Publicidade
Pikolin

Demanda por voos domésticos no Brasil caiu 85% em junho

O Dia e horário dessa postagem está no final, assim como nome do autor. O tempo estimado de leitura é de 1 minuto

A demanda por voos domésticos (medida em passageiros quilômetros pagos) registrou queda de 85,% em junho, em relação ao mesmo mês do ano passado, informou hoje a ANACAgência Nacional de Aviação Civil. Foi o terceiro pior resultado mensal desde 2000. As maiores retrações foram verificadas em abril (93,1%) e maio (91,0%), respectivamente, devido ao impacto da pandemia do novo Coronavírus.

A oferta (calculada em assentos quilômetros ofertados), teve retração de 83,6% em junho, na comparação anual. Com isso, a taxa de ocupação das aeronaves ficou em 74,6%, uma redução de 7,1 pontos percentuais. No total, foram transportados 888.729 passageiros, o que representou uma diminuição de 87,3% diante de junho de 2019. Em maio deste ano, os voos domésticos haviam caído 90%.

Publicidade
Altenburg

 

Oferta e demanda

A demanda por viagens internacionais teve retração de 95,4% em junho, em relação a igual mês do ano passado. A oferta teve queda de 89,3% na comparação anual, com o aproveitamento dos aviões de 36,8%, diminuição de 49,0 pontos percentuais. Ao todo, 66.348 passageiros foram transportados, uma redução de 96,5%.

Transporte de cargas

O transporte aéreo de cargas e correios teve queda de 44,7% em junho, em relação ao mesmo mês de 2019. No mercado internacional, essa atividade registrou diminuição de 23,8% na mesma comparação.

Publicidade
Simmons

 

Leia mais:

Gol retoma 6 voos regionais em parceria com Voepass

Lufthansa Group conectará o Brasil à Europa com 10 voos semanais a partir de setembro

Publicidade
Escola para resultados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image
CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA