HOME Matérias Accor renova mais dois hotéis da capital paranaense

Accor renova mais dois hotéis da capital paranaense

Decoração inspirada nas massas italianas e em tribo indígena brasileira compõe projetos do ibis Styles Curitiba Santa Felicidade e do Mercure Curitiba Aeroporto

84
0
SHARE
O ibis Styles Curitiba Santa Felicidade também conta agora com um novo conceito de restaurante do grupo hoteleiro, o Capone’s - Foto: Daniel Pinheiro

Depois da remodelação do ibis Styles Curitiba Batel, que hoje conta com decoração temática do universo, a Accor apresenta neste mês de agosto as repaginações de mais dois hotéis de Curitiba (PR): o Mercure Curitiba Aeroporto e o ibis Styles Curitiba Santa Felicidade, que também passaram por conversão de marca.

O ibis Styles Curitiba Santa Felicidade ganhou decoração inspirada nas massas, projeto arquitetônico de Catherine Moro Arquitetura em homenagem ao bairro com influência italiana ‘Santa Felicidade’.

Pelo empreendimento, é possível ver luminárias em forma de panelas, escorredores de macarrão e raladores de queijo. As paredes receberam adesivos inspirados em ingredientes para preparar uma massa. Os carpetes dos corredores exibem estampa temática, os armários dos quartos foram inspirados nos caixotes de tomates e as placas de identificação do hotel foram feitas em pratos decorativos.

O ibis Styles Curitiba Santa Felicidade também conta agora com um novo conceito de restaurante do grupo hoteleiro, o Capone’s. O cardápio destaca os sanduíches feitos com embutidos, ao estilo italiano. Uma estação exibe as opções de frios e os lanches, como o Sanduíche Capone’s, composto por salame, pepperoni, presunto, muçarela, tomate, cebolas roxas e alface, que são montados na frente do cliente. Para os vegetarianos, o menu oferece versões sem carne.

O hotel aceita cachorros com até 15 quilos e há quartos que acomodam até quatro pessoas. No quesito lazer, Espaço Kids, piscina aquecida e academia compõem os atrativos.

Temática de tribo

Localizado em São José dos Pinhais, na Grande Curitiba, o Mercure Curitiba Aeroporto foi remodelado para ganhar a marca da Accor, que tem a regionalidade como seu principal pilar.

Essa inspiração, baseada na tribo indígena brasileira Kaingang, que deu origem ao nome Curitiba, se reflete no design e oferta gastronômica. A tribo tem como base alimentar o milho, raízes, tubérculos, peixes e carnes, ingredientes que serviram de inspiração para o cardápio do novo restaurante ZEA, comandado pela Chef Rose Panho.

O ZEA oferece gastronomia regional focada em produtos locais como: frutos do mar, peixes, costela, carne de porco e vegetais como palmito, milho e feijão. Seu nome é derivado da denominação científica do milho: Zea mays. Ingredientes sazonais, como o pinhão, também estão no menu.

Decoração dos 120 apartamentos do Mercure Curitiba Aeroporto é composta por paisagens com araucárias, características da região – Foto: Daniel Pinheiro

Foram incluídos no cardápio insumos coloniais, como queijos, embutidos e mel, e resgatadas receitas originais da tradição das famílias e tropeiros, como o Barreado e o Entrevero. Além disso, cervejas artesanais e vinhos da região fazem parte do menu. O restaurante é aberto para hóspedes e visitantes externos.

A decoração dos 120 apartamentos do Mercure Curitiba Aeroporto, que acomodam até dois adultos e uma criança, é composta por paisagens com araucárias, características da região. Artefatos como a luminária feita da cestaria indígena e a marca de guerra, de pintura vermelha, são observadas em vários detalhes do hotel. O design do Mercure Curitiba Aeroporto e do restaurante ZEA foi criado pelo arquiteto Darley Voltolini, da EA+ Arquitetos Associados.

Entre os serviços oferecidos pelo Mercure Curitiba Aeroporto estão academia, bar, lavanderia, salas de eventos e translado gratuito ida e volta para o Aeroporto Internacional Afonso Pena. O hotel também é Dog Friendly.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image