OpiniãoÚltimas Notícias

Hotéis podem aumentar a receita e potencializar resultados

Quarto vazio em hotel é prejuízo e que não estar na internet é quase como não existir

Artigo de Cláudio Cordeiro*  O ano de 2024 começou em ritmo acelerado para o setor hoteleiro, com a temporada de férias de janeiro e o carnaval. E diante de outros períodos movimentados que devem surgir ao longo do ano, é sempre bom revisitar o planejamento para garantir que você tenha em mãos boas estratégias de aumento de receitas, tanto diretas como indiretas. E se não tem, corrigir a rota necessária.

Publicidade
Clima ao Vivo

Em um mercado competitivo como o atual, a otimização das operações assim como o aumento da margem de lucro se torna cada vez mais essencial para o segmento. É preciso sempre levar em conta que o nosso segmento possui um alto custo operacional, em especial com a mão de obra, mas também com insumos, que vão de alimentos e bebidas às roupas de cama, toalhas, equipamentos dos quartos e das áreas comuns, e por aí vai. Para que 2024 seja mais rentável e produtivo para a hotelaria brasileira, destaco duas frentes que são fundamentais para compor uma estratégia de aumento de faturamento:

  1. Na frente de vendas, é preciso divulgar o estabelecimento para atingir o potencial hóspede no momento certo e ter uma precificação otimizada, considerando a sazonalidade, outro fator fundamental para o setor.
  2. Na operação, é importante reduzir e otimizar custos, sem afetar a percepção de valor do cliente.
Hotéis podem aumentar a receita e potencializar resultados
Com um canal próprio de vendas, é possível trabalhar uma precificação mais otimizada – já que não precisa pagar taxas a intermediários (Foto – Freepik)
Publicidade
Ameris

Estratégias de venda: o canal próprio faz a diferença

Quem atua no setor hoteleiro sabe que quarto vazio é prejuízo e que não estar na internet é quase como não existir. Hoje em dia, é preciso estar presente em todas as plataformas, agregadores, aplicativos de reserva e ainda se destacar em cada uma delas. Mas, sempre reforço o quanto, além de tudo isso, é importante investir em um canal próprio de vendas. Sabemos que as plataformas cobram taxas significativas para os hotéis utilizarem seus serviços e forçam tarifas mais baixas.

Com um canal próprio de vendas, é possível trabalhar uma precificação mais otimizada – já que não precisa pagar taxas a intermediários – e ainda oferecer para o hóspede diferenciais que fazem a diferença na geração de receita, como upgrade de quartos, early check-in e late check-out, serviços de spa, entre outros. Dessa forma, além do crescimento no volume de vendas, é possível aumentar o ticket médio e, consequentemente, a receita e o lucro.

Ter um canal de vendas próprio também é uma chave importante para fortalecer a estratégia de fidelização dos hóspedes. Por meio de um programa de fidelidade, por exemplo, é possível oferecer vantagens para hóspedes recorrentes. Assim, além de melhorar a taxa de ocupação, você ainda pode ganhar um embaixador da sua marca, que vai ajudar na divulgação do seu hotel, resort ou pousada.

Publicidade
Tramontina

Para alavancar ainda mais os números de reservas, você pode ainda lançar mão de estratégias de marketing digital e inbound marketing para atingir um hóspede potencial no momento certo e converter o interesse dele em venda. O segredo é encontrar o mix ideal entre as diversas estratégias – inbound, SEO, mídia paga – para potencializar o investimento com foco no retorno em vendas. Ferramentas de gestão e automatização de marketing digital são grandes aliados nessa missão. Com elas, é possível, inclusive, fazer uma segmentação do seu público-alvo, para oferecer o quarto certo para o cliente certo.

Hotéis podem aumentar a receita e potencializar resultados
O uso de tecnologia é de fundamental importância para alavancar as vendas hoteleiras – Crédito da foto iStock

Do outro lado do balcão: investimento em dados e tecnologia é fundamental

Quando olhamos para as operações internas, é quase impossível falarmos em otimização de processos e redução de custos sem mencionar tecnologia. Hoje existem diversas ferramentas no mercado que auxiliam os negócios do setor hoteleiro a aprimorarem sua gestão, com ERPs especializados com módulos administrativos, fiscais e financeiros, auxiliando em processos como contas a pagar e receber, precificação e gestão de reservas.

Publicidade
Desbravador

Além disso, a grande riqueza de dados gerada pela tecnologia hoje é uma mina de ouro para os hotéis estudarem seu desempenho, analisarem os dados dos hóspedes – em conformidade com a LGPD, claro – e também pensarem em estratégias para expandir seu lucro e aumentar seu ticket médio.

Em um mercado cada vez mais desafiador, aprimorar a gestão hoteleira, reduzir custos e aumentar a receita são estratégias mandatórias que podem impactar brutalmente os resultados do negócio tanto no curto como no longo prazo.

*Cláudio Cordeiro é Diretor de produtos de Hotelaria da TOTVS

Publicidade
Fispal

Edgar J. Oliveira

Diretor editorial - Possui 31 anos de formação em jornalismo e já trabalhou em grandes empresas nacionais em diferentes setores da comunicação como: rádio, assessoria de imprensa, agência de publicidade e já foi Editor chefe de várias mídias como: jornal de bairro, revista voltada a construção, a telecomunicações, concessões rodoviárias, logística e atualmente na hotelaria.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA