HOME Matérias Mercado Ocupação em Salvador (BA) caiu após a Copa

Ocupação em Salvador (BA) caiu após a Copa

7
0
SHARE

A ABIH-BA – Associação Brasileira da Indústria de Hotéis da Bahia divulgou em agosto os resultados da hotelaria no mês de julho e no pós-Copa na capital baiana. Em função da suspensão de viagens de férias dos turistas em julho, que normalmente se estendem até o final do mês, e o adiamento de eventos corporativos, a ocupação caiu na cidade. 

De acordo com os resultados da Pesquisa de Desempenho Conjuntural da ABIH, a hotelaria fechou o mês de julho com uma ocupação média de 52,61%, diária de R$ 256,80 e Revpar (indicador conjunto de diária e ocupação) de R$ 134,10. Comparando esse desempenho com o mesmo período do ano anterior, verifica-se melhora na diária média (que passou de R$ 213,35 em julho de 2013 para R$ 256,80 em julho de 2014) e diminuição da taxa de ocupação – que passou de 60,43% em julho de 2013 para 52,61% em julho de 2014. 

A média de julho foi composta por dois períodos: a primeira semana, com jogos na capital e indicadores expressivamente acima da média; e o período pós-copa, no qual se confirmaram as expectativas de recessão na ocupação hoteleira. Dentre os quatro polos hoteleiros da capital, o do Centro-Pelourinho apresentou o melhor desempenho, sendo seguido pelos hotéis de Itapuã-Stella Maris, com ocupação média de 52,58% e diária de R$ 273,81; da Barra-Rio Vermelho (ocupação de 57,87% e diária média de R$ 241,43) e Pituba-Tancredo Neves-Stiep (51,47% e R$ 201,33).

Considerando apenas o período de duração da Copa do Mundo (de 12 de junho a 13 de julho), a mesma pesquisa apontou claramente a vantagem nas capitais que sediaram os jogos e o recesso dos destinos normalmente frequentados por turistas domésticos nas férias de julho, mas que, neste ano, privilegiaram assistir aos jogos. Assim, por ordem de Revpar, coube destaque para os destinos de Fortaleza (R$ 428,81 de diária média e taxa de ocupação de 79,46%); Belo Horizonte (R$ 479,38 e 63,77%), Salvador (R$ 399,96 e 62,12%), Aracaju (R$ 239,10 e 64,38%), Curitiba (R$ 279,63 e 47,46%), Maceió (R$ 202,18 e 48,31%) e Foz do Iguaçu (R$ 149,75 e 48,43%). 

SHARE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image