Publicidade
Trofeu fornecedor

Pesquisa do Expedia Group mostra novas tendências dos viajantes

O Dia e horário dessa postagem está no final, assim como nome do autor. O tempo estimado de leitura é de 4 minutos

O Expedia Group publicou um levantamento com os pontos-chave que irão moldar as viagens no pós-pandemia, incluindo tendências emergentes em pesquisa e reserva, além de novas expectativas sobre transportes e experiências em hospedagem. A pesquisa, que chama “O que os viajantes querem em 2021”, ouviu 16 mil pessoas de 8 países diferentes. O estudo foi realizado pela primeira vez em 2020 e rastreia as preferências dos viajantes com dados atualizados anualmente.

Publicidade
Harus 1

Diante do surto de COVID-19, que alterou planos das pessoas no mundo todo, viajar ficou em segundo plano durante 2020. No início deste ano, no entanto, pesquisas domésticas e internacionais começaram a aumentar. A ânsia por viagens é alta, a ponto dos entrevistados afirmarem que, em troca de umas férias, deixariam por um mês de assistir esportes (41%), fazer compras online (39%) e usar redes sociais (37%). Além disso, 3 em cada 4 viajantes disseram que sair de férias os faria mais felizes do que ter um smartphone novo.

Publicidade
Onity

Melissa Maher, Vice-presidente sênior de Marketing e Engajamento do Expedia Group, comenta que: “O isolamento social, que já dura mais de um ano, reprimiu a demanda por viagens. Estímulos são esperados nesta temporada, quando muitos irão aproveitar o verão no hemisfério norte para curtir as férias que não puderam tirar no ano passado. Conforme nossa indústria se recupera, é crucial se destacar perante os viajantes que buscam novas experiências em acomodação”, afirma Melissa Maher, vice-presidente sênior de Marketing e Engajamento do Expedia Group.

Publicidade
Faitec

A opinião dos viajantes

Quase a metade dos viajantes (45%) considera visitar praias nos próximos 18 meses, enquanto mais do que um terço (36%) prefere ir a uma cidade grande e um terço (33%) optaria por uma cidade pequena. Independentemente do tipo do destino, um fator decisivo para os entrevistados é que esse local seja perto de casa e que dê para chegar de carro. Depois dos destinos próximos, as estadias longas, os tours e atividades ao ar livre e a visita a destinos únicos são os preferidos para as férias que virão.

Publicidade
Altenburg

Pontos importantes na hora da reserva

Limpeza é o fator mais importante ao realizar uma reserva, segundo os entrevistados. Para quase a metade dos viajantes (42%), os protocolos sanitários aplicados são sim importantes. O fator flexibilidade foi o que mais cresceu em importância entre as pesquisas de 2020 e 2021. Cerca de dois terços dos viajantes (60%) dizem que evitariam uma reserva não reembolsável em troca de descontos na tarifa. Este dado representa uma mudança drástica em relação a 2020, quando dois terços dos entrevistados (66%) afirmaram que era provável que eles fizessem reservas não reembolsáveis.

Pesquisa do Expedia Group mostra novas tendências dos viajantes

O estudo foi realizado pela primeira vez em 2020 e rastreia as preferências dos viajantes com dados atualizados anualmente (Foto: Divulgação)

O levantamento também pergunta sobre como a expectativa dos viajantes acerca da experiência em hospedagem impacta a reserva. Enquanto mais de 8 em 10 viajantes dizem que “há o que melhorar em hotéis ‘adaptados para crianças’”, cerca de três quartos (71%) afirmam que retornariam a um hotel que de fato tivesse atividades para os menores, e mais de um terço (34%) teria estadias mais longas.

Publicidade
Anufood

Além disso, quase a totalidade dos viajantes (94%) acha que os hotéis que aceitam animais precisam melhorar. Investir em uma experiência “pet-friendly” é uma clara oportunidade para as propriedades: mais da metade (60%) diz que retornaria outras vezes, cerca de metade (42%) se hospedaria por mais tempo e quase um terço (31%) pagaria mais pela diária.

Ainda, mais de três quartos dos viajantes (77%) afirmam que a hospedagem escolhida deve ter amenidades-chave em tecnologia, com um terço (33%) dizendo que gastaria mais para ter internet de alta velocidade. Serviços de streaming são especialmente importantes: para a Geração Z (38%) e os Millennials (42%), para quem viaja com filhos e enteados (42%), e turistas do México (61%).

Publicidade
Pikolin

Como reconstruir a confiança do viajante

A pesquisa também mostra a importância que os viajantes dão para a confiança. Propriedades que usam uma comunicação clara tendem a ter menos cancelamentos, hóspedes mais satisfeitos e melhores avaliações. Para 40% dos viajantes, as avaliações são ainda mais importantes agora do que eram antes da pandemia. Quase todos os entrevistados (91%) disseram que gerentes e proprietários deveriam responder a avaliações negativas.

“Embora as pessoas estejam animadas para viajar este ano, a forma com que elas pesquisam, reservam, viajam e se hospedam mudou. Nós queremos entender melhor o que os viajantes precisam para se sentir seguros nas férias pós-pandemia”, afirma Maher. “Se estamos dispostos a ouvir e acatar as vontades dos viajantes, podemos todos caminhar para um novo capítulo da indústria de viagens, mais seguro e emocionante.”

O estudo completo “O que os viajantes querem em 2021” pode ser baixado aqui.

Metodologia

A pesquisa “O que os viajantes querem em 2021” do Expedia Group foi conduzida pela Wakefield Research em fevereiro de 2021. Os 16 mil participantes representam adultos maiores de 18 anos de 8 países: Austrália, Japão, França, Alemanha, Reino Unido, México, Canadá e Estados Unidos.

Publicidade
APP da Revista Hoteis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image

CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA