TradeÚltimas Notícias

Turismo nacional tem o melhor primeiro trimestre desde 2019

O faturamento dos três meses iniciais de 2024 chega a R$ 48,2 bilhões, alta de 1,9% em relação ao mesmo período de 2023

O turismo brasileiro continua mantendo os bons resultados alcançados no ano passado. Dados divulgados pela Fecomércio-SP – Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo apontam que o primeiro trimestre de 2024 já é o melhor para o setor desde 2019, ano da pré-pandemia. O faturamento do período registrou R$ 48,2 bilhões, número 1,9% maior que o mesmo período de 2023.

Publicidade
Fispal

Para o Ministro do Turismo, Celso Sabino, “a atividade turística continua contribuindo enormemente com a economia brasileira, mostrando todo o seu potencial de geração de renda e, claro, estímulo ao emprego. Estamos em um ano de muita oportunidade e o Ministério do Turismo tem incentivado que mais brasileiros conheçam as belezas do país”, salientou.

Os avanços foram puxados pelas áreas de locação de meios de transporte (12,3%), alimentação (7,8%) e meios de hospedagem (6,4%). Também figuram como responsáveis pelos aumentos, segundo o estudo, as atividades culturais, recreativas e esportivas (5,3%), outros tipos de transporte aquaviário (2,4%) e transporte aéreo – que obteve o maior faturamento (R$ 12,1 bilhões).

Turismo nacional tem o melhor primeiro trimestre desde 2019
Faturamento do turismo brasileiro no primeiro trimestre de 2024 chega a R$ 48,2 bilhões – Flickr MTur Destinos.
Publicidade
Carbono Free

Segundo a Fecomércio–SP, os investimentos realizados em meios de hospedagem e na malha aérea devem contribuir para aumentar a oferta a médio e longo prazo, o que pode possibilitar um avanço no volume e, consequentemente, uma influência positiva mais adiante no faturamento.

Em relação às localidades, o Estado do Tocantins, no norte do País, liderou as altas do ano, seguido de outro estado da região, o Acre. Os dois estados tiveram as maiores variações entre as unidades federativas, tendo Tocantins uma alta de 11,8% e Acre de 10,6%. O terceiro lugar ficou por conta do Distrito Federal, com elevação de 7.7% no primeiro trimestre deste ano.

Publicidade
Desbravador

João Bernardes

João Bernardes é Repórter da Revista Hotéis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA