MatériasOpiniãoÚltimas Notícias

Dispenser, é uma boa ideia?

Pois é, esta é a mais nova tendência nas américas, na Europa está em pleno uso

Artigo de Mario Cezar Nogalez*

Já pensou em colocar dispenser no lugar do shampoo e do sabonete em seu hotel?

Pois é, esta é a mais nova tendência nas américas, na Europa está em pleno uso; alguns acreditam que seja por questões ecológicas, outras que seja uma questão econômica, mas na verdade se trata de ambas.

Publicidade
Desbravador

No quesito ecológico o uso de dispenser no lugar dos cosméticos para banho reduz a quantidade de lixo a ser dispensado já que há a eliminação de embalagens individuais e redução drástica no desperdício, no quesito econômico há redução no tempo de produção, resíduos sólidos e desperdícios.

Publicidade
Harus

Obviamente que há quesitos regulamentadores em nosso país quando se trata de utilização de embalagens grandes e individuais, primeiro temos a Anvisa que obriga a informação do nome do fabricante, data de validade e lote em todas as embalagens e temos a política nacional de resíduos sólidos – lei 12.305/2010 (neste quesito indico a leitura do tema em livro publicado pela autora Telma Bartholomeu Silva da editora Nova Onda).

Vejamos agora as vantagens de operar o hotel com dispenser, primeiro devo lembrar que um hotel tem três focos a serem atendidos que são: proporcionar uma excelente noite de sono, proporcionar um confortável ambiente de higienização e proporcionar um maravilhoso desjejum, com base nestes aspectos que envolvem a operação hoteleira, o banho é um ponto crucial de atribuição de qualidade e obviamente que a disponibilização de produtos para tal é quase que obrigatória além de ser uma exigência nos vários sistemas de avaliação de qualidade.

Publicidade
Clima ao Vivo

Utilizemos como base um hotel com 100 UH’s com uma ocupação média de 60% tendo em média 1,3 hospede por unidade habitacional com 30% da hospedagem sendo mulheres e o número médio de diárias por reserva estar em 2,3.
Os consumos médios são os seguintes:

Homens

Mulheres

Em ambos os casos o consumo em MLs/Gr já está calculado pelo número de diárias por reserva.

Calculando o desperdício:
Em nosso exemplo, o número médio de ocupação feminina é de 30% e temos em média 1,3 hóspede por UH ocupada, aplicando a média ponderada para a questão temos os seguintes consumos:

Se você se utiliza dos seguintes produtos com as militragens indicadas abaixo seu hotel apresenta o seguinte desperdício

Ou seja, você pode estar produzindo o desperdício de mais de 850 Litros em produtos, mais de 28 mil embalagens que somadas aos litros desperdiçados pode chegar a quase 1 tonelada em produção de lixo anual.

Já a produção de lixo (embalagens) neste nosso exemplo pode chegar em média aos seguintes números:

Como seriam estes números se você utilizar o dispenser de 500ml, o primeiro ponto que temos é a redução para número próximo ao zero com relação ao desperdício em produtos, e consideramos os mesmos números de consumo, logo… os números falam por si só!

Atrele este número a questões de produção, onde você tem uma menor carga de produção de lixo a ser coletado diariamente e redução no tempo de produção em até 7 minutos por diários por camareira temos outros argumentos para apoiar a ideia, contudo vivemos no Brasil e o maior número de hóspedes são os brasileiros que tem certos hábitos que não são tão agradáveis.

Publicidade
APP da Revista Hoteis

Estudos realizados por esta consultoria verificou que o percentual de hospedes que quebram os dispensers é alto, chegando a 20% de toda a hospedagem, logo é fácil assumir que dada a implantação em seu hotel de dispensers, haverá um percentual de custo em consumo neste patamar até que seus hóspedes se acostumem com a ideia, mas, para brasileiros há brasileiros e já existem no mercado dispensers fabricados com tecnologia suficiente para reduzir este numero de quebra, ou seja, vale a pena racionalizar a mudança para o dispenser.

Para aqueles que ainda estão com dúvidas, em nosso site www.snhotelaria.com.br deixaremos a disposição a calculadora de desperdício e consumo em amenities (Excel) para download de forma gratuita.

*Mario Cezar Nogalez é consultor especializado em hotelaria e conta com experiencia no ramo desde 1989, sendo autor de sete livros técnicos em hotelaria.

[/sociallocker]
Publicidade
Anuncie conosco

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA