, havendo predominância das famílias provenientes de regiões próximas. No entanto, com a gradual retomada dos voos, muitos paulistas têm optado por Salvador para passar o feriadão já que a malha aérea favoreceu essa conexão”, aponta Luciano Lopes.

Publicidade
Unilever

O Presidente da ABIH-BA explica ainda que o normal é as pessoas realizarem reservas com no mínimo vinte dias de antecedência. Mas ainda com receio de sair de casa, estão tomando decisões em cima da hora, fazendo com que os hotéis recebam novas reservas até para o próprio dia. O Presidente acredita que o desempenho hoteleiro só deve se normalizar após a descoberta da vacina ou de algum remédio eficaz no tratamento do coronavírus.

Publicidade
Harus

Pesquisa Conjuntural de Desempenho

Os números aqui divulgados são fruto da Pesquisa Conjuntural de Desempenho (Taxinfo), realizada pela ABIH, Associação Brasileira da Indústria de Hotéis – seções Bahia e Brasil. A partir do mês de abril de 2020, a pesquisa considerou uma base nova de hotéis, contabilizando apenas os abertos. O levantamento é digital e os dados são fornecidos diariamente pelos hotéis ao Portal Cesta Competitiva. A média resultante constitui indicador para avaliar a evolução da atividade de hospedagem na capital baiana.

Publicidade
APP da Revista Hoteis

Comments

Avatar
Rui da Silveira Cruz Ventura

academicamente falando o Hotel deve conseguir se manter com uma ocupação entre 29,7 e 33,3% isso é possível, temos consultados que conseguem esse resultado, porém o autor opera hotéis em tempos normais em torno dos 34,8% mas a rentabilização é normalmente 4 a 6 vezes maior que as normais. Precisamos ainda entender que estes dados precisam partir da configuração do empreendimento, vc não tem o ponto de equilíbrio em 31% porque quer, e sim porque configurou o hotel para isso. É obvio que os dados nos mostram que, com certeza hotéis houve que geraram algum resultado positivo, mas o geral não se paga nessas taxas.
NOTE-SE eu falo aqui só e exclusivamente de HOTÉIS – os condo e os flats têm uma outra realidade.
De qualquer forma parece haver uma recuperação – SUCESSO E BOA SORTE A SALVADOR e seu Parque Hoteleiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image

CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA