ModernizaçãoÚltimas Notícias

Gramado Parks retoma obra no resort Aquan em Foz do Iguaçu

As obras estavam pausadas devido ao período de isolamento da pandemia

Foz do Iguaçu (PR) será a casa de mais um empreendimento da Gramado Parks, o Aquan, lançado em 2019. As obras estavam pausadas devido ao período de isolamento imposto pela pandemia mundial da covid-19 e o decorrente impacto financeiro vivenciado em todo setor turístico. A retomada das obras é um marco importante na jornada de reestruturação que a empresa vem passando.

Publicidade
APP da Revista Hoteis

O hotel será construído às margens da Av. das Cataratas, próximo à entrada do aeroporto, bem perto do Parque Nacional do Iguaçu. Com 31 mil m² de área construída, três torres e 362 apartamentos o empreendimento já está sendo comercializado com foco nas férias em família. “É com muito otimismo que retomamos as obras desde importante projeto, que será o primeiro resort da empresa lançado fora de Gramado, onde a empresa já opera mais de mil quartos hoteleiros em 3 dos melhores hotéis da cidade”, explica o CEO da Gramado Parks, Ronaldo Costa Beber.

Como resultado do período de isolamento social, fechamento total ou parcial dos hotéis e parques e impacto financeiro, a empresa fez uma pausa na obra durante o período de recomposição financeira e agora está retomando a construção, utilizando o prazo de seis meses de extensão do período contratual para entrega do empreendimento.

Com cerca de R$ 170 milhões de investimento, gerando mais 180 novos postos de trabalho, o empreendimento turístico terá os mais sofisticados serviços que o mercado pode oferecer, como restaurantes com alta gastronomia, Sports Bar, SPA, bar molhado, sala de jogos, quadras poliesportivas, sala de eventos, academia moderna e funcional, entre outras atrações.

Do total de apartamentos, 356 são dimensionados para quatro pessoas se hospedarem de maneira funcional,  outros seis apartamentos Master comportam até seis pessoas cada, localizados na cobertura da torre central, com sacada e vista.“O projeto foi elaborado com base em conceitos de modernidade, conforto ao hóspede e sustentabilidade. Dentro de sua unidade, o hóspede poderá optar entre um ambiente mais privativo ou mais amplo, de acordo com sua necessidade”, comenta Ronaldo.

Publicidade
GTA

Jean Santos, Gerente geral de Multipropriedade, destacou: “O mercado de multipropriedade segue em alta e Foz do Iguaçu é o destino turístico perfeito para esse tipo de empreendimento, também conhecido como segunda residência, pois fideliza clientes e consolida o turismo de lazer em família, que é a proposta do modelo Multi 4.0, propiciar o acesso a economia compartilhada, maximizando benefícios de lazer e reduzindo custos versus uma casa de férias por exemplo”.

Publicidade
Anuncie conosco

Nadine Alves

Jornalista de 26 anos, formada em 2019 pela Universidade Anhembi Morumbi. Atua desde 2018 no setor de turismo e é apaixonada por viagens.

Um Comentário

  1. Uma vergonha! Devendo a várias famílias que acreditaram neles , oferecendo acordos indecentes com redução substancial da dívida e alongamento da mesma e continuam vendendo frações de imóveis e construindo antes de sanear as dividas. Patrimônio da família dona multi bilionário e não saneiam débito de 1 BI com centenas de credores pequenos. Mto diferente do que acontece com a maioria das pessoas. Infelizmente isso é raro mas acontece mto por aqui!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA