HOME Matérias Aconteceu Case da Pandora Joalheria é apresentada no Top Seller Event da RCI

Case da Pandora Joalheria é apresentada no Top Seller Event da RCI

235
0
SHARE
Graziela Veiga: "hoje o consumidor brasileiro entende que prata também é uma joia"

Direto de Mata de São João (BA) – A Diretora comercial no Brasil da joalheria dinamarquesa Pandora, Graziela Veiga, deu início agora há pouco a grade de programação do segundo e último dia do Top Seller Event. O evento promovido pela RCI — Resort Condominium International  acontece no Complexo Costa de Sauípe, em Mata de São João, na Bahia e reúne 470 profissionais ligados a indústria do tempo compartilhado. Graziela começou sua palestra informando o público presente que a Pandora é considerada a 2º maior fabricante de joias do mundo. Foi fundada em 1982 em Copenhagen, Dinamarca e emprega mais de 17.800 pessoas globalmente sendo que 12.000 na fábrica destinada à produção na Tailândia.

A joalheria chegou ao Brasil em 2009 trabalhando no varejo de luxo acessível, dando ênfase na prata, mas isto foi uma barreira. “O brasileiro estava acostumado a utilizar somente ouro nas joias. Por isto, quase todos os dias recebíamos reclamações de clientes que não éramos uma joalheria, pois trabalhávamos com prata que não é uma joia. Com um trabalho árduo e muita divulgação, conseguimos reverter este conceito e hoje o consumidor brasileiro entende que prata também é uma joia”, assegura Graziela.

Segundo ela, existem 83 lojas em operação no Brasil, com conceito de decoração em branco, e o ano dever fechar com 90 lojas. “Mesmo com a questão política e econômica que vive o Brasil, estamos vendo isto como oportunidade para crescer, pois o luxo é acessível. Abrimos recentemente lojas em Aracaju, Maceio, João Pessoa, São Luis e Teresina e continua nosso movimento de expansão e o Nordeste é o foco da vez”, destaca Graziela.

Conceito contemporâneo

E um dos segredos deste crescimento acima da média da indústria nacional, Graziela explica que é o conceito contemporâneo, com produtos únicos, acessíveis e personalizados.  Lançamos anualmente sete coleções por ano, e isto significa sete treinamentos por ano. Tudo isto é maximizar a qualidade dos serviços prestados, pois eles são avaliados por cliente oculto de uma renomada empresa. O Brasil ficou pelo segundo ano consecutivo como um dos 10 melhores atendimentos no mundo. Para nós é motivo de muita satisfação saber que estamos no caminho certo”, avalia Graziela.

Ela explicou que consegue tropicalizar alguns produtos no Brasil, mas a grande maioria dos produtos seguem os padrões internacionais. E o objetivo da Pandora não é nada modesto. “Nos tornarmos a joalheria mais amada do mundo e marca de desejo para todas as mulheres”, concluiu Graziela.

A reportagem da Revista Hotéis viaja a Costa do Sauípe a convite da RCI para cobrir este evento.

SHARE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image