Publicidade
Equipotel

Por que há hotéis com atendimento normal?

*Artigo do Ponta Grossa Campos Gerais Convention & Visitors Bureau

Desde o início dos decretos municipais determinando o fechamento do comércio e queda nos números de hóspedes pelo cancelamento de viagens de passeio ou negócios motivados pelo COVID-19, muitas pessoas perguntam os motivos que levam os hotéis a continuarem funcionando normalmente.

A resposta é clara: ainda há hóspedes a trabalho nas cidades, pessoas que preferem estar em hotéis para não prejudicarem familiares idosos com o risco de contaminação pelo COVID-19 e aqueles que fazem um home office diferenciado.

Em Ponta Grossa isso também acontece. Na cidade há vários hotéis com atendimento normal, como o Planalto Select Hotel, Premium Vila Velha Hotel, Hotel Princess, Hotel Ipê Express entre outros.

O Hotel Premium Vila Velha (Foto: divulgação)

Alecsandra Hypólito é Gerente do Premium Vila Velha, um dos empreendimentos com atendimento com equipe reduzida e medidas de prevenção para proteger colaboradores e hóspedes do COVID-19. “Estamos unindo forças com Convention Bureau e com o Sindicato de Hotéis e Restaurantes, para que juntos possamos entender melhor as medidas provisórias, e reconhecer quais são os caminhos mais prudentes, dentro das leis, a tomar nesse momento tão delicado do nosso setor (fechar ou manter a empresa aberta)”, disse Alecsandra.

Ainda no centro de Ponta Grossa está o Planalto, que segue com atendimento normal e medidas preventivas, o que acontece por ser um serviço essencial, como explica o Gerente geral, Daniel Wagner: “Temos pessoas que moram aqui (no hotel), como aquelas ligadas à área de transmissão de energia elétrica, um serviço essencial”.

Publicidade
Continuum

Para ele, com o hotel funcionando, as empresas enviarão, sem risco e receios, colaboradores da manutenção de equipamentos, como hospitalares, o que justifica o atendimento da hotelaria.

O Hotel Ipê Express, que também está com funcionamento normal, localiza-se no bairro de Uvaranas, próximo aos centros de referência em saúde no enfrentamento à pandemia causada pelo COVID-19.

De acordo com o sócio proprietário Felipe Souza Podolan: “Nosso hotel está localizado próximo a dois hospitais, então somos opção principal para o eventual recebimento de profissionais que, de qualquer forma, possam estar trabalhando no combate ao coronavírus e precisem de hospedagem em Ponta Grossa. Ademais, estamos hospedando profissionais de saúde locais que, por morarem com pessoas que pertencem aos grupos de risco, preferem, por precaução, dormir em local diverso”.

Publicidade
Harus

Assim como as demais empresas, o empreendimento implantou ações preventivas. “Com o coronavírus nós tomamos medidas para conter a proliferação do vírus, como não mais servir o café da manhã em espaço compartilhado, mas sim individualmente em bandejas para que evitemos a contaminação”.

Segundo ele, a piscina está fechada e há orientação para serem evitadas aglomerações de pessoas nas áreas comuns, como salas de reunião, recepção, salas de estar entre outros. Além disso, foi solicitado aos hóspedes que mantenham contato por telefone com a recepção e também priorizem a entrada e saída ao hotel pelo portão do estacionamento, medida para proteger os recepcionistas.

Publicidade
Expo Retomada

Replanejar o negócio e pensar em novas oportunidades são os principais temas do mundo dos negócios relacionados ao período de crise provocado pelo coronavírus.

Pensando em inovar e criar um novo serviço, o Hotel Planalto oferece um home office com os quartos vagos: “Estamos adaptando alguns apartamentos para que as pessoas possam vir trabalhar aqui de forma focada, pois todos os apartamentos têm mesa de trabalho, tomadas, conectividade wi-fi, banheiro privativo, são bem arejados entre outros”, finaliza Daniel.

Thaís Pius em reunião da entidade (Foto: divulgação)

O Ponta Grossa Campos Gerais Convention & Visitors Bureau está apoiando os hotéis, principalmente os associados com atendimento normal, fornecendo informações importantes, compartilhando novidades e determinações para o turismo, além de estar abraçando campanhas que ajude toda a cadeia turística a atravessar a crise. “A hotelaria é um serviço essencial e para nós é muito importante que haja empresas atuando e buscando atender um público que precisa de um lugar para estar”, enfatiza a Presidente da entidade, Thaís Pius.

No site do Convention (www.pontagrossacvb.com.br) há uma página com informações sobre a hotelaria durante a crise do COVID-19 com número de hotéis fechados, com atendimento com equipe reduzida, demissões do setor, férias coletivas, taxa de ocupação e atrativos turísticos fechados.

Publicidade
Totaline

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image

CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA