HOME Matérias Mercado FOHB divulga projeções de desempenho da hotelaria para os próximos anos

FOHB divulga projeções de desempenho da hotelaria para os próximos anos

626
0
SHARE
Patrick Mendes, Vice-presidente de Estudos e Tendências do FOHB

O FOHB – Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil acaba de lançar a terceira edição do estudo “Perspectivas de Desempenho da Hotelaria”. De acordo com o levantamento, as taxas de ocupação registrarão alta no próximo ano de 2016. O estudo trará uma comparação dos dados da hotelaria do primeiro semestre de 2015 com o mesmo período do ano anterior.

O estudo revelou que a expectativa é de que a diária média irá se recuperar no primeiro semestre de 2016 na maior parte das cidades. A estimativa é de que haverá aumento da taxa de ocupação, com destaque para Brasília (+3,8%), reflexo do otimismo setorial em relação a uma possível melhora do ambiente econômico. O RevPAR também registrará crescimento, cenário em que evidenciam-se São Luís (+7,0%), Grande São Paulo (+5,4%), Curitiba (+5,3%) e São Paulo (+5,2%).

O segundo semestre de 2016 deverá ser mais positivo para a hotelaria, onde as melhores taxas de ocupação deverão ser as de Recife (+3,9%), São Luís (+3,8%), Goiânia (+3,7%) e Brasília (+3,6%). O RevPAR acompanha o crescimento e tem estimativa de aumento em todas as localidades. Para completar a análise, estima-se que a diária média do país aumente em cerca de 5% – ainda abaixo da inflação prevista para 2015.

De acordo com o Vice-presidente de Estudos e Tendências do FOHB, os custos de energia, de insumos e de evidentes aumentos nas cargas tributárias, como a reoneração da folha de pagamentos, exercem uma pressão nas despesas dos empreendimentos cerca de 40% maior que o índice de inflação previsto para 2015, que é de mais de 9% ao ano. “Por isso, promover reajuste nas tarifas é necessário para se fazer frente à atual situação, com o objetivo de mantermos um mercado saudável, em que possamos continuar a gerar empregos, distribuir renda e promover a melhor experiência para nossos hóspedes”, explica Patrick Mendes, Vice-presidente de Estudos e Tendências do FOHB.

SHARE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image