HOME Matérias A força do turismo no Brasil

A força do turismo no Brasil

67
0
SHARE
Carlos Silva é empresário, presidente do Sindhotéis e diretor da Federação Brasileira de Hospedagem e Gastronomia, com sede em Brasília - Foto Marcos Labanca

Artigo de Carlos Silva*

Mais uma vez o turismo mostra a sua im­portância para o desenvolvimento de Foz do Iguaçu. O principal setor da eco­nomia iguaçuense tem registrado a quebra de recordes de visitação em seus atrativos e um movimento histórico no aeroporto, caminhando para fechar a ocupação hoteleira com uma mé­dia superior à registrada no ano passado.

O Parque Nacional do Iguaçu deve superar em 5% o atual recorde de 1,5 milhão de turistas que visitaram as Cataratas em 2014. O Complexo Turístico Itaipu também deve superar em 5% o movimento de 495 mil pessoas no ano passado. Já o Aeroporto Internacional Cataratas deve au­mentar em 10% o total de 1,8 milhão de embar­ques e desembarques de 2014.

Esses números refletem-se na ocupação hote­leira, cujo setor tem hoje 176 meios de hospedagem e 27,5 mil leitos. Vale destacar ainda os mais de 200 estabelecimentos gastronômicos de interesse turístico com capacidade para 30 mil pessoas/dia.

O segmento tem investido pesado em melho­rias em infraestrutura, tanto na abertura de no­vos empreendimentos quanto em ampliações e reformas, além de qualificação de colaboradores e serviços. Tudo para garantir bom atendimento aos visitantes.

O comparativo entre 2015 e 2014 revela a recuperação da ocupação hoteleira. Depois de um bom primeiro bimestre, o segmento viu o movimento cair de março a junho. A retomada começou em julho e continuou em agosto, setembro e outubro. Ain­da falta fechar novembro e dezembro, mas é possível projetar que neste bimestre a ocupação seja igual ou superior à registrada em 2014.

Os números de visitação aos atrativos e da ocupação hoteleira revelam a superação do Destino Iguaçu diante do conjunto de fatores da econo­mia nacional. Se por um lado a alta do dólar inibiu o turismo de compras, por outro lado fortaleceu o turismo doméstico, com mais brasileiros via­jando para destinos nacionais. E como se vê, Foz do Iguaçu está entre os favoritos dos viajantes.

Todas essas conquistas são resultado de pla­nejamento e ações da iniciativa privada e poder público, hoje potencializadas pela Gestão Inte­grada do Turismo. Os números comprovam a vo­cação de Foz do Iguaçu para o turismo. O setor movimenta toda a economia, gerando emprego e renda e garantindo o desenvolvimento socioe­conômico iguaçuense. E que venha 2016!

*Carlos Silva é empresário, presidente do Sindhotéis e diretor da Federação Brasileira de Hospedagem e Gastronomia, com sede em Brasília.

SHARE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image