HOME Matérias Fornecedores apostam na Equipotel para potencializar presença no mercado

Fornecedores apostam na Equipotel para potencializar presença no mercado

79
0
SHARE
A Harus levantou o maior estande da Equipotel 2017, com 480 m², que fica bem na entrada do Pavilhão do São Paulo Expo

Para acompanhar a ascensão do mercado da hospitalidade no Brasil, as empresas que fornecem soluções em produtos e serviços apostam na visibilidade gerada pela Equipotel, maior feira de negócios da América Latina voltada para este segmento. Este ano, o evento chega à sua 56ª edição nos entre os dias 18 a 21 de setembro, no São Paulo Expo.

A feira reúne em um só lugar possibilidades de negócio, relacionamento e conteúdo voltados a atender essa demanda de constante aprimoramento, característica desse setor da economia. Tais oportunidades são aproveitadas pelas grandes empresas que há muito marcam presença no evento.

A Equipotel São paulo 2017 recebeu 32 mil visitantes, gerando R$176 milhões em negócios para os 215 expositores presentes – Foto – Divulgação

Reforço de marca

Luiz ROberto Magrin Filho, Diretor geral da Harus

A exemplo disso, a Harus Amenities e Hotelaria está mais um ano na Equipotel com seu amplo portfólio de produtos. A empresa, que tem como clientes os hotéis Fasano, Transamérica, Rio Quente Resorts, entre outros, aposta na feira como momento ideal para fechar negócios. “Temos clientes que fazem seus pedidos uma vez ao ano, apenas na Equipotel. Uma vez que você chega em lugar de destaque dentro do seu mercado é esse o tipo de evento em que sua marca tem de marcar presença, ou você corre o risco de perder essa posição de liderança”, afirma Luís Roberto Magrin Filho, dono da empresa que surgiu em Franca, no interior paulista.

Outro grande nome que tem participação garantida na Equipotel é a Totvs. A empresa de softwares de gestão esteve presente em todas as edições da feira até aqui e acredita na capacidade de geração de negócios do evento, assim como a oportunidade de estar próximo de seus clientes.

Dentre os produtos apresentados, destacam-se o front office software de gestão criado a partir de demandas do setor hoteleiro, com código de programação 100% próprio, e a ferramenta de inteligência artificial chatbot que permite ao hóspede fazer contato com o hotel pela página do facebook a qualquer hora do dia para reservar estadia e solicitar serviços durante a hospedagem com praticidade.

Estande da TOTVS na Equipotel 2017

“No cenário geral, o momento é de retomada de crescimento no setor. No contexto tecnológico, o segmento precisa entender que a Jornada Digital é um caminho a ser percorrido por todos os setores, inclusive a hotelaria. E quem está impulsionando esse movimento é próprio hóspede que quer resolver tudo online e com poucos cliques. Porém, a tecnologia que por si só não resolve nada, depende de processos e pessoas para mostrar todo o seu potencial-– não adianta ter tablets com comanda eletrônica, se não existir um processo estabelecido para o uso do dispositivo e profissionais capacitados”, explica Claudio Cordeiro, diretor de hospitality da Totvs.

Solução de acessibilidade

Já a Socimol, especializada na produção de colchões e estofados, traz uma solução pioneira para o mercado hoteleiro: a Box Sommier, cama-box destinada aos portadores de necessidades especiais, que muitas vezes não tinham essa exigência atendida mesmo em estabelecimentos que declaravam possuírem quartos adaptados.

“Quando os hoteleiros passaram a ofertar o quarto adaptado, esta não contemplava os colchões e Box. Por isso, o Colchão Onix no Brasil foi o primeiro a oferecer produtos com essa característica para a hotelaria. O Box Sommier proporciona a comodidade de um cadeirante poder utilizar o produto com menor esforço e maior segurança, facilitando a transferência do PNE para a cadeira de rodas e vice-versa. Este é o primeiro de outros projetos que podem surgir de acordo com a demanda”, conclui o gerente de planejamento da empresa, José Alberto.

O estande da Colchão Onix é um dos maiores da Equipotel São Paulo

Cenário do setor

No último anuário estatístico do setor, estudo divulgado pelo Ministério do Turismo, ficou constatado o crescimento expressivo desse segmento desde a virada do século. Desde 2000, o Brasil passou a receber, anualmente, 1.200.000 turistas estrangeiros a mais por ano.

A oferta de leitos em meios de hospedagem cadastrados no ministério chega na casa das 823 mil unidades e já são 12 anos consecutivos onde os investimentos superam os ganhos, apontando para o movimento em busca do investimento em produtos e serviços de mais qualidade, além da maior capacitação dos profissionais da área.