Publicidade
Leceres

ABIH-SP divulga pesquisa de desempenho da hotelaria paulista

O Dia e horário dessa postagem está no final, assim como nome do autor. O tempo estimado de leitura é de 2 minutos

A XXI edição da pesquisa Desempenho da Hotelaria Paulista, da série exclusiva realizada pela ABIH – SP, traz um resumo do mês de março/22, apresentando a análise dos resultados e apontando o momento do mercado. Março é um mês determinante para o movimento hoteleiro do Estado de São Paulo, marcando o encerramento da alta temporada dos polos de lazer. O término do carnaval é o grande marco desta transição. Ainda que os desfiles tenham sido postergados ao feriado de Tiradentes, a referida transição está muito consolidada e ratifica-se nos números apresentados neste estudo.

Publicidade
Soluções 1

Com o fim da temporada de  lazer, inicia-se  0 movimento de viagens corporativas nos polos com este apelo principal. A retomada dos grandes eventos em pavilhões de feiras e nos próprios espaços dos hotéis também reforça a entrada no período de alta temporada da movimentação corporativa. Com relação ao lazer, inicia-se o período de média/baixa, e os destinos contarão com o calendário de feriados e atividades de eventos em suas localidades. Considere-se, também, a demanda reprimida decorrente da pandemia, que apesar de ainda estar presente, vai ficando para trás. Quando se olha para frente, o foco recai na recuperação das perdas – de forma assertiva e sustentável. Cabe lembrar que 2022 é ano eleitoral e de copa do mundo. No entanto, o grande mercado do turismo tirou boas lições da crise. O retorno se dá com mais força, maturidade e resiliência.

Indicadores iniciais da amostragem com base nas respostas;

O retorno dos hotéis de 13 MRTs do Estado de São Paulo – ou 81,25%do total de MRTs. A representatividade dos 456 municípios equivale a 70,69% do total do Estado. As 98.446 Uhs dos municípios que responderam à pesquisa representam 54,33% do total de hotéis do Estado. E o total de respostas de 86 hotéis refere-se a 2,65% do total de hotéis paulistas.

Publicidade
Faitec
Os três principais indicadores do mês de março/22

A taxa de ocupação acumulada do Estado de São Paulo ficou em 56,05%. A diária média acumulada alcançou R$ 291,99. Já o RevPar acumulado registrou R$ 163,66.

Dados suplementares

A quantidade de hotéis abertos, em termos percentuais, totalizou 98,85% (variação de -1,15% em relação a fevereiro/22). As Uhs declaradas ‘fechadas’ dos hotéis em operação equivaleram, pela pesquisa, 2,97% (variação de +1,54 p.p. em relação a fevereiro/22). E a relação funcionários/Uhs foi de 0,32% (variação de -5,88% em relação a fevereiro/22). Em relação ao início da série, a variação ficou em -46,7%.

O relatório completo da pesquisa pode ser acessado pelo link.

Publicidade
APP da Revista Hoteis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image

CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA