Publicidade
FOHB

Grau de Eficiência – Artigo de Mário Cesar Nogalez

O Dia e horário dessa postagem está no final, assim como nome do autor. O tempo estimado de leitura é de 2 minutos

A melhor maneira de se analisar se os resultados que você está obtendo é o de buscar o seu grau de eficiência. Para isto, desenvolvi um método que avalia o seu desempenho relacionado ao seu custo efetivo atrelado ao RevPar.
 
Como já sabemos o RevPar (receita por apartamento disponível), avalia quanto é a diária média de todos os quartos, isto quer dizer que quanto maior a ocupação, maior seu RevPar, como também, quanto maior a sua diária média, maior o seu RevPar, em ultima análise, o RevPar demonstra muito bem o resultado para o gerenciamento de receitas (revenue management), que veremos mais adiante, não obstante o bom resultado está atrelado ao valor de venda em relação a sua taxa de ocupação.

Logicamente, estes números foram desenvolvidos para dar mais uma luz a sua bussola enquanto passa o ano, porém, para uma verdadeira avaliação precisamos realmente saber como estamos com relação ao resultado geral da unidade. Isto quer dizer que não somente o resultado de vendas será avaliado e sim a unidade como um todo, que, afinal de contas, é o que realmente se procura numa gestão competente.
 
Para isto, vamos precisar do resultado de custo por unidade ocupada, como vimos anteriormente, é a somatória de todos os custos e despesas em hospedagem, administração, comercial e todos aqueles setores que não geram receitas. A pergunta é válida: Porque devo adicionar ao custo da unidade as despesas com Administração, comercial e demais setores que não geram receitas? A resposta é bastante simples: todos os custos e despesas destes setores são gastos para manter a hospedagem, ou seja, o setor de hospedagem não engloba os custos e despesas com envio de fatura, contas a pagar e receber e etc., assim com os esforços comerciais ou de marketing, como queira chamá-lo, para que haja a venda da unidade, hospedagem meramente engloba o custo operacional deste setor e nada mais, os demais setores, também não existiriam sem hospedagem, logo, como não tem receita própria, não existem sozinhos.
 
Calculando o Grau de Eficiência:
Tome o valor do Custo por Unidade Habitacional Ocupada (CPOR = Cost per occupied room) e divida-o pelo RevPar, multiplique por 100 e teremos o percentual atingido.
 
Nota: quanto maior o numero percentual é o numero de vezes que a sua receita tem com relação ao custo por unidade, sendo que 100% quer dizer que este custo está automaticamente equiparado ao seu RevPar, ou seja, sem lucro ou prejuízo, menor que 100% o seu RevPar não paga as despesas, você está pagando para que se hospedem maior que 100% você está tendo lucro. Para que a demonstração seja exata e não precise explicar esta razão, basta que na formula tenha a redução do valor de 1.

 

*Mário Cesar Nogalez é Consultor especialziado da SN Hotelaria – Contato – mario@snhotelaria.com.br

 

 

 

Se você estivesse nos seguindo pelo twitter teria recebido esta informação em tempo real. Venha nos seguir, acesse www.twitter.com/revistahoteis ou então pelo Facebook acessando nossa página através do link http://migre.me/4G5ac . Conheça também nossa página no Flickr acessando o link http://migre.me/4DT8x e no Tribt http://tribt.net/profile/revistahoteis

Publicidade
Anuncie conosco

Comments

Rui Silveira Cruz Ventura

E Assim atinge-se uma eficiência alguns pontinhos acima do Normal. Já que o ponto de equilíbrio se encontra, ou pelo menos deve encontrar – entra os 29,3 e os 32,7 –

Qualquer administrador atento leva sua unidade para esses patamares. Ou – Procure-nos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image

CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA