Publicidade
Expo Retomada

Samba Hotéis fecha 2018 com faturamento de R$ 40 milhões

Registrando cinco novos empreendimentos inaugurados em 2018 (o Samba Belo Horizonte Centro, Samba Lagoa da Prata by Gilberto Silva, Samba Itu Hotel & Convention, Bossa Nova Beirute e o Samba Cabo Frio – com abertura prevista para abril de 2019), a rede mineira Samba Hotéis celebra o faturamento de R$ 40 milhões em 2018, quase dobrando o número registrado em 2017, de R$ 23 milhões, e está confiante no reaquecimento da economia este ano. “Apesar do cenário de crise de 2018, obtivemos ótimos resultados. Foram cinco novos hotéis, lançamos a bandeira Samba In The Box, composta por empreendimentos feitos em contêineres, participamos de feiras de hotelaria e turismo pela primeira vez, fizemos muitos contatos com empresários e estamos com diversas negociações”, explica o CEO da Samba Hotéis, Guilherme Castro.

Publicidade
Harus

A rede foi criada em 2014 e, hoje, possui 11 hotéis em operação e um com início previsto para abril deste ano. Para 2019, o CEO da Samba Hotéis prevê alcançar 20 unidades em seu portfólio, em localidades que vão do Sul ao Nordeste.

Publicidade
APP da Revista Hoteis

Apesar do cenário de crise de 2018, a rede obteve resultados satisfatórios em 2018

Samba In The Box

Projetados para serem confortáveis, econômicos e práticos, os hotéis Samba In The Box, de construção rápida e com custo de aproximadamente 65% menos que um hotel convencional, são a grande aposta da rede Samba Hotéis para o ano de 2019. “O valor aproximado para construir um Samba In The Box é de R$ 2 milhões e o prazo pode variar entre seis e oito meses, enquanto que, para uma propriedade convencional, a média é de 1,5 a três anos. Assim, o investidor já sai na frente com a possibilidade de começar o retorno financeiro ainda mais cedo”, afirma Fred Carvalho, CMO da rede.

Publicidade
Totaline