HOME Matérias Le Sereno St. Barth reabrirá em dezembro depois de passagem do furacão...

Le Sereno St. Barth reabrirá em dezembro depois de passagem do furacão Irma

53
0
SHARE
A reconstrução do hotel Le Sereno foi uma oportunidade para rever questões de sustentabilidade e aplicá-las de forma mais eficiente - Foto: divulgação

O hotel Le Sereno St. Barth será reaberto em 1º de dezembro, 15 meses depois de ter sido parcialmente destruído pelo furacão Irma que, em sua passagem pelo Caribe, em setembro de 2017, atingiu St. Barthélemy e causou danos imensuráveis nos estabelecimentos e infraestrutura da ilha.

A família Contreras, proprietária do hotel, encontrou nos estragos uma oportunidade para repaginar as áreas comuns, solário, jardins, restaurante, fitness center e o spa – agora ampliado, contando com três salas de tratamento, sendo uma delas à beira d’água. Foi também necessário refazer mais da metade das 39 acomodações – agora mais amplas, com novo design interior e com painel para conexão de gadgets e música via Bluetooth.

Entre as novidades, o Le Sereno lança um restaurante pé-na-areia; uma butique com curadoria de marcas francesas de forte presença em St.Barth e apresenta, ainda, três novas acomodações Bungalow Piscine, que ganharam pé direito de 3 metros, piso de pedras climatizadas e sofás. Já as suítes Grand Suite Plage Sud, receberam novos acabamentos, jardim privativo e banheiras ao ar livre. Duas destas acomodações abrigam piscinas privativas e podem ser conectadas para formar uma Family Suite.

Massagem na água realizada no hotel Le Sereno, no Caribe – Foto: divulgação

Os banheiros terão acabamento em madeira Iroko, carvalho e pedras, com amenities como cosméticos Ex Voto Paris e roupões e toalhas D. Porthault. Mimos favoritos dos hóspedes, as mochilas de praia de tecido e os chinelos customizados seguem disponíveis nas suítes. O hóspede das Le Sereno Villas, contudo, diferencia-se recebendo uma bolsa de praia ou necessaires assinados pela designer inglesa Anya Hindmarch.

Localizadas num nível mais elevado do terreno, as três Le Sereno Villas (de 650 m2 e quatro suítes cada uma) foram as que mais resistiram à intensidade do Irma. Seus interiores tiveram o décor atualizado e as suas piscinas privativas ganharam aquecimento solar. Reformulado, o restaurante foi mantido ao ar livre. A carta de bebidas ganhou toques naturebas: uma estação de sucos frescos veio atender àqueles que prezam pela alimentação saudável. O chef executivo Alex Simone prioriza um cardápio com base mediterrânea franco-italiana e ingredientes sazonais. Pé-na-areia, sob os coqueiros, o bar de praia servirá lanches e drinques.

A reconstrução do Le Sereno foi uma oportunidade para rever questões de sustentabilidade e aplicá-las de forma mais eficiente. Novos painéis solares e luzes de LED agora poupam o consumo de energia elétrica. Os materiais e acabamentos – pedras e madeiras – são todos certificados de extrativismo responsável. A irrigação e limpeza dos jardins são feitos com água dessalinizada ou do armazenamento proveniente das chuvas.

“Sempre investimos no Le Sereno a fim de garantir ao hotel sua integridade na perfeição. Depois do Irma, tivemos a oportunidade de repaginá-lo, mas sem perder os traços da sua essência, que sempre o fez ser o que é. Nosso hóspede seguirá se sentindo em casa”, afirma Luis Contreras, proprietário da rede Sereno Hotels”.