Publicidade
Retomada do turismo

57º Conotel debate Tradição & Modernidade

Guilherrme Paulus e os demais debatedores do Painel

O Presidente da GJP Hotels & Resorts e fundador da CVC Viagens, Guilherme Paulus acaba de ministrar o segundo painel da 57ª edição do CONOTEL – Congresso Nacional de Hotéis, que teve início hoje (16) e ocorre até o dia 18 de Março, no São Paulo Expo Exhibition & Convention, em São Paulo (SP). O empresário abordou o tema “Tradição & Modernidade na Hotelaria Brasileira”, no painel que contou com a presença do Diretor executivo do Rio Quente Resorts, Francisco Costa Neto, e o empresário do Hotel Parque dos Sonhos, José Fernandes Franco. O Presidente da ABIH Nacional, Enrico Fermi e Octávio Neto, fundador do Grupo Radar.

Francisco Neto iniciou o painel falando sob o eixo da modernidade, apresentando um pouco sobre a história do grupo Rio Quente, que pretende dobrar seu número de visitantes até o ano de 2020. “O setor está em um momento interessante de transição de um produto de família, e a modernidade será fundamental para que essa transformação seja eficaz. Para esse Brasil jovem, é essencial termos uma modernidade para que o público final tenha uma boa experiência”, afirmou.

De acordo com Guilherme Paulus, o Brasil passa por um momento muito apreensivo em diversas questões, mas principalmente no cenário econômico. “Estou no setor de turismo há mais de 40 anos, e posso afirmar que enfrentei todas as crises que o Brasil sofreu, desde a ditadura, até hoje. Temos que manter nosso padrão de serviços e nosso otimismo para continuarmos crescendo. Você tem que ter projeção, acreditar e manter o foco. Nosso objetivo é ser a rede hoteleira comprometida com a satisfação do cliente”. O empresário narrou sua trajetória até chegar a criação da rede hoteleira GJP Hotels & Resorts que prevê a abertura de 18 hotéis e que conta com diversas marcas como a Saint Andrews, Linx, Prodigy e Wish Hotels & Resorts.

Falando sobre um modelo de hotelaria inovador, o engenheiro agrônomo José Fernandes, falou sobre o início do hotel Parque dos Sonhos, que iniciou de maneira gradativa, utilizando todos os produtos rurais para o desenvolvimento de produtos turísticos. “Decidimos apostar em alguns nichos de mercado, iniciando com o turismo rural, com hortas orgânicas, pesqueiro, produção de café e etc, sempre transformando as atividades rurais em atrativos turísticos. A sustentabilidade sempre esteve presente em nossos hotéis, onde conseguimos utilizar toda a estrutura da propriedade e os recursos naturais”, afirmou. Fernandes destacou as atividades para pessoas com necessidades especiais, como a tirolesa, cavalgada adaptada, rapel, entre outras, que conseguem incluir indivíduos com diferentes deficiências em uma experiência agradável.

Publicidade
Totaline

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image