HOME Matérias Trade Agências de Turismo demitem mais em 2016

Agências de Turismo demitem mais em 2016

33
0
SHARE
Crédito: FreeImages.com/Luiz Baltar

Registrando o pior primeiro bimestre desde 2009, as agências de turismo fecharam 1.178 empregos formais apenas em janeiro e fevereiro deste ano em todo o País. Isso representa 1,8% do total de vagas do setor, segundo o estudo Indicadores Econômicos do Agenciamento Turístico Nacional 2015. Foi também o segundo pior bimestre (geral) da série, perdendo apenas para o último bimestre de 2015, quando foram fechadas 1.291 vagas.

A pesquisa foi feita pelo Ipeturis – Instituto de Pesquisas, Estudos e Capacitação em Turismo a pedido do Sindetur-SP – Sindicato das Empresas de Turismo no Estado de São Paulo. Somente na região Sudeste foram fechadas 685 vagas, o que representa 2% do total de empregos do setor na região. No Estado de São Paulo foram fechadas 441 vagas – queda de 2% no total de empregos do setor no Estado.

Durante todo o ano passado houve redução de 4,5 mil vagas – 6,4% sobre o total do setor -, número decrescente desde 2013. No quesito volume de venda a queda em 2015, na comparação com 2014, chegou a 12,8%: houve perda em todos os segmentos – pacotes turísticos, passagens aéreas, hospedagens, locações de veículos, cruzeiros marítimos e seguros de viagens.

Como estratégia de recuperação, as empresas têm expectativas de prospectar novos clientes (72%), apostando no marketing, promoção e divulgação  (62%) e comercialização de novos serviços turísticos (40%) como as ações previstas com maior frequência para o 1º trimestre de 2016.

Para Francisco Azevedo, novo presidente do Sindetur-SP, os números já foram péssimos para o setor em 2015 e continuarão assim em 2016, “a menos que haja um novo rumo político e econômico no País”.
SHARE