HOME Matérias A quem seguem os líderes? – Artigo de Rhaxwell Santos

A quem seguem os líderes? – Artigo de Rhaxwell Santos

112
0
SHARE
*Rhaxwell Santos é Superintendente da Fazenda Vila Real, Executivo de Alta Performance, Gerador de Resultados e Formador de Equipes Vencedoras. - Foto - Divulgação

*Por Rhaxwell Santos

Existe uma famosa afirmação: “Você é a média das cinco pessoas com quem passa mais tempo”. Alguns dizem que vem de um estudo científico de alunos de Harvard, outros de Cambridge ou Oxford. Na verdade, até já ouvi essa citação tendo como fonte mestrandos da USP. Os alfarrábios cunham como verdadeiro autor um americano, palestrante, escritor e coach chamado Jim Rohn, mas isso não é o que importa, e sim que, de fato, as influências de terceiros ajudam a construir nossa estrutura emocional e cognitiva.

Somos influenciados continuamente por “modelos”, sejam eles compulsórios, aleatórios ou elegidos, que podem ser: nossos pais, professores, colegas de classe, parceiros, amigos ou ícones e personalidades, até mesmo um desafeto.

O líder se diferencia por uma formação normalmente estruturada de modelos, que o torna uma construção complexa de muitos “eus externos”. Modelar (seguir modelos) é uma estratégia de pessoas que se destacam pela liderança, quando absorvem características de outros que valem a pena “copiar” ou usar como exemplo, aprimorando esses perfis, potencializando e criando hábitos, “tunando” sua personalidade.

Dentro de um grupo podemos encontrar vários estilos de liderança e essas diferenças também podem ser usadas como modelo. O “líder” incentiva os “líderes em potencial” que identifica em sua equipe, despertando neles a necessidade de crescimento para, quem sabe, desenvolverem a ousadia de liderar também. O verdadeiro gestor tem esse desafio interno: tirar do chão quem anda rápido para o fazer voar.

Mas engana-se quem acredita que o verdadeiro líder segue apenas quem ele modela. De fato, ele segue também seus próprios valores e crenças, que podem limitá-lo ou alavancá-lo, porém esse conjunto o define.

É uma auto antropofagia intelecto-emocional, onde se cria um ciclo virtuoso (às vezes nem tanto assim), retroalimentado por esse processo de renovação e aprimoramento de modelos que, ao mesmo tempo, fundamentam hábitos e os submetem à necessidade de ser mais e melhor.

*Rhaxwell Santos é Superintendente da Fazenda Vila Real, Executivo de Alta Performance, Gerador de Resultados, Professor e Formador de Equipes Vencedoras.