Publicidade
LG Eletronics

Diária Média da hotelaria de Salvador mantém tendência de crescimento

O Dia e horário dessa postagem está no final, assim como nome do autor. O tempo estimado de leitura é de 2 minutos

A rede hoteleira de Salvador registrou ocupação de 73,5% no mês de janeiro de 2020, revelando queda de 4,76% em relação ao mesmo período do ano anterior (78,26%). Já a Diária Média apresentou um incremento de 20,7%, passando de R$ 289,30 em janeiro de 2019 para R$ 349,11 em janeiro de 2020, resultado este em boa medida e influenciado pela entrada de hotéis de luxo no mercado. Deste modo, o Revpar (indicador ponderado da taxa de ocupação e diária média) teve incremento de 13,3%, com R$ 256,60, situando-se acima do verificado em igual período do ano anterior (R$ 226,41).

Publicidade
Dam Roupas

A entrada de hotéis de luxo no mercado e na amostra tiveram forte influência no aumento da Diária Média. Para avaliar seu impacto, basta verificar que sem considerar estes hotéis, a taxa de ocupação de janeiro seria um pouco maior (75,3%), Diária Média menor (R$ 282,17) e Revpar estável (R$ 215,92). Ou seja, mesmo desconsiderando a entrada dos hotéis de luxo, as conclusões da análise comparativa de janeiro de 2020 e janeiro de 2019 apontariam as mesmas tendências – embora com variações mais suaves – com crescimento de 2,9% na Diária Média, queda de 3,76% na ocupação e relativa estabilidade no Revpar (-1%).

Publicidade
APP da Revista Hoteis

Para Luciano Lopes, o Presidente da ABIH-BA (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis da Bahia), três fatores principais influenciaram os resultados. “Dentre os fatores apontados para esta ligeira queda na Taxa de Ocupação, está a crise na Argentina – que constitui o principal mercado emissor de turistas internacionais para Salvador; o incremento do aluguel de temporadas através de plataformas digitais, sobretudo a Airbnb, pois com a chegada do verão e do Carnaval, Salvador recebe muitos turistas que costumam alugar casas ou apartamentos para temporada; e a ampla divulgação dos problemas de óleo nas praias do Nordeste ocorrida no mês de outubro, período em que são fechados os grandes pacotes de reservas com operadoras ”.

Publicidade
LG Eletronics – Meio

Lopes observa: “Ainda assim, esse resultado é importante para o setor hoteleiro, pois sinaliza a manutenção da tendência de crescimento da diária média, fenômeno observado nos últimos meses e essencial para a manutenção da atividade e dos empregos, inclusive durante a baixa temporada”.

O Presidente da ABIH-BA ressalta que para o segundo semestre se espera uma melhora no desempenho em função da retomada do turismo de negócios, incentivado pela recente inauguração do novo Centro de Convenções. Além disso, para o Carnaval é esperado um resultado superior ao do ano passado, com taxas de ocupação próximas a 100%, sobretudo nos hotéis que ficam nos circuitos e proximidades, como Barra, Ondina e Campo Grande. “A cidade e a hotelaria estão preparadas para um desempenho positivo e sustentado neste ano”, afirma.

Publicidade
Harus

Os números são fruto da Pesquisa Conjuntural de desempenho (Taxinfo), realizada em parceria entre a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis – seções Bahia e Brasil. Os dados são fornecidos diariamente pelos próprios hotéis ao Portal Cesta Competitiva e a média resultante constitui indicador para avaliar a evolução da atividade de hospedagem em nossa capital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image
CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA