TradeÚltimas Notícias

Paraná abre residência técnica para a área de turismo

Pioneiro no Brasil o programa da Secretaria de Estado do Turismo do Paraná oferece 40 vagas com pós-graduação e bolsa-salário

Profissionais de todo o Brasil formados há no máximo dois anos em oito diferentes cursos podem se tornar residentes técnicos da Secretaria de Estado do Turismo do Paraná. No total, são 40 vagas, distribuídas entre diferentes áreas do conhecimento, para atuar em 12 municípios do estado – além de cursarem uma pós-graduação na Unicentro, os selecionados terão a oportunidade de atuar dentro da cadeia produtiva do turismo e nos projetos desenvolvidos pelo Governo do Estado para o setor.

Publicidade
Clima ao Vivo

Este é o único programa de residência do Brasil no setor público voltado ao turismo – o Paraná é pioneiro, ofertando a modalidade desde 2020. As vagas são para profissionais graduados nos cursos de Turismo, Administração, Comunicação, Design, Direito, Economia, Engenharia Ambiental e Gestão Pública. Eles podem permanecer até dois anos no órgão, com direito a bolsa-salário de R$ 2.375,00, além de vale-transporte e férias remuneradas.

Publicidade
Ameris

As vagas estão dispostas entre a sede da Secretaria, em Curitiba, e nos demais Núcleos Regionais de Turismo em outros 11 municípios paranaenses. As inscrições vão de 05 a 25 de junho e o edital está disponível AQUI. “O turismo paranaense cresceu sete vezes mais que a média nacional no primeiro trimestre, segundo o IBGE, e isso é resultado do investimento que estamos fazendo não apenas na promoção, mas na qualificação. E o programa de residência é uma oportunidade única para profissionais de todo o Brasil ingressarem nessa promissora carreira”, explica o secretário de Turismo do Paraná, Marcio Nunes.

Oportunidade

O Programa de Residência Técnica (Restec) é uma iniciativa inovadora do Governo do Paraná, instituído pela Lei n° 20.086 em 2019, através da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior. Até o momento, 517 profissionais já se formaram pela residência técnica do Estado em diversas áreas.

Para a turismóloga Jaqueline Ferreira, trabalhar na Setu-PR como residente técnica foi uma oportunidade única, pelo fato de estar em contato com o turismo dentro de um órgão público, uma vez que, segundo ela, boa parte dos graduandos acabam migrando para a iniciativa privada. “A residência técnica foi uma experiência ótima, consegui trabalhar na minha área e colocar em prática o que eu vi na teoria durante a faculdade. Agora estou contratada na própria Secretaria, graças a todos esses conhecimentos que eu adquiri durante esses dois anos. Para os futuros turismólogos, eu recomendo que façam a residência técnica, principalmente os que visam entrar no mercado de trabalho na área pública”, disse.

Publicidade
Fispal

O secretario Márcio Nunes reforça a que residência técnica é uma etapa essencial para formar novos profissionais do setor e também uma maneira de injetar sangue jovem e novas ideias na administração pública do turismo. “É crucial termos essa mescla na Secretaria entre a experiência dos mais antigos com o ânimo e a vontade dos recém-graduados. Alguns residentes de outras áreas que já passaram por aqui se descobriram profissionalmente e perceberam a grandeza desse setor. É isso que nós buscamos, formar e capacitar trabalhadores, com diferentes conhecimentos, para que o Turismo do Paraná se destaque cada vez mais”, disse.

Publicidade
Carbono Free
Vagas e municípios

Do total de vagas ofertadas, 21 são direcionadas para formados no curso de Turismo; 8 para Gestão Pública; 2 para Administração; 2 para Comunicação; 1 para Engenharia Ambiental; e 1 para Economia. Além de Curitiba, as vagas se dividem aos seguintes municípios: Dois Vizinhos, no Sudoeste; Foz do Iguaçu; Ivaiporã, região central paranaense; Jacarezinho, Nordeste do Paraná; Loanda, região de Maringá; Londrina, na região Norte; Maringá, Noroeste do Estado; Paranaguá, no Litoral: vagas para Turismo; Pato Branco, também no Sudoeste; Ponta Grossa, nos Campos Gerais; e Umuarama, no Oeste paranaense.

Publicidade
Tramontina

Denise Bertola

Denise Bertola é Repórter da Revista Hotéis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA