Publicidade
Simmons

Água, um elemento fundamental em nossa vida, mas pouco valorizada

O Dia e horário dessa postagem está no final, assim como nome do autor. O tempo estimado de leitura é de 5 minutos

Artigo de Rodrigo Rezende*

Vários estudos apontam a importância de se beber água no início do seu dia. Ao iniciar seu café da manhã, o primeiro ingrediente a ser consumido antes de tudo deveria ser a água! São vários os benefícios que o simples ato de beber água no início do seu dia pode trazer a sua saúde e ainda mais ao longo do dia. O brasileiro ainda bebe pouca água, no último levantamento mundial o nosso consumo per capita foi de 105 litros/ano, deixando-nos em 15° no mundo. O México, que é o primeiro no ranking, consome 254 litros per capita.

Publicidade
Tramontina

O Brasil detém o maior percentual de água potável do mundo (12%) em rios e aquíferos, seguidos pelo Canadá (7%) que tem um desafio ecológico e técnico para conseguir utilizar essa água, pois a maioria é de geleira. Uma das coisas que mais me perguntam é “por que, quando viajo, sinto tanta diferença no sabor da água?”. Assim como a cultura, gastronomia e hospitalidade mudam de cada lugar, a água também muda, pois águas sofrem a influência da geologia, da fonte onde ela nasce, ou seja, cada fonte tem um DNA único, e o terroir onde ela nasce vai dar característica as quais, quando degustamos, sentimos a diferença de sabor, principalmente quando comparamos com a água que estamos habituados a beber em nossas casas.

Água, um elemento fundamental em nossa vida, mas pouco valorizada

São vários os benefícios que o simples ato de beber água no início do seu dia pode trazer a sua saúde e ainda mais ao longo do dia – Imagem de ExplorerBob por Pixabay

Publicidade
Equipotel 2021

Terroir das águas

Essa para mim é a beleza de se conhecer não só os pontos turísticos, cultura e gastronomia de onde visito, mas principalmente as águas que são daquela região. Algumas regiões são famosas exatamente pelo turismo relacionado às águas como o Circuito das Águas Mineiro, composto por 15 municípios. No terroir do Centro Oeste Mineiro, que faz parte do Quadrilátero Ferrífero, onde temos uma geologia privilegiada, e lá estão localizadas 5 fontes mais conhecidas e comercializadas em Minas. No terroir da Mantiqueira, também são encontradas fontes tradicionais, no terroir do Alto Paranaíba, temos as fontes e termas de Araxá, e no terroir do Sul de Minas, são encontradas algumas fontes e termas como em Poços de Caldas. Minas Gerais tem mais de 70 fontes de águas minerais naturais e, devido a essa riqueza, alguns municípios têm o título de Estância Hidromineral.

Água, um elemento fundamental em nossa vida, mas pouco valorizada

A cidade de São Lourenço (MG) possui um dos parques de águas minerais mais famosos e premiados no Brasil e no mundo – Foto – Carlos Ramalhete

Quando se fala de água não podemos esquecer que ela é a base de praticamente tudo, seja para o preparo de pratos ou na produção de outras bebidas como o café ou o chá que tem cerca de 98% de água. Outras bebidas, como cerveja e cachaça dependem e são extremamente influenciadas pela água. Com o crescimento da oferta de cafés de diferentes estilos e regiões que nos proporcionam aromas e sabores que surpreendem, imagina escolher e harmonizar uma água que irá enaltecer todos esses atributos.

 

Diversidade de água

Alguns restaurantes já começam a entender e explorar a grande diversidade de água, oferecendo aos seus clientes uma “Carta de Águas”, sim águas que irão não só surpreender o cliente, mas também irão harmonizar com o menu, pois muitas pessoas estão optando por não consumir bebidas alcoólicas, e quando é o caso, as águas substituem perfeitamente. As águas para a carta também pensadas e escolhidas para uma perfeita harmonização com as bebidas proporcionando uma melhor experiência, ou seja, a Carta de Águas assim como em outros casos deve ser elaborada obedecendo a conceitos, harmonização e valorizando as águas locais.

Água, um elemento fundamental em nossa vida, mas pouco valorizada

Carta de Águas assim como em outros casos deve ser elaborada obedecendo a conceitos, harmonização e valorizando as águas locais – Foto – Divulgação 

Carta de água

O restaurante La Pergola, localizado no Rome Cavalieri Waldorf Astoria Hotel, na cidade de Roma, oferece aos clientes a oportunidade de escolher em sua carta, 29 águas do mundo todo. Assim como o Petit Ermitage, em Los Angeles, que tem sua carta assinada por Martin Riese, o mais respeitado Sommelier de Água, um defensor assíduo da água mineral natural e grande crítico de águas industrializadas (purified water), águas adicionadas de sais e até mesmo as águas saborizadas, pois como ele diz: “A vida é muito curta para beber água ruím!” Na visão de Martin, a natureza nos entrega excelentes águas de sabores diferentes e acabamos sendo influenciados a procurar águas que “vendem” uma imagem de “mais” saudável.

Publicidade
Onity

Mais saudável que a natural?

Ter a oportunidade de viajar e desfrutar em um café da manhã os produtos locais, que representam não só os costumes locais, mas também representam os aromas e sabores daquela terra, são experiências simples que muitas vezes somos privados talvez por uma imprudente comodidade de oferecer produtos “comerciais” ou “conhecidos” por ter uma maior aceitação ou pela simples e injusta falta de valor dada aos produtos locais pelos hotéis e restaurantes da região.

Publicidade
Altenburg

Histórias se perdem e experiências gastronômicas que vão além da comida também são perdidas a partir do momento que somos privados ao acesso a determinados produtos ou até mesmo pela falta de explorar mais o que há de diferente e típico no local onde estamos.A incrível experiência de passear entre as árvores de maple, no parque das águas de Caxambu, degustar as águas das 12 fontes, além de admirar o único Gêiser do Brasil e a arquitetura presente nas edificações das fontes e do balneário, onde você tem a oportunidade de aproveitar os banhos termais. Assim como em São Lourenço, que também tem banhos termais e um parque com 9 fontes extraordinárias, e Araxá, de Dona Beja e do Grande Hotel, é também reconhecida por suas águas e banhos termais. Muitas histórias que podem ser contadas através da água!

Água, um elemento fundamental em nossa vida, mas pouco valorizada

No Parque das águas em Caxambu (MG) pode ser encontrada uma grande variedade de águas minerais – Foto Rqserra Photo

*Rodrigo Rezende, Publicitário, com MBA em Marketing Estratégico e Branding, especialista em CoolHunting. Em 2018 foi certificado pela Fine Waters Academy, sendo o primeiro Sommelier de Água no Brasil, é associado a A.D.A.M. Associazione Degustatori Acque Minerali, faz parte do corpo docente da ABS-Minas (Associação Brasileira de Sommelier) e ministra workshops, difundindo a cultura da degustação de água mineral.

Publicidade
Anuncie conosco

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image
CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA