Publicidade
Hotelplus

Hotelaria é o 2º maior setor a pedir Selo Turismo Responsável

O Dia e horário dessa postagem está no final, assim como nome do autor. O tempo estimado de leitura é de 2 minutos

Mais de oito mil prestadores de serviços turísticos no País já solicitaram a emissão do selo “Turismo Responsável – Limpo e Seguro”. A iniciativa do MTUR – Ministério do Turismo ocorreu há um mês. Objetivo: auxiliar que o setor de turismo brasileiro retome às atividades o mais breve possível e atenda aos pré-requisitos do novo perfil de turista que surgirá com a pandemia do novo coronavírus.

Os segmentos com maior número de solicitações do selo são: agências de viagem (3.110), meios de hospedagem (2.239) e transportadoras turísticas (970). Já os Estados que registraram a maior adesão à iniciativa são: São Paulo (2.011), Rio de Janeiro (1.312), Minas Gerais (753), Bahia (536) e Santa Catarina (422). A informação é do MTUR.

Publicidade
Simmons

Para auxiliar os empreendimentos sobre as medidas recomendadas para a reabertura, o Ministério do Turismo publicou os protocolos sanitários recomendados para 15 segmentos turísticos que fazem parte do CADASTUR – Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos, além de um conjunto de orientações também para os turistas. Clique aqui e conheça os protocolos construídos em parceria com o trade, levando em consideração diretrizes internacionais, e contou com a validação da ANVISA – Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

O selo do MTUR (Imagem: Divulgação)

Segundo o Ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, “o sucesso desta iniciativa comprova que estamos no caminho certo para o início das atividades do nosso setor, que foi tão afetado por esta pandemia, e integra o conjunto de ações de retomada que vem sendo desenvolvido pelo Ministério do Turismo. Fomos um dos dez países em todo o mundo que tiveram essa preocupação em apresentar esse selo que atenderá aos anseios do setor e dos turistas, que estarão mais atentos aos protocolos de biossegurança”.

Publicidade
Tramontina

Para solicitar o selo, o interessado deve acessar o site da iniciativa, ler as orientações previstas no protocolo destinado ao segmento em que atua e estar com situação regular no CADASTUR. Em caso positivo, ele adere à autodeclaração que atende aos pré-requisitos determinados e é encaminhado para uma área do site onde pode realizar o download do selo para impressão.

O selo, que é totalmente gratuito, deverá ser colado em local de fácil acesso ao cliente e conterá um QR Code pelo qual o turista poderá consultar as medidas adotadas por aquele empreendimento e/ou profissional. Além disso, possibilitará a realização de denúncias em caso de descumprimento, o que poderá resultar em revogação do selo.

Publicidade
Harus

Estão disponíveis protocolos para: Meios de Hospedagem; Agências de Turismo; Transportadoras Turísticas; Organizadoras de Eventos; Parques Temáticos; Acampamentos Turísticos; Restaurantes, Cafeterias, Bares e similares; Parques Temáticos Aquáticos; Locadoras de veículos para turistas e Guias de Turismo, entre outros.

Publicidade
APP da Revista Hoteis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image
CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA