AconteceuÚltimas Notícias

Turistech: Estratégia de inovação e geração de valor no turismo

Debatendo diversos temas pertinentes a recuperação da economia do turismo, o IV Fórum Nacional da Hotelaria, que acontece no hotel InterContinental, em São Paulo, apresenta a Turistech: A oportunidade da Inovação Aberta no Turismo. Eduardo Lorea, é fundador e CEO da Numerik, consultoria de ESG e inovação aberta, empresa B Certificada. É também Diretor do Wakalua Brasil e tem mais de 15 anos de experiência internacional em estratégia, novos negócios e inovação aberta. Realizou trajetória executiva no Brasil e na Espanha, onde morou por sete anos. Realizou projetos em três continentes para clientes de todos os tamanhos e setores: startups, multinacionais, governos e agências da ONU. Eduardo é graduado em comunicação pela PUCRS, mestre pela UFRGS e doutorando pela FGV EAESP em Administração.

Publicidade
Harus

A palestra mostrou que os momentos de crise aceleram mudanças e favorecem a competitividade em prol da novas ferramentas e modelos de negócios. Nesse campo a inovação aberta é uma oportunidade para melhorar a eficiência e atratividade, além de propor uma agenda de desenvolvimento sustentável para o turismo. O ecossistema turistech é a chave para enfrentar esse novo desafio que permeia as novas gerações.

Inovação e ESG

Lorea apontou que estratégias de inovação e ESG tornam as empresas mais eficientes em criar valor econômico, social e ambiental e destacou que todos os empreendimentos tem um ciclo de vida que passa pela gestão de custos, geração de caixa, crescimento, extensão de ciclo de vida e até o declínio. Pensar em inovação em algum momento dessa trajetória é importante, é preciso estar atento a qual estágio da criação de valores está o negócio. Alguns pontos importantes a serem considerados são, o papel do gestor e a agenda de inovação, mapear o ecossistema, inovação com agenda pró setor, pautar o ecossistema e  liderar a inovação.

Publicidade
Clima ao Vivo
Cadeia de valor do turismo

Quando se fala em cadeia de valor é importante entender o decoupling que é a quebra dos vínculos entre as atividades da cadeia de valores que tradicionalmente eram fornecidas em conjunto por um player digital. Os concorrentes, como as startups, OTAs e entrantes não estão roubando clientes, estão roubando atividades de clientes de empresas estabelecidas. Entre as muitas entrantes o desafio é captura de valor. Soluções convergentes, que acrescentam valor para o negócio. Para isso é preciso pautar o ecossistema de inovação. Quando se perde eficiência, se perde receita.

Corporate no ecossistema turistech

As ferramentas para o setor de Corporate na inovação são: aquisição, integração, ou ser cliente de empresas que desenvolvem soluções, copiar boas ideias ou investir em startups que desenvolvem as soluções que o mercado precisa. Nesse último caso a startup assume o alto risco, testa inovações, aceita falha e utiliza o método experimental. A inovação aumenta a competitividade do ponto de vista estratégico. Inovação fechada a própria empresa desenvolve seus próprios meios, na inovação aberta a empresa utiliza o que outras empresas estão desenvolvendo, criando capacidades múltiplas, trabalhando em escala global , utilizando recurso de terceiros e fazendo experimentação em busca de soluções.

Publicidade
Fispal

Denise Bertola

Denise Bertola é Repórter da Revista Hotéis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA